Uncategorized

Termina rebelião na prisão de Maringá

Terminou por volta das 12h desta quarta-feira (31) a rebelião na Casa de Custódia de Maringá, que já durava mais de 45 horas. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Paraná (Sesp), o motim foi encerrado com a liberação dos dois últimos agentes penitenciários que eram mantidos reféns. Os outros cinco já haviam sido liberados.

Ainda de acordo com a Sesp, quatro detentos que estavam no bloco 3, onde aconteceu a rebelião, ficaram feridos. Eles receberam atendimento médico na enfermaria do presídio.

A rebelião começou na segunda-feira (29), por volta das 14h30, e contou com a participação de cerca de 90 presos do Bloco 3. Um grupo de detentos rendeu sete agentes penitenciários quando retornavam do banho de sol para as celas. Dois reféns foram libertados ainda no primeiro dia do motim, um deles bastante ferido.

2 Comentários

  1. Vigilante do Portão Responder

    Foi ACERTADA a providência de NÃO TERGIVERSAR, não TRANSFERIR PRESOS AMOTINADOS..

    Continuo com dúvidas sobre essas REBELIÕES”.

    Muito iguais, simétricas, com os mesmos métodos.

    Parece coisa arrumada.
    Bom mesmo é AGENTE PENITENCIÁRIO pedindo SEGURANÇA.

    Lembra um comercial de produto eletrônico falsificado:

    “La GARANTIA SOY jo” era o bordão.

    Quando o Agente faz o concurso, sabe que não para cuidar de crianças em creches.

  2. ENGRAÇADO ESSE FRANCISCHINI DEVIA PRENDER O BETINHO E O PEPINHO ACHACADOR RICHA SAO OS QUE MAIS ROUBAM NO ESTADO.UM ROUBA E ENGANA O POVO PARANAENSE EO O OUTRO MAMA NAS TETAS DO PORTO DE PARANAGUA.CARO LEITOR DESSE BLOG VCS ACHAM QUE O BETINHO ENGANADOR NAO LEVOU UMA BOLADA PARA CONCEDER O AUMENTO DO PEDAGIO.PAREM DE SER INGENUOS E REFLITAM.

Comente