Uncategorized

Richa transfere a sede do governo para Londrina no dia 10

Londrina. Foto-Antonio Costa/ANPr

O governador Beto Richa transfere a sede do Governo do Estado para Londrina, no Norte do Paraná, na próxima quarta-feira (10/12). O município, que tem cerca de 507 mil habitantes e é o segundo maior do Paraná, comemora 80 anos nesta data.

“Essa é uma iniciativa essencialmente de valorização do interior do Paraná. Vamos encerrar nosso primeiro período de gestão reforçando a postura municipalista do governo, de valorização das cidades, que é onde as pessoas vivem e que, por isso, o Estado precisa estar presente”, afirma Beto Richa.

Durante todo o dia, na sede do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), o governador receberá prefeitos, lideranças e entidades da região e cumprirá agenda de âmbito estadual, com foco em ações de impacto regional.

Uma das atividades é o lançamento da RedeSim (Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios) no Estado. O programa, que tem parceria da Junta Comercial do Paraná, Sebrae e a Associação dos Municípios do Paraná (AMP), vai reduzir consideravelmente o tempo para abertura, fechamento e alteração de empresas.

Está confirmada a inauguração de 12 quilômetros de duplicação da PR-445, maior investimento do governo estadual nos últimos quatro anos, no trecho entre Londrina e Cambé. Também haverá entrega das obras de duplicação do Sistema Tibagi, de saneamento, que beneficia a população das duas cidades.

Richa vai liberar R$ 19,41 milhões em financiamentos para obras e ações em 25 municípios da região de Londrina. “Desde 2011 são 2.550 projetos municipais apoiados pelo Estado com financiamentos e recursos a fundo perdido”, lembra o governador.

Ele também participa da assinatura de contratos entre o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) a Integrada Cooperativa Agroindustrial e a Angelus Indústria de Produtos Odontológicos. A instituição também lança uma linha de crédito para atender o setor de panificação e confeitaria.

Com a presença do governador, a Agência de Fomento fará a entrega das chaves do táxi de número 1.000 financiado pela linha de crédito Banco do Empreendedor Taxistas, que oferece taxas de juros mais competitivas.

Richa entrega uma nova caldeira para o Hospital Evangélico de Londrina. Ele também repassará quatro ônibus para o Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paranapanema (Cismepar). São ônibus para transporte de pacientes de 21 municípios da região, que precisam realizar consultas e exames especializados, ofertados na sede do Ismepar, em Londrina. Os veículos serão compartilhados pelos municípios. O governador também participará da inauguração do Sesc Cadeião Cultural, projeto da Federação do Comércio do Estado do Paraná (Fecomércio).

7 Comentários

  1. Sergio Silvestre Responder

    Que legal,será que agora ele vai ver a barbaridade que fizeram com a cidade?
    Será que ele vai baixar um decreto eliminando as praças de pedágio que ilharam Londrina e ficou inviável para qualquer empresario?
    Ou será que ele vai se encontrar com os 78% de eleitores que votaram nele.Obras que é bom a 445 só foi acabar as eleições ta entregua as baratas e sua inauguração que era para Outubro de 2014,vai ficar para 2015-2016-2017 e segue o enterro;

  2. Dissimulada desculpa para fugir do centro da explosão de sua bomba de impostos!
    E decepção sobre decepção este governador.

  3. Se o futuro governo for como se anuncia, melhor transferir a sede do governo para Porto Belo (SC).

  4. Covardia, aprovar o pacotaço de maldades e fugir pra Londrina, pra passar o fim de semana curtindo no autódromo.

  5. Quem diria o governador dos paranaense que foi eleito no voto direto agora foge da imprensa para não responder sobre o Tarifaço. Mas dando uma olhada no site da AE noticias do governo, fiquei surpreso com a notícia de suas obras nestes quatro anos de desgoverno.

    Está confirmada a inauguração de 12 quilômetros de duplicação da PR-445, maior investimento do governo estadual nos últimos quatro anos, no trecho entre Londrina e Cambé.

    Isso está no site do governo e esse foi o maior investimento que ele fez, que absurdo esse governador playboy.

  6. Eu teria vergonha de sair de Curitiba para ” inaugurar ” mais um mísero naco de rodovia, obra q já deveria estar pronta a meses. O trecho q é a saída p/Curitiba está uma lástima, com certeza lá se vai mais alguns meses. Mas, pensando bem ele tem q vir mesmo, afinal, o q mais iria inaugurar se esta é a única obra q este ” governo ” tenta finalizar. Lembrando q foram 4 ( QUATRO ) anos e apenas 17 ( DEZESSETE ) KMs e q se o atual governador não tivesse se reelegido a obra não seria entregue até o final do mandato.

Comente