Uncategorized

Motoristas e cobradores confirmam greve para amanhã (8) em Curitiba

greve - onibus

da Banda B:

A greve de Motoristas e Cobradores de ônibus está confirmada para acontecer a partir das 0h desta quinta-feira (8). Se depender do Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Curitiba e Região (Sindimoc), a capital não terá nenhum veículo nas ruas, por conta do atraso no pagamento por parte das empresas que administram o transporte coletivo.

Por meio de nota, o Sindimoc diz lamentar “que as empresas responsáveis pelo transporte, com a omissão de instituições como a URBS (ligada à Prefeitura), Comec (ligada ao Governo do Paraná) e Setansp (Sindicato das empresas), insistem em atrasar e não pagar os débitos com os empregados”, diz a nota.

O Sindimoc também expôs as empresas que estariam com o 13° salário ou adiantamento salarial atrasados: “Sorriso, Redentor, Marechal, São José dos Pinhais, CCD, Tamandaré e Glória”.

Setransp diz não ter o que fazer

Também por meio de nota, a Setransp diz não ter o que fazer para quitar as dívidas com os trabalhadores. A alegação é que repasses por parte do Governo do Paraná estão atrasados.

URBS acompanha

A Banda B tentou ontem contato com alguém da URBS para falar sobre a greve. A assessoria da prefeitura afirmou estar acompanhando o movimento, que envolve diretamente as empresas e os trabalhadores, segundo a empresa.

4 Comentários

  1. Não concordo, pois este sindicato não sabe sentar a mesa e colocar uma proposta viável. Qualquer situação negativa, vão para a greve e colocam os demais trabalhadores da cidade que não tem nada a haver com o assunto em saia justa para seguir para o local do trabalho. A proposta se é para sacanear com os patrões sacanas ou se é para ser máquina de manobra e auferir $$$$ para as empresas maior lucratividade sem que os demais cidadãos sejam prejudicados é CATRACA LIVRE. Por ônibus rodando como determina a lei e fim de conversa. Não prejudicam os demais e ainda fazem sua manifestação de forma a deixar os patrões, urbs e comec, perdendo cabelos. Só não fale é deixar a população na mão. E tem mais, conversei está semana com um cobrador funcionário da Sorriso e ele disse que está tudo certo entre eles e a empresa. Portanto também é de se investigar se está greve dos sindicalistas não tem cunho político ou conchavo com os empresários para subir preso da tarifa que até a pouco tempo estavam especulando em mais de três reais a passagem. Está na hora das autoridades começarem a defender os interesses da população e colocar sindicalistas para explicar greves que pelo que ouvi de um cobrador da Sorriso é sem fundamento nesta hora.

  2. O país da greve implantado pelo PT segue o mesmo da MST. Não tem
    fundamentação porem continuam com greve acima de greve e o MST
    invadindo e destruindo tudo que se encontra pela frente. Este é o país
    que queríamos !? Perguntem ao próprio PT.

  3. Tal qual o Samba do Crioulo doido, a arenga Comec – URBS – Setransp levará à paralisação do transporte público em Curitiba e região. De novo.
    O que não se comreende é o descumprimento de contratos de prestação de serviço, levando ao prejuízo de comércio, repartições públicas e demais setores da sociedade, que ficam à descoberto, sem as pessoas que atuam nos mesmos.
    Não entendo bem o acerto existente entre prefeituras, governo do estado e sindicatos (donos de empresas e trabalhadores do transporte público), para que desande e gere o não pagamento de direitos dos trabalhadores e a consequente paralização.
    No entanto, o descumprimento de tais acertos, em qualquer país, estado ou província sérios, levaria certamente às pessoas responsáveis às barras da justiça.
    Não estamos falando de nada além do erário. E como erário, deve ser aplicado com correção, à luz da LDO, e prestadas as referentes contas.

Comente