Uncategorized

Artista plástico Ruben Esmanhotto morre em acidente de moto

Foto: Divulgação / Arnaldo Alves
ruben_110115

de Liana Suss e Angieli Maros, Gazeta do Povo:

O artista plástico curitibano Ruben Esmanhotto, de 60 anos, morreu na tarde deste domingo (11) no Hospital Evangélico, na capital, após sofrer um acidente de moto no Centro da cidade.

O acidente aconteceu por volta das 13h30 no cruzamento das ruas Emiliano Perneta e Brigadeiro Franco, quando um ônibus colidiu contra a moto de Esmanhotto. O pintor foi encaminhado em estado gravíssimo ao Hospital Evangélico, onde deu entrada às 14h20, já entubado, mas não resistiu e morreu por volta das 15h40, após uma parada cardiorrespiratória.

Carreira

Um dos principais artistas plásticos paranaenses, Ruben Esmanhotto produziu um conjunto aproximado de três mil obras. Em dezembro, o artista havia lançado um livro comemorativo aos seus 40 anos de carreira como pintor.

Em entrevista à Gazeta do Povo no início do mês, o artista disse que pretendia também fazer uma exposição individual comemorativa em 2015, que contemplaria obras conhecidas e quadros inéditos. Conhecidas pelos cenários misteriosos, suas criações retratavam casarões antigos da capital e outros elementos, como natureza-morta e ambiente marinho.

Desde que começou a pintar, em 1975, Esmanhotto já apresentou quadros em 24 exposições coletivas, inclusive internacionais, como na França e no Japão. Das 20 individuais, a última foi em 1998, no Memorial de Curitiba.

Na entrevista ao jornal, Esmanhotto expressou satisfação ao analisar o conjunto de sua obra e o desejo de continuar evoluindo como artista. “Eu não lido com pessoas, mas lido com psiquê de objetos, e encontrar uma solução que equilibra é o grande prazer”.

4 Comentários

  1. RAIMUNDO FUENTES Responder

    UMA ATROCIDADE ESTE CIDADÃO E BOM CIDADÃO….MORREU ATROPELADO POR UM MOTORISTA DE ONIBUS QUE FUROU
    O SINAL….TESTEMUNHAS QUANTO FOREM PRECISAS-.HOUVE UM PRINCIPIO DE TUMULTO PARA LINCHAR O MOTORISTA…..
    MAIS UM CRIME SEM CASTIGO NESTA JUSTIÇA LEPROSA…..

    RFUENTES.

  2. Vejo as vezes motoristas furando o sinal pra ganhar tempo….e não ficamos sabendo de punições em casos como este que vitimou este artista ….e outra os ônibus através dos seus motoristas andam em velocidades altas, e nada acontece….

  3. MENSALEIRO JÚNIOR Responder

    QUEM TIVER DÚVIDAS QUE OS MOTORISTAS DE ÔNIBUS DE CURITIBA NÃO RESPEITAM OS SINAIS É SÓ FICAR PARADO EM UM SINALEIROS POR APENAS 5 MINUTOS,E VERÃO QUANTOS ÔNIBUS FURAM O SINAL. NO GOVERNO TANIGUSHI HAVIA UM CONLUIO ENTRE SEU CHEFE DA DIRETRAN (UM TAL DE SAKAMOTO ) E AS EMPRESAS DE ÔNIBUS PARA PARA QUE OS ÔNIBUS NÃO FOSSEM MULTADOS,QUANDO A BOMBA ESTOUROU, O PREFEITO SIMPLESMENTE DEMITIU O SECRETÁRIO E FICOU TUDO NUMA BOA. COMO PERGUNTAR NÃO OFENDE SERÁ QUE O ESQUEMA DO SAKAMOTO NÃO CONTINUA EM VIGOR ? SÓ A SETRAN NÃO VÊ QUE OS MOTORISTAS DE ÔNIBUS NÃO DÃO A MÍNIMA PARA A SINALIZAÇÃO.

  4. Mutatis Mutandis Responder

    Os motoristas de ônibus de Curitiba são uns despreparados.

    Sempre alucinados, correndo, sem freio, jogando os ônibus em cima dos carros.

    São uns ignorantes.

    Ah sim, e os ônibus fumacentos.

    Por que a URBS não faz nada com relação a isso?

    Ganham algum dos empresários???

Comente