Uncategorized

Última impressão
é a que fica

do Painel, Folha de S. Paulo:

Em seu discurso na cerimônia de transmissão da Secretaria-Geral da Presidência para Miguel Rossetto, o agora ex-ministro Gilberto Carvalho disse que faria uma declaração curta e se justificou:

–Nesses 12 anos, eu vi muitos discursos de ministros que entravam e saíam do governo.

Em tom bem humorado, prosseguiu:

–Muitas vezes ouvia um companheiro falando muito ao fazer o balanço de sua gestão em sua despedida e me perguntava: ‘Caramba, se esse cara fez tanta coisa boa como ele diz, por que ele está saindo?!’.

6 Comentários

  1. Cajucy Cajuman Responder

    ‘Caramba, se esse cara fez tanta coisa boa como ele diz, por que ele está saindo?!’, diz Gilbertinho Carvalho.

    Pergunta oportuna: E Gilberto Carvalho que ficou todo o governo Lula e mais o primeiro governo Dilma, portanto doze anos no poder e na mamata da República, qual é o legado que está deixando para a sociedade decente brasileira? ** Mais ainda: é sabido que durante o governo da “presidenta”, Gilberto andou mais encostado na cerca do que atuando como manda o figurino presidencial, pois o santo de dona Dilma não cruza com o de Gilbertinho… ** Ele lá estava por imposição de Lula. Todos diziam que ele era o olho do chefe no governo dela. Portanto, num momento de despedida, citar essas coisas, nem sempre é de bom tom, não é mesmo? ** Autoridade se desfazendo de outras autoridades. Vale dizer que agora, fora do governo, ele e os outros desdenhados, são todos pessoas comuns, porém sob o olhar torto de de uma sociedade perplexa com tantos “malfeitos”. Ou estou enganado?

  2. e não é que o fofoqueiro pé vermelho está certo, se ele fosse tão bom assim a companheira não o mandava para casa. Mas ele ficou 12 anos no poder e fez o quê mesmo? Para nós e por nós não me lembro de ter feito nada de bom. E, se fez só pode ter feito coisas ruins.

  3. este cara envergonha nosso estado pois a unica doisa que fez durante os doze anos no poder foi engordar seu patrimônio e contas bancarias

  4. “Não se pode depender da saúde física e mental de um homem” (de um assessor de Hitler)!

Comente