Uncategorized

Assessor do Governo do Paraná é preso, suspeito de exploração sexual

de Erick Gimenes e Thais Kaniak, G1 PR:

Marcelo Caramori, assessor da governadoria do Paraná, conforme consta no Portal da Transparência do Estado, foi preso na tarde desta quinta-feira (29) por suspeita de favorecimento e exploração sexual de menores em Londrina, no norte do estado. Segundo a promotora da 6ª Vara Criminal de Londrina Caroline Esteves, responsável pela investigação, ele aliciava adolescentes com idade entre 14 e 18 anos.

“Há diversos elementos que comprovam que ele praticou o crime inúmeras vezes. Ele estava sendo investigado há algum tempo e as provas, até agora, são suficientes para comprovar a prática da exploração sexual de adolescentes”, diz a promotora.

O governo estadual nega que Caramori era assessor. De acordo com o governo estadual, ele era servidor público, exercendo a função de fotógrafo, em Londrina. Caramori foi exonerado logo depois da prisão, ainda conforme o governo estadual.

No Portal da Transparência, no entanto, o nome do suspeito consta como “assessor da governadoria”, ativo, em cargo comissionado.

Com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), o mandado foi cumprido na casa em que Caramori vivia, onde foram apreendidos vários computadores e CDs para procurar mais indícios dos crimes. A investigação, segundo Caroline, continua.

O advogado de Caramori, Leonardo Vianna, disse que ainda não teve acesso ao processo e que, por isso, não se pronunciará sobre quais medidas serão tomadas. Ele reiterou que não há como comprovar os crimes, por ora. “Não há acusação nenhuma ainda. Tudo o que a polícia disser, neste momento, é precipitado. É uma investigação. Ele foi detido para haver maiores esclarecimentos”.

Logo após chegar à sede do Ministério Público, o assessor também negou as acusações. “Quem me conhece, sabe que isso aí é mentira”, afirmou. Para ele, a denúncia pode ter vindo de alguém que queira atingir o governador Beto Richa.

O fotógrafo foi levado para a delegacia do Gaeco em Londrina, onde permanecia preso no começo da noite desta quinta-feira.

13 Comentários

  1. Coloca uma Lingerie e Baton, que logo a Marcela vai desfilar na penitenciária.
    Vagabundo !!!

  2. Isso cheira a gangue do Gaieviski, o pedófilo estuprador do PTque era assessor da Gleisi para tentar como sempre igualar a outros governantes como age sempre o PT.
    Mas se deve algo que pague e ponto final .

  3. FISCAL DE REALEZA Responder

    e agora fabio vai ser escondido amanham quando o gayeviske foi preso a primeira coisa que a gleisse feis foi exonerar mas voce e o resto dos coxinhas até hoje falam o acessor da gleisse entao mudem de conversa porque nos nao vamos esqueçer pois os dois sao pilantras vagabundos um do pt de gleisse e o outro acessor direto do beto entao fale a lingua do povo nao a do beto ou do partido

  4. Sergio Silvestre Responder

    E tem sambem um auditor da receita estadual pego com uma menina de 15 anos e era da mesma turma e o que corre solto em Londrina,tinha um QG onde as cafetinas arrumavam meninas para figurões da politica.Esse sujeito que foi preso é o “PATO ROCCO”figura ligada quase umbilicalmente ao Beto Richa.

  5. Não seja omisso.Assim como fazia com Gaievski, trate de enaltecer: assessor do governo do estado do paraná do governador Beto Richa do PSDB. Cada vez que cai no esquecimento notícias que se referem ao PSDB, maior a evidência de que a mídia é vendida pro governo tucano (seja a grande ou os blogueiros), dando muito mais motivos para termos uma regulamentação da mídia a nível nacional. Imparcialidade é o que falta. Jornalismo panfletário, blogs partidários, manchetes omissas se ocultando em “liberdade de imprensa”, isso é vergonhoso.

  6. Do Interior..... Responder

    Quase igual ao Gaieviski Bernardo !!! ….kkkkkkk. A diferença é que o PT sempre é superior na pilantragem e na bandidagem e mantém a liderança com 35 estupros!

  7. Caro FÁBIO, bandido bom é bandido morto. Estuprador pode estar em qualquer partido, lança ele na penitenciária e que seja entregue aos maridos. Esse tipo de crime cometido contra nossas mães, esposas e filhas não pode e não deve ficar impune. Tem que acabar. Tem que ter limite e deve ser pedagógico. Vamos aguardar a manifestação dos DIREITOS HUMANOS. Atenciosamente.

  8. Drika, tá certíssima!
    Eu ainda sugeriria um depilação nas partes pudendas que aí fica mais fácil arrobar a porta.
    Canalha!!! Vagabundo!!!

  9. Delação premiada!
    Ele vai indicar a companheirada!
    Será que o Procurador Geral vai ter que trabalhar?

  10. A manchete deveria ser assim:

    Fotógrafo ou Jornalista foi preso…

    Primeiro ele é profissional da imprensa depois assessor do Governo, mas chama mais a atenção assessor asponei…

    Já o Gayerski é filiado ao PT, politico por profissão e explorador sexual.
    O mocinho de Realeza é de raiz PT. Politico Profissional.

  11. Sergio Silvestre Responder

    O IMBECIL QUE SE INTITULA JORNALISTA,É DIFERENTE É.
    O CARA GANHA 6 MIL REAIS PARA FICAR NOS BOTECOS DE LONDRINA E QUANDO TEM UMA COMITIVA DE CURITIBA ELE É CHAMADO PARA ARRUMAR MENINAS PARA OS FIGURÕES.É DIFERENTE DO GAYEVISK????????????

Comente