Uncategorized

Traiano anuncia concurso público e cria Ouvidoria

unnamed

O presidente da Assembleia Legislativa, Ademar Traiano (PSDB), anunciou hoje que vai realizar concurso público para contratação de servidores e também a criação da ouvidoria do legislativo, que será ocupada pelo ex-deputado Caíto Quintana (PMDB). O concurso será para preencher as vagas de analista de sistemas, jornalista, biblioteconomista, linguista e consultor legislativo.

Hoje pea manhã, Traiano e o 1º secretário, Plauto Miró (DEM), empossaram os novos diretores do legislativo: Roberto Costa Curta (diretor- geral), Harry Françóia Júnior (secretário-geral da Presidência), Dylliardi Alessi (diretor legislativo), Bruno Perozin Garofani (diretor de pessoal), Cléber Cavalli (diretor de Apoio Técnico), Juarez Lorena Villela Filho (diretor de Assistência ao Plenário), João Ney Marçal Júnior (diretor financeiro), Rodrigo Garcia Sant’Anna Bevilaqua controlador geral), Ines Lemes Pompeu da Silva (diretora de Cerimonial), Katia Chagas (diretora de Divulgação) e o tenente-coronel João Jorge dos Santos Júnior como chefe do Gabinete Militar.

4 Comentários

  1. diretor de Assistência ao Plenário, o que seria isto ? encarregado dos garçons, copeiras e demais serviçais ?
    tudo isto pago com o meu dinheirinho do altíssimo IPTU.

  2. A dúvida que não quer calar:
    Porque o Diretor Geral da ALEP, funcionário comissionado, tem também sua mulher, funcionaria comissionada, se é proibido a contratação de parentes? Vale a pena verificar, pq nós efetivos estamos de OLHO!!!!

  3. Quanta maldade do Traiano, irão para a rua os “jornalistas” e os “consultores legislativos” atualmente empregados? Muitos deles foram contratados sem concurso público, ou seja, podem ir parar na rua na hora em que o presidente quiser. A onda de “moralismo” instalada pelo Rei de Bituruna vai continuar imperando na Casa de Ali Babá?

Comente