Uncategorized

Aos mestres, com carinho

Desde ontem, quando publiquei o post que informa que o salário médio do professor da rede pública paranaense, que trabalha 40 horas semanais, é de R$ 8.000,00, recebi um aluvião de e-maile, mensagens e telefonemas de pessoas indignadas. Especialmente de professores que juram que é uma inverdade. Pois bem, dever de ofício, voltei à fonte. Vi os documentos, as planilhas e os gráficos com gente séria. São técnicos da administração, têm acesso aos dados, trabalham sobre essas informações. Eles calcularam o salário médio dos professores com base na folha de pagamentos da categoria. Pois, bem, cá estou novamente com um conjunto de informações que confirmam a anterior e que devem desagradas a corporação dos professores. Imagino a grita, mas que fazer? Os fatos são os fatos. Aqui vamos nós com 12 fatos indiscutíveis.

Professores

* Os professores tiveram nos últimos 4 anos um aumento salarial de 60% de salário. O valor pago ao piso salarial era de R$ 2.001,87 em 2010. Hoje é de R$ 3194,74. É o maior aumento da história do Paraná.
*O salário médio do professor paranaense é de R$ 8.000,00 para 40 horas/aula – dessas 14 são para hora-atividade.
* A hora atividade, uma pauta histórica da Educação, também aumentou: hoje os professores tem 75% a mais de tempo para planejarem suas aulas.
* Mais de 23 mil professores e pedagogos contratados nesta gestão

Escolas

*Hoje há mais dinheiro para manutenção e melhorias nas escolas. E este dinheiro é administrados pelas próprias escolas:
– Entre 2007 e 2010: R$ 209 milhões
– Entre 2011 e 2014: R$ 340 milhões
*A alimentação está melhor e mais saudável em todas as escolas do Paraná. Os investimentos saltaram de R$ 90 milhões em 2010 para R$ 403 milhões em 2014 para a compra da merenda escolar. Deste valor, R$ 53 milhões foram destinados para comprar alimentos da agricultura familiar
*O investimento em transporte escolar também se fez presente nos últimos 4 anos: o montante passou de R$ 118,5 milhões em 2010 para R$ 318,5 milhões em 2014

Escolas especiais

*Os professores e colégios com alunos com necessidades especiais também tiveram a atenção e o apoio permanente do Governo do Paraná.
*Mais de R$ 436 milhões destinados às escolas especiais. Igual ao investimento nas demais escolas da Rede Estadual.
Hoje, isso é lei no Paraná.
*Só no transporte foram 180 ônibus destinados para o transporte nessas escolas, como é o caso das Apaes.

E mais

*No atual governo, foi regularizada a situação de mais de 30 mil professores que concluíram o curso de licenciatura no caso Vizivali
*Além disso, aumentou também a segurança nas escolas: foi implantada a Brigada Escolar, formada e treinada em todas as escolas, que hoje também são equipadas com novos extintores e sinalização de emergência

103 Comentários

  1. Deveriam ganhar 10 mil, mas o que o sr está dizendo é inverdade. Pára, está ficando feio.

  2. Valdeci Raimundo Responder

    Onde está os 8.000,00 reais de salário divulgado por Fabio Campana?
    Meu Salário de Janeiro de 2015 foi de: 1.878,00 por 20 horas de trabalho, com 04 anos de graduação e 3,5 de especialização(2), totalizado 7,5 anos de Estudos.

  3. Se isso tudo foi feito não é dádiva dos deuses pois educação é prioridade constitucional, não se fez nafã menos que obrigação social do governante. Realmente, 8 mil de salário é uma fortuna, o dobro do auxílio moradia concedido a magistrados, promotores e agora conselheiros do TC!

  4. A forma mais fácil de dizer que os professores da rede estadual recebem esta “miséria” de R$ 8000,00, é mostrar os contra-cheques. Fácil não é mesmo? Então vamos aos fatos, a APP apresenta os dados que ela tem, e o piá de prédio os que ele tem. Mais fácil do que isto? Só falando a verdade, palavra tão em desuso nos dias de hoje.

  5. E quem era o Secretário de Educação nesse período??? O Grande Professor Flávio Arns….

  6. Fá´bio sou uma professora não consegui anexar meu contra cheque aqui mas te encaminho as informações.
    Tenho 40 horas
    Salário base de 01/2010 – 2.242,46 estou no nível II classe 5.
    Salário base de 01/2011 – 2.354.60 estou no nível II classe 5.
    Salario base de 01/2012 – 3.074,64 estou no nível II e em outubro de 2011 elevei da classe 5 para 8 (conforme 103/2004);
    Salário base de 01/2013 – 3.675,85 estou no nível II classe 8. em outubro elevei para classe 11, entretanto no meu conta cheque continuo em 01/2014 como sendo classe 8. recebi em novembro de 2014 a ultima parcela do atrasado da progressão.
    Salário base de 01/2014 – 4.093.04 estou no nível II classe 11, em tese.
    Salário base de 01/2015 – 5.035,76 classe II e nível 11.

    Eu sou uma privilegiada estou no Nível II e Classe 11. para elevar ao nível III tenho que fazer o PDE, certo???? não recebo 8.0000, 00????

    pergunte para o GRHS quantas pessoas fizeram o PDE??
    Quantas já elevaram para o DPE e estão recebendo??
    Quantos já progrediram na carreira após PDE?
    Quantos do PDE chegaram no final (classe 11 da tabela no nível III?
    Aí você não precisa de informações da SEED é só fazer os cálculos e constatar aumento de salário não é reposição salarial, não é promoção e progressão de carreira, é aumento salarial, certo????

    Para receber a média de 8.000,00 eu teria que estar na Classe III e final das 11 casinhas da progressão . Infelizmente da para contar nos dedos os que estão no nível 8 classe III, as pessoas que fizeram o PDE 2007, então não tem ninguém no nível 11 da classe III,

    não sou contra o governo, muito pelo contrário sempre o defendi, mas as inverdades não dá para não cobrir. Você verá que com salário de 7.000,00 não chega a 1%

  7. Vilma Martins Vitor Responder

    Vc está mentindo, pq eu tenho 40 anos na educação ,25 anos no que padrão que estou na ativa e meu salário por 20 hrs nao chega a R$ 2.300,00 livre isto com o vale transporte que o sr governador teve a audácia de tirar. Se informe melhor..

  8. Irene de Alencar Nunes Responder

    Você vai se se “queimar”, Fábio Campana, com essas publicações mentirosas. Venha para as escolas e você verá o que o seu Governador fez com elas. Espero que publique o meu comentário!

  9. Tem coisa que eu não entendo correto. Vou citar o exemplo de Pvaí só nã vou citar a escola ou colégio mas a minha esposa trabalha ao lado de um colégio e como vou levar e buscar a mesma, não ví nenhum professor(a) saíndo de fiat 147, brasília ou algo assim certo? Alguma coisa está errado certo? Será que o RR não está por trás disso ?

  10. Se tudo isso for verdade, como demonstrado pelo Campana, brigar por causa de transporte nas férias é o cúmulo da insensatez. O que notamos é que esses sindicatos antes comandados por COMUNISTAS hoje em dia são dirigidos por PETISTAS FANÁTICOS e sem responsabilidade em PODER DAR CREDIBILIDADE ao comentário.

  11. Essa informação não é verdadeira: um professor quando ingressa no estado do Paraná através de concurso público, se ele possuir Licenciatura Plena terá um salário inicial de R$1236,62, se a Licenciatura for Curta, ou seja, só puder atuar no Ensino Fundamental, seu salário inicial será de R$1051,13, se além da graduação possuir uma especialização terá um inicial de R$1545,78. Com os quinquênios e a progressões esses salários iniciais recebem reajustes, porém, com o pacote enviado por Beto Richa para a ALEP, os quinquênios form extintos e as progressões dependem de critérios estabelecidos pelo governo.
    Que incentivo ou perspectiva tem um professor que ingressa na carreira do magistério hoje no Paraná, mesmo com especialização corre o risco de estacionar em um salário de R$1545,78. Com todo esse suposto fabuloso aumento descrito no texto acima, o Estado do Paraná na atualidade não cumpre sequer a Lei do Piso Nacional, ou seja, paga menos do que o mínimo imposto por Lei.
    Essa informação sobre a remuneração média do professor é uma piada de mal gosto!

  12. Olha Fábio, com muita certeza essa média não procede. Tenho mais de 20 anos de rede, 40 horas, gratificação de diretor, adicional noturno, quinquênios, 2 especializações. Fiz todos os avanços possíveis e mesmo assim não ganho R$8.000,00. Mas mesmo que fosse, o pacote agora proposto, (se aprovado, o que temos fé que não vai acontecer) diminuirá consideravelmente esses valores. Não estamos brigando por aumento de salario e sim pela manutenção das conquistas que vieram com muita luta. Ainda que recebesse R$8.000,00 por um mês de trabalho com as gratificações isso significaria R$1.000,00 a mais que o secretário da educação e da Fazenda vão receber para compor o Conselho da copel (acumulando ainda o valor já do salario de secretário). Representaria também um tanto a mais que somente a gratificação de auxilio moradia de nosso judiciário.Você deve ter os seus motivos para essa defesa. Como sempre alguém tem que pagar a conta, estranho seria acreditar que a mesma não ficasse para os menos favorecidos. Para além das questões aqui já colocadas vale a pena citar que essa defesa não é somente pela nossa carreira, mas sim pelo não desmonte e retirada de ações fundamentais para a classe trabalhadora desse Estado. (Contraturno, ensino profissional, aullas de esporte, Celem, reforço escolar. Pode ate passar esse absurdo, mas não vamos entregar fácil.

  13. Caro Fábio Camapana, gostaria de informar que tenho 24 anos de Estado e trabalho 40 horas, terminei o PDE em julho de 2012 e não recebo 8 mil reais, posso disponibilizar meu contracheque para o senhor. Pode até ser que tenha alguns professores que ganhem isso, mas com certeza é uma minoria. Quanto ao pacote relativo a educação, se houvesse diálogo, se o sacrifício fosse para todos, mas como explicar os aumentos salariais e benefícios para alguns setores, a saber: salários do deputados, auxílio moradia para os juízes, auxílio para o TCE entre outros caso omissos.

  14. Alguém deve estar me roubando ,pois a distância do meu salário para R$8000,00, é estratosférica.

  15. Senhor Fabio, poderia publicar a verdade??
    Este valor nao corresponde sequer ao custo total de um professor no mes ja levando em consideraçao os encargos, qual o salario que realmente vai para o bolso do professor no final de cada mes??Aquele do holerite, sabe i que e isso ne??
    Ah, nao quero nem colocar em cheque o fato do senhor ter boa parte da sua vida dedicada a cargos publicos em prefeitura e no proprio Estado.

  16. Joanita Perini Responder

    Senhor mais uma vez reitero o que postei anteriormente este salário de 3.000 que o senhor anda divulgando é somado com o vale transporte então por favor cite as suas fontes. Se quiser mando meu contracheque para que possa postar verdades na sua coluna entre os professores você já perdeu a credibilidade. E se tem estes valores são professores que há avançaram nos níveis ou seja já estão em sala há mais de 15 anos. Nos poupe de tantas inverdades.

  17. Maria do rocio Responder

    Prezado Fabio trabalho a dez anos em uma escola e nunca nossa escola foi reformada nossos alunos ficam no sol para fazer educação física pois não temos quadra coberta quando chove fica impossível os alunos utilizarem a quadra pois alaga assim eles ficam dentro da sala ,a verba e pouca temos que fazer milagres para manter a escola ,que com freqüência recebe a visita de vândalos que roubam merenda, fiação ,quebram canos ,torneiras ,e pixam as paredes.A greve não entanto pelo salario e sim pelos direitos adquiridos a duras penas que querem nos tirar.

  18. Marlon Peterlini Responder

    Cadê a fonte das pesquisas que mostram que os professores recebem 8 mil? Não foi 60% de aumento, foi tentativa de chegar próximo à Lei do Piso Nacional. Hora-atividade é trabalho tanto ou mais que sala de aula, ou vou preparar aula, preparar e corrigir provas e trabalhos e me atualizar quando? Só estamos pedindo as fontes das pesquisas que afirmam esse salário como “média”. Seja um jornalista sério, por favor.

  19. O engraçado da maioria das greves dos professores e essa não é diferente é a ‘coincidência’ com feriados, já percebeu?
    Estranho alguns professores terem reclamados em redes sociais pelas aulas começarem mais cedo este ano e depois resolverem fazer greve, não é verdade?
    O mais estranho que os principais interessados nessa greve são os professores que apoiaram Requião e o PT.
    A classe que mais deveria dar bom exemple de conduta e caráter é a que mais dá mal exemplo. Acho que deveria haver uma investigação nas aulas de aula avaliando a conduta de professores, muitos realizam um péssimo trabalho além de agirem politicamente nas salas de aula.

  20. Maria Luiza Baggio Responder

    Olá Fabio Campana,
    Só gostaria de lhe dizer que sou Professora do estado e não ganho 8 mil por mês. Já sou professora por 9 anos e não ganho isso. Não sei quais foram os critérios para essa cálculo mas ele não condiz com a realidade. Quanto aos outros fatos lhe convido para visitar a escola em que trabalho para você ver a realidade com seus olhos e não apenas com números.
    Obrigada.

  21. Realmente você não é bem informado, não viu nossa tabela de vencimentos dos salários dos professores, nunca visitou uma escola para ver se realmente o que o governo coloca no papel é verdade… Tivemos muitas conquistas, como a equiparação salarial e o aumento da hora atividade, mas convenhamos incorporar valores, isso não tem cabimento e um desacato aos professores, gostaria de que o Sr. fosse visitar uma escola pública… Direitos adquiridos que querem nos tirar, quanto absurdo.

  22. A remuneração dos professores do Paraná estão descritos na tabela abaixo:
    http://www.portaldoservidor.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=642
    Obs: poucos professores estão no nível III, aliás o PDE (PORTA DE ENTRADA DO NÍVEL III) atualmente esta suspenso e, pelo pacote enviado por Richa para Assembléia Legislativa serão extintos o quinquênios, e os avanços nos quadros apresentados na tabela serão dificultados. Na atualidade não existe NENHUM professor na última diagonal do Nível III.

  23. senhor gostaria de lhe enviar cópia do meu contracheque de dezembro que é de menos de 2800 por 40 horas trabalhadas, ou gostaria de lhe enviar o da minha rescisão , mas o mesmo não existe pois não o recebi. Não sei de onde tirou as informações com as quais nos atacou mas peço que cheque suas fontes.

  24. So gostaria de saber uma coisa do senhor Fabio Campana: quantos professores da Rede Estadual ele usou como “fonte”. Só isso.

  25. Senhor Fábio amo minha profissão pudera q ao menos 50% das palavras q o senhor postou fosse verdade,porém aí q percebemos o quantos vcs são informados, nem se quer assistem jornais pois a semana inteira passou reportagens das situações das escolas, da falta de infraestrutura, da falta de funcionários e assim por diante.

  26. E a qualidade do ensino piorou muito,conheço professores que a mais de dois anos não lecionam,ta na hora de nos pais reagir,direito todos nos temos e deveres também.Portanto direito de um acaba quando começa de outro.Fui prefeito e tenho um grande respeito pelos educadores mas há uma grande diferença entre professores municipais e estaduais.

  27. Glaucia Silvestro Responder

    O q é isso? onde está esse salario? estou com quase 19 anos no estado, duas pós graduações, 3 quinquenios e não estou nem perto disso!

  28. Convido o senhor para uma troca, eu fico com o seu salário e o senhor fica com o meu de professor. Que tal? Aceita?

  29. gabrielangela de olveiara ramo Responder

    Caro Fabio Campana, após ler seu texto aqui postado, onde diz que o salário médio de um educador no Paraná é de 8 mil reais por mês,resolvi esclarecer que esse salario é de um professor com PDE em fim de carreira e posso garantir e provar que não existe no paraná, nenhum educador nesse nivel e classe, pois o programa existe a poucos anos, e que inclusive nosso governador está tentando acabar com ele. Peço que, seus técnicos , confiáveis e competentes,lhe expliquem esse grande detalhe, aliás o senhor poderia aproveitar e sugerir para nossos governantes que todos os professores ganhassem um salário de 8 mil por mês ,o qual seria mais que justo, não acha? A final se não fossem os excelentes prafessores que o senhor teve, não estaria escrevendo seus textos em apoio ao governo hoje.

  30. Roseli Aparecida Responder

    Tem muitas verdades aí sim, não vamos negar, ser hipócritas. Mas afirmo que esse salário não é um salário médio como diz, tam que ter 30 anos de carreira para se chegar a isso. Existe professores que ganham isso sim, na minha Escola acho que ninguém ainda chegou nesse patamar, falta subir alguns níveis ainda, níveis esse que o governo quer tirar. Pelo menos Sr. Fábio, o senhor não repetiu o que mais nos chocou na sua última matéria: que com tudo isso a qualidade de Ensino não é boa. Trabalhamos duro, lutamos pelos nossos direitos, e ainda ouvimos esse tipo de críticas. E mesmo esse professor que ganha tudo isso (que é uma minoria) ganha pouco em relação aos parlamentares e demais cargos comissionados do governo. Sem contar com auxílio moradia de juízes, promotores, etc. Porque ser professor nesse país não é pra qualquer um não, é pros fortes.

  31. Pois é, o papel aceita tudo!!! Teoria é diferente do campo!!! O sr já foi a campo verificar essas informações?

  32. Fábio Campana. Você é um baluarte do jornalismo. Pena que tenha trabalhado com o então governador Alvaro Dias, aquele que aplicou sobre os servidores públicos um tal redutor salarial, diabólico e especialmente maléfico e prejudicial, que depois caiu pela Justiça. Lembra? Aquele que mandou os cavalos sobre os professores e depois tirou o corpo fora, lembra?
    Para pagar os salários sem o redutor o governador Jaime Lerner, de amargas lembranças e que foi recentemente condenado por falcatruas dos pedágios, exigiu que os servidores abrissem mão dos atrasados a que tinham direito. Por gentileza, pense um pouco mais para publicar informações vindas do mentiroso Beto Richa. Por favor, duvide sempre,pois já chega as mentiras da campanha eleitoral. Assim, você manter-se-á impoluto quanto a sua respeitabilidade. O governador afirma que o salário médio dos professores é 8 mil reais. Talvez, o máximo de alguns possa chegar
    aos 8 mil reais. Para tanto, vejam a tabela salarial dos professores postada neste blog. Beto Richa CALOTEIRO.

  33. Fabiano Meira de Moura Luz Responder

    Sou professor do estado concursado há 7 anos. Tenho graduação e mestrado em Física. Trabalho 47 horas por semana e ganho 4 mil reais por mês. Pelo plano de carreira atual, meu salário será de 8 mil por mês daqui a 15 anos.
    Sugiro ao amigo blogueiro que disponibilize os dados ou indique a fonte onde os dados estão disponíveis.

  34. Há um equívoco de tabela o valor de R$ 3.194,74 refere-se ao Quadro Próprio do Estado QPE

    Os salários dos professores é regido pelo QPM – Quadro Próprio do Magistério cujo o piso inicial para 40 horas é: R$ 2.473,22, detalhe é exigido o curso superior para o ingresso igual ao Agente Profissional.

    Segue parte da tabela para sua orientação, o inicio de carreira dá-se pelo nivel I F6, onde é exigido a Licenciatura Plena, o nivel II G7 dá-se com a conclusão de Pós Graduação, e o nivel III é alcançado com Mestrado e O PDE – Programa de Desenvolvimento Educacional.

    O teto é de R$ 8.612,,86 que refere-se ao Nivel III Classe 11 diferente do Agente Profissional que encerra a carreira na classe III Referencia Salarial 12 com R$ 12.028,55.

    TABELA DE VENCIMENTO BÁSICO E REMUNERAÇÃO – QPM
    JORNADA 40 HORAS CLASSES
    NÍVEIS 1 2 3
    NÍVEL III 5.287,56 5.551,94 5.829,52
    NÍVEL II / G7 3.091,52 3.246,12 3.408,40
    NÍVEL I / F6 2.473,22 2.596,88 2.726,72

  35. VERA LUCIA PEREIRA DA SILVA Responder

    Prezado Senhor,
    Com todo respeito que o senhor merece, gostaria de informar-lhe que suas fontes em relação a folha de pagamento não estão corretas. Sou professora pedagoga desde 1994, portanto em junho deste ano completo 21 anos de serviço público estadual. Estou no último nível da tabela, e recebo R$3.060,00 por 20 horas. Quando conseguia aulas extraordinárias tinha este valor duplicado, com o auxílio transporte e meus quinquênios recebia o valor que o senhor aponta como sendo o valor de todo professor com 40 horas. (O que a partir deste ano, isso não ocorrerá mais , tendo em vista a redução do porte das escolas e a redução do número de professor pedagogo). Temos uma grande parcela do professorado paranaense com menos de 20 anos de rede, portanto sua informação não pode ser generalizada. Seria muito importante o senhor corrigir sua informação “de que o salário do professor de 40 h é de R$ 8.000,00”.

  36. Sr. está generalizando as coisas,cada caso é um caso bem diferente e o seu parecer é bem apurado, talvez desse que seja no final da carreira.

  37. Sandra M Kendrick Responder

    Gostaria que fosse postado a tabela de vencimentos aonde
    consta esse valor de 8000. Estou no final da carreira com 40
    horas e não recebo isso como bruto e com quinquênio.
    Grata
    Sandra

  38. Atenção povo paranaense: a patrulha escolar é uma falácia, pois com poucas viaturas e pouco efetivo é insuficiente para fazer alguma atividade preventiva ou repressiva, no mínimo, mais ou menos. A patrulha escolar não previne nada. Foi criado o Batalhão Escolar, de mentirinha, apenas para abrir mais uma vaga de Ten Coronel, com direito à benesse de gratificação de comando. Se houv

  39. josé carlos de andrade Responder

    Agora eu entendo por que o estado está nessa pindaíba… se o maior salário é R$ 8 mil e pouco para 40 horas no ultimo nível III, não tem como a MÉDIA ser R$ 8 mil, a não ser que todos ganhassem esse valor, ou que o maior salário pago fosse muito maior que esse valor, nem por média aritmética do salário nem por média ponderada de faixas de salários x números de professores.

    Que o governador não saiba fazer conta eu até acredito mas que o blogueiro não saiba, acho meio improvável.

  40. Fernanda cristina conte Responder

    Infelizmente o que você chama de pessoas sérias …. São mentirosas!!! Mas vamos fantasiar… Se fosse verdade, qual
    o problema? Entretanto nossa greve não e por Aumento de salários…. É pelas salas de apoio que foram
    Fechadas, pelos projetos pedagógicos que foram cortados, e por uma educação de qualidade….. Entre tantos outros motivos…. Agora, já parou para pensar que está julgando aqueles que formam um país, jornalista, médico, político…. Não existiriam sem
    Um professor…. E falando em
    Politico, vc já pesquisou com pessoas sérias o salário médio de um deputado, governador??? Acredito que não….. Entristece saber que um dia, o Sr já frequentou uma escola, aprendeu ler e escrever e hoje usa isso contra aqueles que te ensinaram….. Muito triste saber que nos professores somos os culpados pelas mentiras que pessoas como você publicam….

  41. Patricia Petricio Martins Responder

    Boa tarde Fábio. Não vou usar palavras pejorativas para você porque tenho boa educação e sou educadora. Não realmente qual é a sua intenção com tudo isso. Como jornalista deveria ser mais informado. Acredito que você não tenha ido em nenhuma escola para ver a real situação. Contudo você está postando inverdades e me faz pensar que está sendo patrocinado para isso, pelo próprio Beto Rocha e não pelo Governo pois o mesmo não está do lado dele. Já parou para pensar quando, numa CPI, tudo for comprovado, quando ele cair… O que será de você? Onde está sua ética como jornalista? Gostaria de me respondesse.

  42. Romer M. Santos Responder

    Como o salário médio do professor paranaense é de R$ 8.000,00 se na Tabela de Vencimentos dos professores o último nível de carreira é de R$ 4.306,48 para 20 horas? Se o professor tem dois padrões (40 horas) e já passou vários anos na escola e chegou nas últimas fases de progressão e promoção, OK. Isso dura quantos anos, uns 25?

    Outro ponto: a merenda escolar é paga com convênio federal, ou seja o dinheiro não é do tesouro do Estado do Paraná. Mas a propaganda é feita como se o Beto Richa tivesse liberado este dinheiro… não é bem assim. Isso é pago pelo Governo Federal, apenas os contratos são feitos pelo governo estadual.

  43. CLARA A EXPLICAÇÃO. LOGICAMENTE NÃO ENTENDE QUEM NÃO QUER, PRINCIPALMENTE ESTA CATEGORIA QUE FOI “PTetizada” AQUI NO ESTADO. O PROFESSOR DE HOJE SÓ É SOLIDÁRIO E SE AGRUPAM, PARA FAZEREM GREVE. PROVA DISSO É “uma professora” QUE USOU DO CARGO DE presidente DA ASSOCIAÇÃO, PARA SE LANÇAR CANDIDATA (pelo pt é claro), NA ELEIÇÃO DE 2014 E CONSEGUIU FAZER UMA MISÉRIA DE VOTOS. CATEGORIA UNIDA? SIM, SÓ PARA FAZER GREVE.

  44. O que realmente está acontecendo nas escolas:

    – Atraso no repasse de recursos (as escolas não tem dinheiro para nada)
    – Não pagamento do salário de dezembro dos PSS
    – Não pagamento da rescisão dos PSS
    – Não pagamento dos 33% de férias
    – Fechamento de salas de aula com menos de 39 alunos, há turmas com 50 alunos matriculados (como ter qualidade assim?)
    – Fechamento salas de apoio, salas de recursos, CELEM, Mais Educação e todos os demais projetos e programas
    -Em Cascavel, não pagamento dos médicos do SAS, logo, sem atendimento de saúde
    – Cancelamento licenças
    – Sem PDE
    – Sem professor auxiliar para alunos com Necessidades Educacionais Especiais ( como pode acontecer a inclusão dessa forma????)
    – Corte do Auxilio Transporte
    – Corte de pedagogos e diretores auxiliares
    – Corte de funcionários (inclusive gestantes, o que é proibido por Lei)
    – Não há merenda nas escolas
    – Governador enviou projeto de Lei para retirar o direito de todos os servidores públicos, em contrapartida aumentou seu salário e dos deputados em valores astronômicos

  45. maria de lourdes dos santos Responder

    eu queria entender o porque do salario do meu marido que foi aposentado com 40 horas aulas ser de pouco mais de R$ 5.000,00, e vc ta afirmando que os professores recebem oito mil por mes

  46. Professora de Verdade Responder

    Vamos supor que essa sua notícia seja verdadeira: Então os professores estão em greve para ganhar mais de 8 mil, mentem sobre as condições da escola, que pelo volume de verbas, está sobrando, a comida para a merenda é variada e abundante e não falta, os ônibus foram aumentados e atendem plenamente, bem como todas as reivindicações foram atendidas. Então o governo do Paraná é uma vítima desses professores vampiros que sugam todo o dinheiro da arrecadação e vivem fazendo greve. É isso que o senhor está passando para o povo paranaense? baseado em dados a que só o Sr teve acesso? Olha isso é caso de esclarecer-se na delegacia de polícia.

  47. Paulo Biscaia Filho Responder

    Prezado Campana, ficaria muito grato se você puder publicar em seu site as planilhas e informações mencionadas como fonte. Como professor com Mestrado em regime T40 para a UNESPAR, não recebo nem mesmo metade do que é publicado como valor médio. Meus colegas trabalham com a mesma média de salários que a minha. Para que a média se feche em 8000, isso significa que uma parcela maciça está recebendo mais de 10mil reais, um valor que nem mesmo professores doutores recebem por aqui.
    Também não vi meu salario receber 60% de aumento nos últimos anos. Será que fui preterido?
    Sendo assim, agradeceria muito se pudesse publicar os documentos aos quais teve acesso, pois não vejo nestes valores no portal da transparência. Seu texto me deixou curioso para entender melhor sobre minha posição profissional em perspectiva com o restante de meus colegas no estado. Mais uma vez agradeço desde já pela atenção e aguardo ansiosamente por seu novo texto, desejando sucesso em seu ofício.

  48. Fernanda cristina conte Responder

    Compare o salário e os benefício de um professor com 40hs e o de um deputado… É um agravante… Professor tem curso superior e os deputados, será que todos possuem formação???

  49. Rosangela Santos Responder

    Nossa! Quem está recebendo minha parte? Com 40h meu salário não passa de 3.500,00 reais!
    Pra chegar aos 8.000,00 só com 40h, vários cursos de aperfeiçoamento e uns 20 anos de trabalho!!!
    Quero saber também onde esconderam esse “investimento” que o governo do Estado diz ter feito e gasto com educação!
    Só tenho visto em meus anos como professora, escolas caindo aos pedaços ou com problemas estruturais devido à obras fruto de licitações fraudulentas e não fiscalizadas!

  50. Tenho 32 anos de serviço, duas pós graduação, não chego nem perto desse ganho.
    Lembrando que fui impedida de trabalhar no período noturno, o que me garantiria mais 20%. Tenho um padrão, seis quinquênios, e recebo pouco mais de 3500,00. Quando fui readaptada tinha uma aula extraordinária, recebo por uma aula, mais auxílio transporte, isso significa que se eu trabalhasse mais 20 horas não chegaria nos 8 mil. Esse salário é para professores que tem gratificação e trabalham à noite, o que constitui a minoria e não a média da categoria.

  51. Vc não publicou o meu comentário que fiz no seu outro artigo sobre o nosso salário. E posso te provar que isso é mentira, mas sei que nada disso te interessa. Posso te enviar meu contracheque? Ganho 3.492,00 e tenho 15 anos de profissão.

  52. Vanda Barbosa Vieira fermino Responder

    Olha Fabio ate concordo com muitas das tuas posições, mas com relação a 8.000 não e bem verdade na minha escola somos em 120 professores so uma ganha esse valor ela tem PDE e so falta 5 anos para se aposentar. A grande maioria ganha de 2000 ate 4.500

  53. Sou pedagoga no estado do Paraná desde 2005, o que é um tempo considerável… Trabalho quarenta horas semanais sem carga horária de hora atividade (planejamento), não ganho a média divulgada e provavelmente não ganharei tão cedo, poucos colegas ganham ou estão próximos de chegar a esse salário, pois para isso é necessário a realização do Pde ofertado pelo governo do estado, o qual é proporcionado a uma pequena parcela dos professores… Não estou reclamando do meu salário, provavelmente o senhor desconheça a realidade da escola pública, pois mesmo que tenha sido aluno de escola pública como eu fui, hoje ela é outra, os alunos são outros, a sociedade é outra, as famílias… Humm as famílias essas são raridades… Tudo isso reflete em nossas salas de aulas… Mas voltando ao assunto, estamos em greve sim por melhores condições de trabalho, por menor número de alunos em sala, por apoio pedagógico aos alunos com dificuldades de aprendizagem, por profissionais suficientes para suprir as necessidades da escola, pelo repasse da verba do fundo rotativo que está atrasada desde outubro do ano passado… Mas isso a mídia não fala…

  54. Professor César Ricardo Responder

    Como o senhor mesmo disse, também vou desconsiderar os seus erros de concordância e de ortografia do seu texto e me ater apenas ao fatos.

    Quando o senhor diz: “..Vi os documentos, as planilhas e os gráficos com gente séria…”, presumo pelo o que o senhor expõem, que os professores que entraram em contato não devem ser sérios.

  55. Novamente você está com informações erradas.
    Tivemos equiparação salarial e não aumento salarial, sabe a diferença ou quer que lhe explique.
    Pois qualquer outro concursado fora da SEED recebia com a mesma titulação em média 1000 reais a mais.
    Esses 3194 é por 40 horas e não por 20 horas.

  56. Muito bem Campana, agora você pode pegar seu diploma e rasgar foi conferir a fonte e voltou com mais desinformação.

  57. Boa noite Fábio.
    Venho nesta msg perguntar algo: onde é a escola que paga esse salário?
    Me diga que eu quero ir lecionar nela.
    Tenho 18 anos de sala de aula, sendo 8 aqui no PR, 42 aulas semanais, tenho mestrado e estou no nivel 2, meu salário bruto é de 4200 reais e líquido, tirando todos os descontos, 3200.
    Pago aluguel, as contas da casa, despesas da filha e outras contas e acaba o salário antes do mês.
    Dos meus colegas e professores da minha cidade, menos de 20% recebem mais de 5000, por isso peço ao senhor, pare de escrever inverdades e conheça a realidade da educação do PR.
    E se o senhor acha que um professor que recebe 8000 mensais é muito, dps de ter estudado um monte, escreva também que o salário de um juiz, deputado, governador e o seu próprio é um absurdo (muitas dessas pessoas podem não ter estudado metade do que eu estudei) .
    Conheça a realidade e repense.
    Um abraço respeitoso
    Luiz Fernando

  58. PRIORADO DE SIÃO Responder

    verdade seja dita, esse governo contempla o funcionalismo público, trata com respeito…

  59. Outra coisa, o aumento da hora atividade nao foi um presente do desgovernador, isso é lei federal, portanto uma obrigação dele.
    E o aumento de salário também, jà que é aprovado pelo ministério da educação e também regido por lei federal.

  60. Poderia visitar algumas escolar e ver pessoalmente as condições, aí sim pode falar. Mas visite principalmente os municípios da região metropolitana e tire suas conclusões.é correto tirar direitos adquiridos dos professores, a educação é culpada pela atual situação do estado?

  61. MARIA ROSA SANCHES DOS SANTOS Responder

    Olá, Fábio!

    Gostaria que me enviasse a fonte informativa de que um professor ganha R$ 8.000,00 por 40 h. Até conheço professores que ganham salário próximo ao que você diz, porém, têm um padrão aposentado e trabalha 40 h ou então, trabalha 60 h semanais. Fora isso, desconheço tal salário. Mas, em se tratando de uma informação de um profissional como você, preciso buscar onde está o erro no meu pagamento e procurar pedir para que seja acertado e ressarcida essa diferença salarial. Obrigada pela dica.

  62. Mas ainda não consta a fonte, gente séria? Realmente seu estudo foi muito científico, parabéns… gente séria é uma bela fonte.
    Então, por gentileza, avise seu amigo governador que há algo de errado com o pagamento dos professores do Estado, alguém está passando a mão em parte de nosso pagamento…
    Mais de 23 mil professores e pedagogos contratados nesta gestão, mas que tipo de contrato? PSS? Que são demitidos quando dá vontade no governador, profissionais que ele paga quando quer?
    Hoje há mais dinheiro para manutenção e melhorias nas escolas (quando o governo resolve repassar né?!! esqueceu das parcelas do ano passado que as escolas ainda esperam?)
    Vizivali…lembro… cursos não reconhecidos que os professores tiveram que cursar novamente por uma Universidade Pública …http://www.gazetadopovo.com.br/educacao/conteudo.phtml?id=1065978

  63. Acho tão engraçado quando vejo as pessoas considerarem vale transporte como salário quando convém, talvez seja isto que cause tantos problemas… mas é assim, consultores administrativos que consideram um aumento salarial tratando dissídio como um aumento, que tratam remuneração e salário como sinônimos nos momento convenientes. Demonstre isto com tabelas, não com “ALGUÉM FALOU” que fundamento mais abstrato e conveniente, é assim que vc embasa suas convicções? Já dizia o ministro da propaganda nazista de Hitler, “uma mentira repetida mil vezes torna-se verdade”. Parabéns, falta mais 998 boa sorte!

  64. Aos professores bezerros do governo, o leite está acabando. Só querem direitos e deveres nada… O nosso nível de educação está péssimo, vcs são responsáveis pelo futuro melhor do nosso estado, então vamos ser coerentes, para ganhar mais tem fazer a vaca produzir mais leite, RESULTADO, nossos filhos ficarão felizes.

  65. Olá sou professora concursada no Estado do Paraná e chamou a minha atenção o valor do salário médio de R$ 8.000,00, tem algo errado no meu contracheque pois apareçe R$1.249,00 como prova posso encaminhar meu contracheque. Só lembrando que se faz concurso para somente 20 horas, para 40 são dois concursos em períodos diferentes. Onde posso ir para verificar este erro que o senhor esta afirmando que é salário médio? Por favor, aguardo sua resposta.

  66. Se for consultar os nossos contracheques verá que esse valor é absurdo pois eu estou com 27 anos de magistério e recebo 8000 reais na soma de três pagamentos e meio,e assim ocorre com meus colegas.O senhor foi enganado pelos técnicos,como fazem as propagandas ou, alguém está desviando o nosso dinheiro.E eu tenho pós graduação também.Peça a nossa tabela de plano e carreira que mostra os nossos vencimentos e dos funcionários.Pelas reclamações deve ver que algo está errado mesmo nas suas declarações.

  67. Ana Paula Gomes Responder

    Sr. Fábio Campana, acredito que o senhor tem acesso a muitos números do governo e dá créditos a ele. O Valor médio de R$8.000,00 Reais pode ser até um número verdadeiro, pensando que mais de 30% dos professores estão em fim de carreira, (se informe melhor em http://www.geledes.org.br/por-que-docencia-nao-atrai/#axzz3RCeRBOXF ) ou o senhor pensa não ser justo chegar no fim de uma carreira de 25 anos ou mais de trabalho com a educação da sociedade e usufruir de um salário como este? Em relação ao valor do aumento de 60% em quatro anos, observo que, apesar de você ter acesso aos números, comete um equívoco, pois este valor mencionado é o salário mais o valor do vale transporte (R$ 721,00 por quarenta horas), valor este que, o nosso queridíssimo governador já tentou retirar de nossa folha diversas vezes e novamente realiza esta tentativa. Este valor já foi incorporado em nosso salário, não legalmente, mas contamos com ele no final do mês. Com certeza, você tem acesso a estas informações com esta “gente séria” a qual se refere, ou, como muitos de nós fazemos, vemos apenas aquilo que nos interessa. Acredito também que você foi muito infeliz na escolha do título de sua reportagem, aparentemente não compreendeu o filme, ou se quer o assistiu.

  68. Boa noite caro Fábio, mesmo o senhor dizendo ter consultado fontes confiáveis, ainda o senhor coloca equívocos em seu Post, como em relação ao salário médio inicial do educador: bom, se é o desejo da maioria que o auxílio transporte do professores não seja computado com salário, assim o senhor deve o fazer, então, refaça sua contas: R$ 1236,62 * 2 (se cargo de 40 horas)= R$ 2473,24 (bruto) lembrando que existem descontos como de previdência e IR deste valor (hum,mas vamos ter de economizar para pagar previdência complementar), mas claro o senhor deve considerar este valor imoral, afinal pra que professor ganhar bem, ele apenas ensina. Certamente o senhor deva concordar também, que o salário de um deputado estadual e governador (em média 30 mil, para não ser injusta) deve ser um investimento muito melhor, afinal o trabalho é muito árduo e eles controlam esse bando de fanfarrões não é mesmo. Acredito que o senhor também seja a favor dos 4 mil reais de vale moradia para juízes e integrantes do TCE, afinal, que injusto estes profissionais tirarem de seus salários o dinheiro para manter suas residências, claro educadores ganham bem o suficiente para terem casa própria carro de luxo então para que auxílios…talvez o senhor pense em contar a seus leitores que o valor do nível 3 só é alcançado após 15 anos de carreira, apresentando certificados de dois em dois anos (cerca de 300 horas) , . Sabe senhor estou decepcionada com minha classe, acho que vou abandonar a profissão, afinal porque trabalhar com tantas regalias hein, sals aconchegantes, acredito que devam até ter ar condicionado, 50 crianças para ensinar ao mesmo tempo, é facilidade demais para alguém que só ficou 4 anos em uma graduação, teve de pagar por pós graduações, desembolsar dinheiro para comprar materiais para tornar suas aulas atrativas, passar noites em claro preparando ou corrigindo provas ah esqueci, eles tem hora atividade, pois é proponho um desafio ao senhor, visite uma escola pública escolha um professor, o substitua durante uma semana, prepare aulas, provas ou trabalhos, ensine seus alunos, depois a gente volta a discutir nossas regalias e aí quem sabe eu resolva abandonar a minha profissão e seguir a sua, afinal, é tão fácil ensinar, difícil é julgar a realidade que não conhece e defender quem não merece!!

  69. Meire Antunes Furtado Responder

    Caro jornalista você escreveu em seu blog que um professor do Estado ganha 8.000,00, tenho 2 padrões de 20 horas, no primeiro já estou no último nível da classe 2, e no 2º estou no nível 9, gostaria de saber onde está a outra metade do meu salário pra poder cobrar da pessoa.

  70. Comportou-se como um foca…
    Não checou a fonte e deu nisso.
    Mas eu admiro seu trabalho e continuarei acessando seu blog.

  71. CARO FÁBIO TENHO 30 ANOS DE MAGISTÉRIO COM DOIS PADROES E O MEU SALÁRIOE O SEGUINTE:
    2500 + 2500 (ARREDONDANDO DA SOMA DOS DOIS PADROES)
    6 QUINQUENIOS (QUE VAO ACABAR) 30% SAO MAIS 1500
    MAIS O VALE TRANSPORTE DE 350 + 350 SAO 700
    ENTAO SOMANDO OS VALORES RECEBIDOS SAO 7,200,00
    MAS OBSERVE QUE EU ESTOU ME APOSENTANDO COM POS GRADUACAO E ESTOU NESTE VALOR.
    POSSO MOSTRAR MEU CONTRA CHEQUE E SO ME DAR UMA FORMA DE ANEXA-LO

  72. Caro Fábio Campana, por mais verídicas que possam ser suas informações, ainda faltam dados que confirmem os valores mencionados pelo senhor. Quantos professores receberam salário? Qual o valor gasto? Dinheiro que a gente gasta comprando materiais que deveriam ser obrigação do governo oferecer entra nessa conta?
    Escolas sem laboratórios de matemática, biologia, física e química têm materiais vindo de onde (na minha vem do meu bolso)?

  73. É triste descobrir que um jornalista que vc admira, e admira por seu talento, seus textos, seu estilo, na verdade, é seu inimigo.

  74. Vamos ter que colocar cópias dos contracheques pra você ae convencer??
    Eu trabalho 40 horas e não recebo o piso que você colocou.
    Então alguém neste governo está desviando o dinheiro de nossos salários.
    Os aumentos que tivemos era aumento assegurado por lei que foi parcelado e suado para consegui-lo. Reveja se o aumento real foi de 60%. Cruze os dados do governo com os do sindicato.

  75. Só pode estar contando os professores com doutorado que dão aula em universidades…. E não esqueçam, pra R$ 8.000,00 ser MÉDIA, tem professor ganhando mais que isso!!!! QUE ABSURDO! Quanto será o teto fantasia que ganha um professor nessa infundada pesquisa do Fabio?? 15 Mil?? Ou seriam 33 mais 4 de auxilio moradia?

  76. Luiz Antônio Acra Responder

    Sr. Fábio Campana,
    primeiro: o sr. confundiu salário médio com teto salarial, são duas coisa diferentes e indiscutíveis;
    segundo: os “doze fatos indiscutíveis” não são tão indiscutíveis assim, pois basta ver reportagens e entrevistas em jornais e televisão, para ver que o que o sr. postou é fruto de propaganda oficial, que aliás, aumentou consideravelmente nesse governo.
    Portanto os seus fatos, estes sim, são discutíveis.

  77. Francisco Carlos Ruiz Responder

    Prezado Fabio Campana, acompanho seu BLog, e sempre acreditei em suas noticias. Mas esta, por favor, corrija o quanto antes para não perder o crédito e ser taxado de jornalista manipulado pelo poder. Os fatos são irreais, não tem comprovação. Os professores em sua maioria conquistaram com muita luta os ganhos salariais e estes valores não chegam nem perto dos 8.000 mencionado. Os professores não são idiotas. Estão tentando mostrar a população que os professores tem um bom salário. Mentira tem perna curta..

  78. Fábio, tenho lido os comemtários dos professores, e não poderia deixar de compartilhar. Realmente as primeiras informações foram totalmente equivocadas. Fui professora do estado, primeiro no ensino médio, depois Faculdade Estadual (Fap) hoje Unespar. Um professor do ensino superior para ganharem torno de 8.000,00 (citado) precisa ter dotourado, dedicação exclusiva, e mais ou menos de 10 anos de carreira. Hoje, em os “concursos” de docentes em Universidades, o curriculo mínimo é Mestrado( dependendo da disciplina) e na maioria delas só com Dotourado. Um Mestre (inicio de carreira) o salário base para 40 hs é de:2.820,00 aí tem mais uns 800,00 Adic. Titulação. O professor universitário “poderá” c/ Dotorado ou Pós Dotourado chegar ao final da carreira( após 25 anos) com uns 12.000,00 Agora,p/ o ensino médio o salário é bem diferenciado, pois só conta a primeira especialização. Um ex: um professor , graduado e uma pós graduação ( inicio de carreira, 20 hs semanais) ganha em torno de 1.100,00 mais uns “vales transportes” não tem “auxilio moradia” “auxilio refeição”auxilio Combustível” que os altos salários de Governantes, políticos em geral e magistrados ganham. Vergonhoso!

  79. Jorge Inacio Dotti Responder

    Então acredito que o pessoal técnico do administrativo não sabe fazer conta. Logo, precisa do professor que está em greve. Enquanto na ALEP temos o pacote de maldades, aqui vemos o pacote de mentiras!

  80. zelina berlatto Responder

    O sr. precisa saber que estes valores de verbas gastas com educação NAO chegam no seu total nas escolas….a merenda por exemplo: comprada por assessores DEVE ter sua cota divididas com comissões e propinas!!!! ou superfaturamento…assim é em tudo nos governos…. os professores ganham por 0 hs… no máxcimo 3.200,00 por mês!!!!
    eu sou aposentada, prof. universitária e nao ganho 8.000,00 por mês….. veja o sr que estudei mais de 12 anos para dar aulas na univ. e ainda depois de aposentada, de ter contribuído com 12% por 44 anos… agora o sr Richa.. vai descontar o INSS dos aposentados…e o velhacos dos deputados ( que tiveram 265 de aumento) aprovaram… APROVARAM!!!!!!

  81. Na verdade, não concordo com estas greves de professores e bancários. Em média tem de 5 a 10 greves por ano dos professores e bancários. Vejamos o trabalhador normal que por sinal hoje muitos também estudaram e tem uma faculdade e estão trabalhando dentro de industrias, não tem esse direito de fazer greve, porque não são funcionários do estado. E alem do mais me desculpem a qualidade de ensino dos senhores anda péssima. os senhores tem o direito de questionar e lutar por um melhor salario e melhores condições de trabalho, mas existe várias maneiras de fazer isso sem ser greve. E quanto a qualidade, não sou nem perto de ser um grande estudioso, mas via aqui mesmo nos comentários professores escrevendo errado por exemplo. palavras básicas como policia, cade o assento. Eu sim posso errar, não fiz faculdade para ser professor. Me desculpem a classe mas greve pra mim e quem não quer trabalhar. Quando os senhores prestaram concurso tinha no edital o salário. e veja que a porcentagem de aumento que os senhores e banqueiros ganham por ano não existem em outras classes.

  82. faco um convite aos professores leitores deste site, que tirem uma foto de seus olerites, e mostrem pra esse senhor todo cheio da razão quantos são os professores, que mesmo com 2 pos graduações (mestrado e doutorado), fora as demais, após quanto tempo um ou outro começa a receber 8 mil reais.
    Além do mais, tirar os DIREITOS por eles conquistados é muito mais grave que os calotes dados pelo Exmo governador, sem falar nos reajustes abusivos nos vencimentos do próprio governador (33 k mensais) e dos deputados (26 mil), fora os carros executivos, ajudas de custo e mesada que até a senhora sua mãe recebe.

  83. Lastimável seu posicionamento de institucionalização das inverdades governamentais. Minha mãe é professora aposentada, tenho primos e irmão professores. Creio que não tenha sido este tipo de atitude que o nobre amigo tenha aprendido com seus mestres e pais. Um país sem cultura é um país sem identidade. A verdade é uma só: ou se está do lado do povo ou contra ele.

  84. Muito fácil fazer tais cálculos. Difícil e trabalhar 40 horas semanas com salas superlotadas e, se acha que é mentira passa em uma escola e veja com seus próprios olhos. Difícil é ver o contracheque vom pouco mais de três mil reais- sou PSS- e ver pessoas sérias achar que todos os professores ganham oito mil reais em média. Difícil é ficar sem receber suas férias e rescisão de contrato, pois o Governador do estado diz não ter dinheiro em caixa. Lembrando que o mesmo Governador aumentou o salário dele e dos deputados em 26%. Difícil é ver suas contas chegarem a geladeira esvaziar sabendo que você trabalhou dignamente, mas não te pagam. Triste realidade meu caro e peço educadamente que você nos tespeite. Percebo que não entendes nada mesmo ou melhor entende o que quer!!

  85. André, desculpe, mas o acento deve estar debaixo de vc!!! rs, Vamos lá, adoro estas falas com pessoas que acreditam que o professor é o único fator preponderante ao ensino de nosso educando, vc estudou em escola pública? Espero que nunca tenha tido o prazer de sentar em uma sala com 50 alunos, pois eu já lecionei para esta quantidade… imagine que além destes 50 tinha outras turmas, não consegui nem sequer decorar o nome de muitos… imagine dar uma real atenção, lembrando que temos alunos “especiais” dentro da sala, que muitas vezes necessitam de uma atenção individualizada. Tá na hora de parar de pensar de forma simplista e entender que o problema vai muito mais além, poderia escrever muito mais sobre variáveis que dificultam o aprendizado, mas acho que já está bom para entender.

  86. Gerson Almeida Macedo Responder

    REALIDADE DESCONHECIDA

    Chamou-me a atenção o fato do editorial do dia 24/11/2013 do jornal Gazeta do Povo que ao dissertar sobre a administração do atual Prefeito de Nova York, Sr, Bloomberg, citando as medidas adotadas por ele na área de Educação, tocou em um assunto que é um verdadeiro tabu para a maioria da imprensa nacional. Digo tabu, pelo fato de que ao se discutir sobre educação, raramente a imprensa aborda a questão da qualidade do professor e de sua atuação em sala aula; E na ânsia de exaltar seu valor, preferem focar todas as mazelas na ação governamental no setor ou simplesmente transferir a culpa de todos os problemas para os pais e alunos. Não que estes não tenham suas parcelas de responsabilidade, mas dai a Cézar o que é de Cézar. Sou professor por formação e embora não atue, convivi proximamente neste meio ao longo de minha graduação de licenciatura e isto me dá o conhecimento e a isenção necessária para falar de maneira empírica sobre o assunto. Para melhor entendimento, fazem-se necessárias algumas considerações. Então vejamos: Sem medo de errar, posso afirmar que a grande maioria das escolas públicas de nosso estado oferecem uma boa estrutura física e material para a formação de nossos alunos. No quesito salarial, nossos professores hoje são bem remunerados; Um professor que tem quarenta horas-aula e um curso de especialização, chega a ganhar após dez ou doze anos de serviço, aproximadamente R$ 7.000,00 reais; Ou seja, R$ 3.500,00 por período. Além disto o Estado tem ofertado gratuitamente cursos de mestrado através do PDE ( programa de desenvolvimento educacional ), o qual consiste na dispensa do professor da sala de aula, passando este a se dedicar a uma especialização a nível de mestrado, sem nenhum ônus financeiro, possibilitando que após sua conclusão o professor ascenda ao nível três da carreira, o que fará que após algum tempo este profissional passe a receber até R$ 10.000,00 por quarenta horas-aula. Para se comprovar a veracidade destas informações basta pesquisar o salário de um professor do Estado através do portal da transparência; Está lá para quem quiser ver. Alguém poderia argumentar que é pouco, que eles merecem ganhar mais; Concordo; Mas o Estado tem outras áreas também consideradas prioritárias, onde também exige-se formação de nível superior e os vencimentos pagos são bem aquém destes valores. Somados a tudo isto, o professor é uma das poucas profissões onde o profissional tem direito a mais de dois meses de férias por ano; Sem contar ainda que a hora aula é de aproximadamente cinquenta minutos em média; Digo em média porque a hora-aula noturna é mais curta que a diurna; Isto faz com que este profissional trabalhe efetivamente trinta e quatro horas semanais. O problema de preparação e correção de provas, o qual fazia com que professores levassem trabalho para casa, foi resolvido ao ficar estabelecido que trinta e três por cento de sua carga horária são para a feitura destes serviços. Estas medidas fizeram com que cessassem a migração destes profissionais para o setor privado, pois atualmente um professor do setor público ganha melhor que seu colega que atua em estabelecimentos particulares. Portanto, se quisermos discutir de maneira séria os problemas da educação pública, temos que romper o paradigma que foi criado ao longo do tempo ao centralizar a discussão sempre em torno da falta de estrutura e dos baixos salários; Esta lógica foi rompida e não se sustenta mais. Mas então o que explica a baixa qualidade ofertada nos estabelecimentos públicos de ensino quando comparado ao ensino privado? Acredito que tenha vários fatores; Um deles é logicamente a questão da clientela. Os alunos que estudam em redes particulares de ensino são em sua maioria oriundos de famílias mais bem estruturadas financeiramente e isto logicamente acaba refletindo em uma maior pré-disposição no processo de aprendizagem; Sem contar que a escola pública não pode escolher sua clientela como o faz os estabelecimentos privados. Mas existem outros fatores que não pedem ser deixados de lado; Vamos a eles; Primeiramente faz-se necessário dizer que a falta de informação ou a informação errônea que é divulgada pelos setores da imprensa em geral, criou um mito que tem contribuído em muito com os resultados negativos do ensino público. A mídia tem divulgado em uníssono uma espécie de “chavão”, o qual transformou-se em refrão, onde várias camadas da sociedade repetem exaustivamente que a culpa de tudo neste setor é devido aos baixos salários pagos, o que definitivamente, como foi mostrado acima, não corresponde a realidade; Como dizem por aí, uma mentira dita repetidas vezes, acaba transformando-se em verdade. Esta informação ou melhor dizendo, desinformação, criou um desprestígio da categoria, o que tem afastado muitos alunos dos cursos de licenciaturas, os quais, apesar da vocação para a área, preferem cursar outras graduações por acreditar que ganharão melhores salários. Basta fazer uma pesquisa entre estudantes do ensino médio e verificar que poucos conhecem esta nova realidade do professor em nosso Estado. Por sua vez, a falta de interesse faz com que haja dificuldade em preencher as vagas nos concursos públicos, o que aliado a idéia de fácil colocação no mercado de trabalho, acaba por atrair pessoas sem o mínimo de pendor para o exercício desta nobre função. Cria-se aí uma espécie de circulo vicioso, onde a quantidade de vagas acaba obrigando o Estado a afrouxar as regras de seleção para poder preenchê-las, o que se refletirá na baixa qualidade do ensino. Outro ponto que merece ser abordado diz respeito à escolha dos diretores das escolas. Apesar de ser travestido de um aspecto democrático, o sistema adotado de eleição direta, onde o voto dos professores e funcionários tem um peso bem maior que o voto dos pais e alunos, faz com que o diretor fique refém destes eleitores privilegiados, o que não combina com a democracia; O diretor para ser reeleito tem que ser “bonzinho” e isto significa muitas vezes fazer vistas grossas para vários problemas no ambiente escolar que afetam a qualidade da educação, comprometendo o resultado final como um todo. Portanto creio que chegou a hora da sociedade quebrar este tabu e discutir sobre a qualidade dos profissionais que atuam em sala de aula e também sobre outros aspectos que prejudicam nossa educação; Isto é feito em outras áreas prioritárias do Estado, como a saúde e a segurança pública, as quais são debatidas exaustivamente. A imprensa, com a sua capacidade de chamamento ao debate e como difusora de informação, tem papel fundamental e de extrema relevância nesta discussão. A partir do momento que vir á tona que em nosso Estado ser professor, além da vocação é também uma boa escolha profissional, haverá a atração de pessoas melhores qualificadas para o setor. Creio que todos tem plena consciência que o professor é peça fundamental no sistema educacional e o objetivo do debate não é desmoralizá-los e sim o de aprimorar o ensino público. Com a descoberta da bacia do pré-sal e a lei que obriga que os recursos arrecadados com sua exploração sejam investidos prioritariamente na educação, temos o dever de sanar algumas lacunas, caso contrário corre-se o risco destes investimentos não produzirem os efeitos desejados e sairem pelo ralo.

    Gerson Almeida Macedo
    Licenciado em Ciências pela UEM-Universidade Estadual de Maringá-Pr.

  87. SEBASTIÃO SÉRGIO MIRANDA Responder

    Gostei da informação salário médio do professor R$ 8.000,00. Não sei onde o senhor tirou esta informação, gostaria que fosse verdade. Entre 70.000 professores acredito que não tem dois mil professores ganhando isso, para dizer que é salário médio. A grande maioria não passa de R$ 3.000,00 (três mil reais) quando se aposenta. Tendo dois cargos pode ganhar R$ 6.000,00 quando estiver aposentando. Tem alguns no final de carreira que já fizeram PDE que podem chegar até a R$ 10.000,00, mas são poucos.

Comente