Uncategorized

Em 2009, secretário de Requião propôs fim do ParanaPrevidência

unnamed

Em setembro de 2009, o secretário da Fazenda de Roberto Requião (PMDB), Heron Arzua, propôs o fim do ParanaPrevidência (veja aqui o post do Blog na época). Arzua, hoje assessor de Requião no Senado, disse, naquele ano, que a a Secretaria do Planejamento estudava uma reestruturação do plano de custeio do ParanaPrevidência e que ampliava de 30 para 48 anos o prazo que o governo dispor de aportar sua parte no fundo.

Ainda na época, o deputado Valdir Rossoni, perguntou a Arzua o que ele achava de transformar a ParanaPrevidência em uma simples coordenadoria da Secretaria da Fazenda. “Eu assino embaixo”, respondeu Arzua. “Vou apresentar uma proposta extinguindo toda a diretoria porque não passa de um cabide de emprego criado no governo Jaime Lerner e mantido no governo Requião”, disse Rossoni.

Arzua concordou. disse que, em 93, Requião extinguiu o fundo anterior devido ao crescimento das despesas com a estrutura. “Uma das razões foi o crescimento da burocracia e dos cargos. Os gastos começaram a crescer. Para ter o fundo, basta ter a coordenadoria”, disse.

6 Comentários

  1. É muito fácil para esses pulhas. Primeiro não cumprem a lei, vale dizer, não aportam a parte do Estado para a sustentabilidade da ParanaPrevi. Assim quando a entidade vai à falência, ora, proponha-se uma nova figuração ! E escracham de passagem os servidores que ali trabalham. Resultado: eximem-se de responsabilização do malfeito. Porque no Estado, devido ao escabroso compadrio entre os poderes públicos, vigora o medieval ” the king can do no wrong”. São todos pulhas, com o “non olet” do Parquet estadual já devidamente satisfeito com o auxílio moradia … Essa é a politicagem imperante em nosso Estado há décadas.

  2. Confirmo o que disse anteriormente o Requião é: cínico, dissimulado, mentiroso, sem caráter e maluco. Digo isso pois lembro que ele queria acabar com o Paraná Previdência, não defendo ninguém ..apenas defendo minha sanidade.

  3. Sergio Silvestre Responder

    Então estão querendo passar a mão em 8 bilhões do fundo de previdência dos funcionários públicos do Paraná.Perai,isso não é dinheiro dos funcionários?Será que a promotoria ai de Curitiba está tão dominada assim que vai deixar?Isso secretario dizer ou deixar de dizer soa estranho ,não o fez na época devido ao pulso firme do Requião.

  4. SYLVIO SEBASTIANI Responder

    O agora Paraná Previdência é um Projeto do então deputado estadual Léo de Almeida Neves, do PTB, apresentado e aprovado em 1959, sancionado pelo Governador Ney Braga.Era Instituto de Previdência do Estado – IPE. Durante muito anos, deu atendimento médico à todos os funcionários público e seus familiares,financiamento para casa própria e reforma de casas.Depois mudaram o nome e o sistema.

  5. Falido e mau pago Responder

    Ainda perdemos tempo com essa coisa chamada requião?
    Ele começou a destruição do Paraná e o playbeto está terminando a obra.

Comente