Uncategorized

Dilma anuncia os últimos 14 nomes do ministério

dil
Presidente conclui reforma ministerial mantendo 13 de seus atuais ministros e faz troca-troca no Itamaraty. Mauro Vieira assume e Luiz Figueiredo comandará a embaixada brasileira em Washington

A presidente Dilma Rousseff anunciou no fim da manhã desta quarta-feira os últimos 14 nomes que ainda faltavam para concluir sua equipe ministerial, a quem dará posse amanhã, após sua própria posse. Desses, 13 ministros estão sendo confirmados nos cargos que já ocupam hoje. O único que deixa a Esplanada dos Ministérios é o chanceler Luiz Figueiredo, que vai para a embaixada brasileira em Washington. Para seu lugar, foi indicado o embaixador Mauro Vieira, atualmente na embaixada do Brasil na capital americana.

Foram confirmados:

Aloizio Mercadante Oliva – Casa Civil

2. Arthur Chioro – Saúde

3. Eleonora Menicucci de Oliveira – Políticas para as Mulheres

4. Guilherme Afif Domingos – Micro e Pequena Empresa

Publicidade

5. Ideli Salvatti – Direitos Humanos

6. Izabella Teixeira – Meio Ambiente

7. José Eduardo Cardozo – Justiça

8. José Elito Carvalho Siqueira – Segurança Institucional

9. Luis Inácio Adams – Advocacia Geral da União

10. Manoel Dias – Trabalho e Emprego

11. Marcelo Côrtes Neri – Assuntos Estratégicos

12. Tereza Campello – Desenvolvimento Social e Combate à Fome

Publicidade

13. Thomas Traumann – Comunicação Social

Na nota oficial em que anunciou os ministros, Dilma agradeceu a dedicação de Figueiredo e dos demais ministros.

Na semana passada, Dilma já havia anunciado os nomes de 13 ministros. Na segunda-feira, confirmou mais sete. Ontem, a presidente anunciou o nome de Juca Ferreira para o Ministério da Cultura.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/brasil/dilma-anuncia-os-ultimos-14-nomes-de-seu-ministerio-14941849#ixzz3NUeO4Uwr
© 1996 – 2014. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

9 Comentários

  1. É muita gente para o pouco que o governo produz consumindo imensos recursos.
    Ideli Salvatti, que que é isso cumpanheira Dilma ! Dispensa esta!

  2. Caro FÁBIO, veja o que faz a inexperiência política nesse cargo. Nem vereadora da ORGANIZAÇÃO a DILMA LANTERNA foi. Participando do Congresso ela teria a oportunidade de conhecer melhor como caminha a política brasileira. Na campanha discursava comunicando que eleita seria um “GOVERNO NOVO, com IDÉIAS NOVAS”. Não deu outra, veremos um governo velho, cansado, depauperado, frágil, débil com organismo dilacerado pela ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA PETISTA, e a partir de agora “VEREMOS MAIS DO MESMO”. Até quando a sociedade suportará os VEXAMES e os velhos políticos da oposição suportarão os desmandos praticados. Vamos às ruas já no início, não podemos dar oportunidade para a INCOMPETÊNCIA. Defendo a liberdade de opinião, liberdade de imprensa e liberdade de investigação. Apoio a proposta de ” o sul é o meu país”, e proponho o IMPEACHMENT JÁ da DILMA, antes da posse, para evitar maiores inconsequência e VERGONHAS à sociedade brasileira. Atenciosamente..

  3. Parreiras Rodrigues Responder

    A gente pensava que ela iria diminuir o número dos ministérios, dos cargos comissionados, como medida de ajuste das contas…

  4. Paraná só serve para produzir e pagar imposto ao Governo Central.
    Os ministros paranaenses que lá estavam vão fazer falta? Cadê o todo poderoso Coordenador de Campanha no Paraná da PresidentE reeleita? Não tem peso nenhum. Só peso para boicotar os empréstimos do nosso Estado.

Comente