Uncategorized

Paraná paga R$ 70 mi da rescisão dos PSS

O Governo do Paraná deposita nesta terça-feira, 24, mais de R$ 70 milhões referentes à rescisão dos professores contratados por processo seletivo (PSS). Esse é um dos pontos da pauta dos professores em greve, a qual, segundo o governo, vem sendo cumprida e acordada nas reuniões de negociação com a APP-Sindicato para o início imediato das aulas. “Não há grandes divergências e todas as demandas estão tendo bom encaminhamento, com entendimento entre o governo e os professores”, disse o secretário de Educação, Fernando Xavier, ao final da reunião da última sexta-feira (20). Outra reunião, entre governo e APP, está marcada para esta terça-feira, às 10h.

4 Comentários

  1. Com 54 dias de atraso. APP deve existir uma maneira de rever essas rescisoes,pois no privado,ou gov pagaria uma pesada multa ou teria que pagar no minomo o mes de janeiro.
    Chama a atencao que parece ser um grande feito, sem vergonha nenhuma.
    O PR esta quebrado, como devemos chamar essa heranca, ja que ha quatro anos atraz ficou o ano inteiro falando que era maldita, que pseudo devemos usar agora Gov Play?

  2. Muitos estão entrando na justiça mesmo assim.
    Como seu vínculo é via CLT, o governo será penalizado pelo atraso, que prejudicou o final do ano destes professores, que já contavam com este dinheiro suado.
    Danos financeiros e morais, seu Campana.
    Nos próximos dias, começam a cair na mesa do jurídico do goveno os protocolados.
    O justo é o justo, não acha?
    Com a palavra o “bom baiano”…

  3. Quando a greve acabar voltaremos a trabalhar com muito orgulho, dedicação e dignidade! No entanto para retornamos o governo deve atender as nossas justas reivindicações além de assinar compromisso de não mexer no fundo previdenciário.

Comente