Uncategorized

Transporte público antecipa debate eleitoral de 2016 em Curitiba

fruet
Queda de braço entre governo e prefeitura opõe Fruet e Ratinho Jr – prováveis adversários na disputa municipal

Via Bem Paraná

A um ano e dez meses antes da eleição, o transporte coletivo já motiva nova queda de braço entre os grupos políticos do governador Beto Richa (PSDB) e do prefeito Gustavo Fruet (PDT) – em uma antecipação daquele que deve ser um dos principais temas da disputa pela sucessão na Capital. E coloca em confronto direto o secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano e deputado estadual eleito, Ratinho Júnior (PSC) e Fruet, o atual prefeito, em decadência – que desde já são apontados como prováveis adversários nas urnas de 2016.

Alçado ao centro do debate público do País a partir de junho de 2013, após a onda de manifestações populares que tomaram conta das principais cidades brasileiras – incluindo Curitiba – a questão do financiamento do sistema está no cerne do conflito entre o governo e a prefeitura, que tem tudo para contaminar a disputa eleitoral do ano que vem. E ganhou novo capítulo com a ameaça de greve e a paralisação de motoristas e cobradores, que voltou a causar transtornos aos curitibanos no dia de ontem.

A categoria paralisou o serviço por quatro horas, em protesto contra o atraso no pagamento de adiatamento salarial pelas empresas. O Sindicato das Empresas do Transporte Coletivo de Curitiba e região Metropolitana atribui o problema a atraso nos repasses por parte da prefeitura e do governo do Estado. A prefeitura acusa o governo de não ter repassado R$ 16,5 milhões relativos às últimas parcelas do convênio que prevê subsídio do Estado para a Rede Integrada de Transporte de Curitiba e região Metropolitana, que expirou em 31 de dezembro último.

Ratinho Jr – que comanda a Sedu a qual está subordinada a Coordenadoria da Região Metropolitana de Curitiba (Comec) – admitiu um atraso de R$ 15 milhões no subsídio, mas alegou que a prefeitura também teria uma dívida de R$ 16 milhões com o Fundo de Urbanização de Curitiba (FUC) – que gere os recursos do sistema integrado. E apesar de garantir que o Estado pretende renovar o convênio para manter o subsídio, avisou que os repasses devem ser reduzidos, porque pesquisa origem destino realizada pela Comec indicou que o peso do transporte das linhas metropolitanas sobre o sistema é menor do que o alegado pela Urbs.

Farpas — A discussão motivou uma troca pública de acusações entre Fruet e Ratinho Jr. “Curitiba só é responsável pelo pagamento das empresas urbanas, vencedoras da licitação de 2009”, afirmou o prefeito. “O governo do Estado sabe da sua responsabilidade, que tem uma parcela de investimento para o transporte. O que o governo não quer é pagar além daquilo que é sua obrigação”, rebateu o secretário.

Diante do impasse, a prefeitura ameaça deixar para o governo a tarefa de gerir o transporte na RMC. A alegação é de que a operação do sistema nas linhas que servem a Capital está financeiramente equilibrada. E que a responsabilidade pelo transporte metropolitano é do Estado. Além disso, a Urbs diz que desde 30 de dezembro tenta obter uma resposta da Comec sobre a renovação do convênio, sem sucesso. “Para nós, isso deixa claro o desinteresse do governo na renovação da parceira”, disse o presidente da Urbs, Roberto Gregório.

Fruet já disse que a candidatura à reeleição é um caminho natural. Ratinho Jr – que inicialmente sinalizava pretender disputar a sucessão para o governo em 2018 – admitiu ao Bem Paraná a possibilidade de se candidatar à prefeitura, reeditando assim o confronto de 2012, quando venceu o primeiro turno e foi derrotado no segundo pelo atual prefeito. Esse cenário indica que a discussão sobre o transporte coletivo deve dominar o debate entre os dois nos próximos meses, se desdobrando na campanha eleitoral.

1 Comentário

  1. Ao senhor, seu Fruet, não peço muito! Somente que mande fechar um buraco que tem na Linha Verde, esquina com r. João Rodrigues Pinheiro, no Pinheirinho, e que entortou a ponta de eixo do meu carro zero! É um buraco pequeno, assim tipo 80cm de diâmetro por 30cm de profundidade, que ali se encontra, incólume, por mais de um mês!!! É só o que lhe peço, seu Fruet!!!

    Paolo Hemmerich

Comente