Uncategorized

APP promete por 100 mil na rua em protetos

Em plena greve, APP-Sindicato organiza mobilizações, em todo o Paraná. Governo já informou que reapresentará mensagens na Alep

A greve continua e está cada vez mais forte, diz a APP, que nesta quinta-feira (19), 11º dia de paralisação das escolas da rede pública estadual, promete por a categoria de volta às ruas. Pelo interior do Paraná serão realizados atos em frente aos Núcleos Regionais de Educação (NREs). Em Curitiba, a concentração para o ato em frente ao Palácio Iguaçu inicia às 10h e prossegue no período da tarde. Às 14h30, uma comissão de negociação do sindicato se reúne com o governo. O objetivo é debater a pauta da greve.

22 Comentários

  1. Antonio Alvaro Rosar Responder

    Deveriam se preocupar em por nossos filhos na escola e continuar as negociações. A luta é justa para o olhar e os itens que melhor convier a APP e os pais já estão se revoltando pela intransigência de ambas as partes. Parece aquele conflito da Russia que diz que não apoia só que fornece as armas (PT).

  2. Mírian Waleska Responder

    Mas botem 200 mil, pois o que mais tem nesse país é traia mesmo, é fácil reunir traia de todo lado.

  3. Só não vê quem não quer. O PT esta instrumentalizando o movimento dos professores através da APP sindicato, para tentar neutralizar o que esta acontecendo dentro da carceragem da policia federal em relação aos depoimentos sobre a roubalheira na Petrobrás.Por acaso alguém viu algum professor defendendo a transparência dentro da petrobrás e pedir prisão para os envolvidos no caso. Alguém viu o PSOL , PSTU, PCdoB e UJS fazerem isso. Claro que não e nem vão ver. Ainda como contra peso carregam o Requião e dona Gleisi envolvida no recebimento de propina das empreiteiras.. ACORDA PROFESSOR CAMPANHA SALARIAL É UMA COISA , MANOBRA POLITICA PARA ESCONDER A MELECA TODA É OUTRA COISA.

  4. PARABENS AO PROFESSORES, UMA DAS CLASSES MAIS ESQUECIDAS PELOS GOVERNANTES. A SOCIEDADE DEVE APOIO A SUA LUTA. FORA RICHA….

  5. É greve dos professores ou do PT? É luta pela educação ou simplesmente por melhores salários? A educação no Paraná está de fato de luto, basta olhar o IDEB e concluir que os professores grevistas não se enxergam. E a população paranaense está concordando com esses baderneiros? Muita água ainda passará por debaixo dessa ponte e “os educadores” que querem decidir tudo no grito verão que EDUCAÇÃO só pode vir de alguém que tem educação.

  6. Moisés Fróes Responder

    APP?
    Comandada por perdedores nas eleições passadas e não aceitam a derrota, o povo paranaense ‘verdadeiro’ reprova essa conduta.
    APP, DEIXE DE LADO E ANDE SÓ.
    Deixe de ser um braço político dos baderneiros dos partidos políticos derrotados -PT, PCB, PCDOB, PSOL, PSTU e outros de esquerda reacionária comunista.
    Estes perdedores só estão usando os professores como cobaias para atingirem os seus objetivos nefastos.

  7. A APP, enquanto braço da CUT só se preocupa em fazer o jogo do PT contra o Governo Tucano do Paraná. Alunos sem aulas e qualidade de ensino não entram na pauta deste sindicalismo ultrapassado.

  8. Eita ta na cara que essa turma vai levar nas coxas ate Junho se pudessem não voltavam mais kkkkkk, odeiam um giz!!!

  9. Sugiro a Beto tratar esses petistas da APP, que sejam 100 mil, com esperteza, ironia e cinismo, sem se apavorar!!! O que a esquerdalha quer meesmo é ser um contraponto às manifestações programadas pelas pessoas de bem deste País contra OS ROUBOS ESCRACHADOS DO ERÁRIO QUE O PT PATROCINOU DESDE O INÍCIO DE SEU GOVERNO EM 2003!!!

  10. PROFESSOR WALTTER da UEM Responder

    Com mais de 30 anos de exercícios profissionais como Profissional e Professor, nunca tinha presenciado uma situação como essa onde um “governo” consegue tanta unanimidade contra si. O Senhor Beto Richa, governador do Estado do Paraná, uma pessoa de boa índole, mas vítima de sua incompetência, arrogância, despreparo, soberba, falta de conhecimento e mal assessorado conseguiu criar o maior caos político-administrativo de que o Paraná tem conhecimento. Doravante a saída é a sua renúncia.

  11. ” PROFESSOR “USANDO CAMISETA DO MST,DA CUT,PIOR AINDA DO pt,ISSO É QUEM EDUCA NOSSOS FILHOS ? O FIM DO ENSINO PÚBLICO E INVESTIMENTO NO ENSINO PRIVADO É A ÚNICA SAÍDA PARA O PAÍS.

  12. junior MARIANO Responder

    vao trabalhar para receber seus salarios,

    vcs. nao são donos do Paraná,

    quem paga impostos para pagar o salarios de vcs.estão trabalhando

  13. junior MARIANO Responder

    nao vi ate agora os professores que estão lutando por seus direitos

    fazer manifestação contra as roubalheiras em Brasilia, LÁ PODE???

  14. Olá. Tomo a liberdade de sugirir a maioria dos comentaristas acima, que estão assustados com o envolvimento do PT, PSOL, PCdoB, PSTU, MST junto ao movimento grevista, que acessem o site ESCOLA SEM PARTIDO. Aí vocês vão ficar apavorados. O nível de doutrinação esquerdista bolivariana que está presente nos livros didáticos, principalmente da área de humanas, e nas salas de aula é impressionante.
    Que fique claro: para mim sala de aula não é PP. Nem Púlpito nem Palanque. SEMPRE DIGO ISSO AOS MEUS ALUNOS.

  15. Giovanni Fiorese Responder

    A classe dos Educadores do Paraná é a categoria mais unida do país, e logo com quem esse governadorzinho foi mexer, né? Só se desgastou politicamente e não vai conseguir aprovar nenhum “pacote de maldades” junto com sua corja lá da Alep. Fortaleceu mais a união daqueles que hoje são a classe mais injustiçada do país. Li os comentários deste post e vejo que tem gente que precisa se informar melhor…

  16. josé fernando Responder

    alguém poderia fazer a gentileza de publicar o quanto o governo estadual gasta com educação e quantos são os alunos beneficiados?

  17. Parabéns aos professores do Paraná.

    Passando os olhos nos comentários, percebo que muitos desaprovam o movimento dos docentes do Paraná, é uma pena que o animismo dessas pessoas ou interesses provoquem uma interpretação equivocada da manifestação.
    Tenho amigos na educação que me relataram que o movimento iniciou extra sindicato, professores aviltados com o tratamento que este governo tem dado para a educação, começando pela indicação de um secretário de educação que defende um sistema behaviorista de ensino, que alicerça o sistema tradicional do grupo Positivo, em um sistema estímulo – resposta, que valoriza estudantes que memorizam, repetem e reproduzem. Porém não adquirem conhecimento e sim apenas repetem de forma automatizada, teoria de aprendizagem que remete ao que Pavlov, experimentou no início do século 20.
    Clamo que os comentaristas não sejam levianos em relacionar também como o governador faz, que a culpa é dos petralhas, vamos para uma análise mais profunda e não gritando fatos, que encerram o diálogo e que caracterizam aqueles de pouca razão.

Comente