Uncategorized

Família Arns diz
não à Petrobras

arns --

A Petrobras tentou homenagear a médica sanitarista Zilda Arns, fundadora da Pastoral da Criança, batizando um dos navios da Transpetro com o nome dela. A família declinou da homenagem. A explicação oficial é a de que a Pastoral da Criança só permite o uso do nome de dona Zilda Arns, morta em um terremoto no Haiti em 2010, para instituições ou eventos públicos, comunitários e sem fins lucrativos. A Petrobras não se encaixaria, já que visa ao lucro.O navio foi batizado com o nome da escritora Zélia Gattai, mulher de Jorge Amado. As informações são de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo.

2 Comentários

  1. A familia deveria explicar porque então dinheiro da Pastoral da Criança foi usado na Campanha do Flavio Arns! Agora todo mundo eh santo…

  2. Que dinheiro pra bancar campanha? Antes de afirmar, estude sobre a Insituição e família, que tanto pensa nos outros ao inves de si. Admiro a trajetória de todos

Comente