Uncategorized

Derrama paranaense

Do Celso Nascimento, Gazeta do Povo:

Escolhido pelo governador Beto Richa para ocupar a Secretaria da Fazenda na próxima gestão, o economista Mauro Ricardo Costa só aceitou deixar posto igual na prefeitura de Salvador (BA) sob a garantia de que, aqui, vai poder contar com a fartura dos cofres estaduais. Administrar sob regime de penúria não é com ele. Não quer passar pelos mesmos sofrimentos de seus três antecessores imediatos – Luiz Carlos Hauly nos três primeiros anos da gestão; Jozélia Nogueira num intervalo de poucos meses; e, nos últimos tempos, Luiz Eduardo Sebastiani.

Os três viram passar por eles um aumento de arrecadação de 69% contra uma inflação acumulada no período da ordem de 27%. Mesmo assim não conseguiram conter o descontrole provocado pelo excesso de gastos decorrente de gestão temerária e, por isso, sucumbiram frente ao desequilíbrio financeiro do estado, que corroeu o prestígio da até então respeitada e eficiente estrutura fazendária do Paraná.

Beto Richa confessou que o tarifaço que foi submetido à votação na Assembleia foi inspirado pelo seu futuro secretário da Fazenda, importado da Bahia. O olhar técnico de Mauro Ricardo Costa não enxergou o estrago político a que submeteria seu novo chefe. A reação foi tanta que ontem, quando o projeto deveria ser votado pela Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia, o governo surpreendeu os deputados pedindo a sua devolução ao Palácio. Promete reapresentá-lo hoje com mudanças pontuais.

A grita veio de todas as partes e por não poucos e bons motivos: a versão inicial do anteprojeto de lei aumenta em 40% a alíquota do IPVA, impõe gravames tributários que chegam a 29% (caso da gasolina) e eleva de 0% para 12% o ICMS sobre a cesta básica. Os remédios passam de uma tributação de 12% para 18%. Materiais escolares, atualmente isentos, terão seus preços acrescidos de 12% de ICMS. Tudo vai subir, a inflação idem e o Paraná deixará de ser competitivo.

No tempo do Brasil Colônia, deu-se à sanha arrecadatória da Corte portuguesa, que queria um quinto do ouro tirado das minas, o nome de “derrama” – episódio que gerou a Inconfidência Mineira e levou Tiradentes ao patíbulo e ao esquartejamento. Aqui ninguém vai ser esquartejado e nem mesmo, provavelmente, deixará de ser eleito (ou reeleito) no remoto ano de 2018. Até lá, eles esperam, o povo já terá esquecido a maldade.

Hoje serão conhecidos os novos contornos da proposta governamental, provavelmente amenizada em alguns pontos em razão do “susto” que Beto Richa confessou ter levado após ler na Gazeta do Povo o tamanho da carga que o povo teria de pagar pelo descontrole não reprimido nos seus primeiros quatro anos de gestão.

Um deputado usou um termo politicamente incorreto para classificar a sucessão de erros técnicos e políticos do projeto original e a decisão de retirá-lo de pauta para “aperfeiçoamento”. Disse ele: “Isto é uma baianada”, sinônimo injusto que o dicionário informal usa para descrever o que, no popular, se considera um serviço muito mal feito.

A parte do pacotaço referente ao aumento de impostos está sendo revista, mas outra parte já foi aprovada pela CCJ ontem e hoje será votada em comissão geral pelo plenário: é a que impõe contribuição previdenciária de 11% sobre os até agora isentos proventos dos servidores aposentados. Claro que a dócil maioria de deputados governistas vai aprovar – sem cobrar do governo o que o governo deve para a Paranaprevidência.

A contribuição incidirá sobre o que exceder de R$ 4,3 mil, teto das aposentadorias e pensões pagas pelo INSS. Os servidores já pressentiram o golpe: no futuro, funcionários públicos já não levarão para a aposentadoria os mesmos valores que recebem na ativa.

12 Comentários

  1. Mas por que a raiva? Responder

    Celso Nascimento sabe de tudo?
    Ex Procurador do Estado ele conhece do ramo.
    Mas o importante é que ele não se levanta para culpar a queda dos repasses dos Fundos Constitucionais para os Estados e Municípios.
    Celso Nascimento só olha o umbigo.

  2. Doutor Prolegômeno Responder

    Dom João V não está nem aí com a derrama. Como o Paraná, terra de ninguém, não tem nenhum Tiradentes para resistir, e os serviçais de plantão estão sempre prontos e ajoelhados para o beija-mão, o novo Joaquim Silvério dos Reis vai garantir seus trinta dinheiros fácil, fácil.

  3. Do Interior.... Responder

    Sr. Celso. V. Senhoria está desinformado. Não vai haver tarifação sobre a cesta básica pois a lei que a rege é federal.

    O que ocorre é que o comedor de mamonas (ReiKião) concentrou as arrecadações na energia, combustível e telefonia. Nos governos do PT, os reajustes destes setores não foram efetivados para não aumentar a inflação e a arrecadação também não subiu.

    Na era requiônica, a arrecadação nestes setores era suficiente para manter a máquina porque os preços não estavam defasados. Em contrapartida, também não havia investimentos em infraestrutura, concursos para polícia e professores, nem aumento de salário para o servidor público. Havia setores que ficaram 8 (oito) anos, isso mesmo, oito anos sem aumentos por conta da incompetência requiônica.

    O Sr. Celso não disse que só o Paraná não taxa os aposentados, o que tem levado à quase falência a previdência estadual. Coisa também do comedor de mamonas.

    O Richa simplesmente está voltando ao “status quo” de antes.

    Isso não isenta Richa de fazer os apertos, principalmente nos cargos de confiança. Nesta parte o governo atual tem que melhorar, e muito.

    Portanto, Sr. Celso, dê a notícia por completo. Aliás, porque o Sr. não diz sobre as mazelas do governo petista?

    Todos sabem que o grupo Globo estão vendidos ao PT e só dizem coisas sobre DiLLma nas notas de rodapé, com duas ou três linhas.

    Veja a matéria de VEJA, no qual os jornais franceses dizem mais sobre os protestos anti-dilma do que os jornalões brasileiros.

    Cuidado povo! acordem! a democracia corre sério risco!

  4. Sr Campana, não esqueça do tarifaço do Sr. Fruet, que está aumentando ITBI, revisando a planta genérica do IPTU para aumentar o tributo em cima da nova planta. O povo está com a corda no pescoço, e a pressão vem de todas as entidades federativas.

  5. Celso Nascimento faz parte da reserva moral de nosso Estado. Destemido, sem rabo preso e inteligentíssimo. A voz que nos defende e beneficia…parabéns ao colunista por reproduzir nesse espaço os fatos como eles são…

  6. Ney Camargo Machado Filho Responder

    ” A lição da Bíblia para nossa vida”

    ” Jesus tinha entrado em Jericó, e estava atravessando a cidade. Havia aí um homem chamado Zaqueu: era chefe dos cobradores de impostos, e muito rico. Zaqueu desejava ver quem era Jesus, mas não o aonseguia, por causa da multidão, pois era muito baixo. Então correu na frente, e subiu numa figueira paraver, pois Jesus devia passa por aí. Quando Jesus chegou ao lugar, olhou para cima, e disse: “desça depressa, Zaqueu porque hoje preciso ficar em sua casa”. Ele esceu rapidamente, e recebeu Jesus com alegria. Vendo isso, todos começaram a criticar, dizendo: ” Ele foi se hospedar na casa de um pecador”. Zaqueu ficou de pé, e disse ao senhor, : ” A metade dosmeus bens, senhor eu dou aos pobres; e, se roubei alguém, vou devolver qutro vezes mais”. Jesus lhe disse: ” Hoje a salvação entrou nesta casa, poruqe também este homem é um filho de Abraão. De fato, o Filho do Homem veio procurar e salvar o que estava perdido”.

  7. ELEITOR INCONFORMADO Responder

    O CARA ERA SECRETARIO MUNICIPAL DA CAPITAL DE UM DOS ESTADOS MAIS CORRUPTOS DO BRASIL QUE É UM DOS MAIS CORRUPTOS DO MUNDO. É LÓGICO QUE NÃO QUER MISÉRIA NO CAIXA DO ESTADO AFINAL COMO CONTINUAR …….

  8. Esse jornalista deve ser um Petista de carteirinha, só pega no pé do Beto e sempre sem um motivo plausível. Agora vem com inverdades jogando a população contra o Governador. O homem parece ser o dono da verdade, embora não se aplique ao caso. Por quê tanta mágoa contra o Governo Estadual e sobre os malfeitos do PT, DILMA, LULA E CATERVA NEM UMA PALAVRINHA SEQUER. Corrupção e nem os escândalos da Petrobras nem uma menção. Haja parcialidade nisso.

  9. Cide botafogues Responder

    Este tal Senhor derrama importado por onde passa torna a insatisfação motivo de revolta geral! Houve greve de professores que ultrapassou cem dias e nada de solução. A malvadeza transpõe os muros do mínimo do bom senso e faz pagar aos cofres raspados os que menos responsabilidade e condições financeiras tem. Atinge os píncaros do injusto recolhimento tributário e massacra indefesos idosos na ganância desenfreada e devoradora inconsequente. Nuvens escuras pairam sobre nosso céu e a traição ronda com o fio da navalha com o aço afiado e pronto para dar o golpe nos menos favorecidos. É o agradecimento eleitoral.

  10. Mesmo que seja necessário, um governo não pode investir, aumentar salários, etc, se näo tiver dinheiro para pagar a conta!
    Meteu o pé na jaca e agora vai tirar o couro do lombo do povo!
    Agora essa meia dúzia de serviçais vem defender o indefensável,
    tenham dó!

  11. MARCELO ARAÚJO Responder

    CELSO NASCIMENTO é um grande covarde, manipulador e mentiroso. Esse ‘calunista’ dá suas barrigadas e depois não tem coragem de sentar na frente e ouvir a verdade. A inspiração para seus escritos ele encontra em sepulcros caiados, dignos de almas putrefatas. Desejo a ele vida longa, muito, muito, muito…

Comente