Uncategorized

Não estão nem aí

Aumento de verbas para regalias de deputados e cota de passagens para cônjuges de parlamentares são retrocessos inaceitáveis.

Editorial, Folha de S. Paulo

Como se a opinião pública de nada valesse, como se o orçamento do Congresso não fosse pago com recursos de todos os contribuintes brasileiros, como se os muitos problemas do país não lhe dissessem respeito, o comando da Câmara decidiu ampliar o pacote de mordomias à disposição dos deputados.

Na quarta-feira (25), mesmo dia em que a divulgação de novos dados intensificou o ceticismo do mercado quanto ao reequilíbrio das contas públicas, uma canetada de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Casa, determinou o reajuste de três benefícios mensais de que os parlamentares gozam.

Representando a fonte de despesas mais expressivas, a verba de gabinete, utilizada para contratar até 25 servidores, passou de R$ 78 mil para R$ 92 mil. Além disso, também foram encorpados o auxílio-moradia e o chamado cotão, para gastos com a atividade parlamentar (telefone, passagem, consultoria e transporte, entre outras).

Somadas, as mudanças se traduzirão num desembolso adicional de R$ 150 milhões por ano. Ainda assim, Eduardo Cunha sustenta que não haverá aumento –apenas correção inflacionária– nem maior necessidade de dinheiro –seriam reduzidas as verbas de custeio.

As novas cifras de fato não ultrapassam os 18% correspondentes à inflação acumulada desde julho de 2012 (data do último reajuste), mas isso só legitimaria a medida se as despesas com regalias já não fossem excessivas. No atual cenário, trata-se de reposição do abuso.

Quanto aos cortes prometidos, se são possíveis, cabe perguntar por qual motivo nunca foram feitos com vistas a poupar recursos públicos. Os congressistas, cujos salários montam a R$ 33,7 mil, vivem longe da realidade, mas mesmo eles sabem que a economia brasileira atravessa tempos difíceis.

Alguns, ao que parece, estão mais atentos ao que se passa no país. Reunindo ao todo 64 deputados, as bancadas do PSDB e do PPS anunciaram nesta quinta-feira (26) que recusarão a cereja no bolo de Cunha: a permissão para que cônjuges dos parlamentares também possam usar bilhetes aéreos pagos pelo cotão.

O líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP), afirmou que irá ao Supremo Tribunal Federal para derrubar o privilégio, cancelado em 2009 após o sugestivo episódio da “farra das passagens”.

Retomar a mordomia era bandeira de Cunha na disputa pela presidência da Casa. Sua instalação, portanto, tem a cumplicidade dos 267 nomes que lhe deram apoio.

O mínimo a esperar, a partir de agora, é que os 246 deputados federais que não endossaram a candidatura do peemedebista rejeitem o retrocesso. Faltam 182.

20 Comentários

  1. Ilario Caglioni Responder

    É contra regalias e privilegios que temos que lutar. As pessoas são fáceis de substituir se não forem criados aparatos judiciais que impeçam. Os mais fracos não tem o poder da voz e os mais abastados conhecem todos os caminhos para se beneficiar. Assim TODOS DEVEM SER IGUAIS PERANTE A LEI, TEREM OS MESMOS DIREITOS E DEVERES.

  2. jose carlos pinto. Responder

    E ESSA CATREFA, LEMBRAM DE QUEM TRANSPORTA O PROGRESSO PELAS RODOVIAS. QUE ELES TEM MULHER, FILHOS E MAES TAMBEM. MAS AS REGALIAS PARA AS ESPOSAS QUE SÓ VIAJAM DE AVIÃO AI SIM , NÃO ESTÃO EM GREVE POR MELHORIAS NO FRETE, IMPOSTOS E COMBUSTIVEIS. TEMOS 30 DEPUTADOS FEDERAIS NO PARANÁ, E 3 SENADORES, NAO VI UM SALÁFRAIO DESTES DEFENDENDO A CATEGORIA DOS CAMINHONEIROS COM ATITUDES. MUITO REBA, NOSSOS REPRESENTANTES NO PARLAMENTO.

  3. E OS SINDICATOS NÃO VÃO APOIAR ESSES BATALHADORES, COMO FAZ A APP JUNTO AOS PROFESSORES. ONDE ESTÃO A FORÇA SINDICAL, CUT, CGT, BOM ESTÃO DO LADO DO GOVERNO CONTRA OS HERÓIS DAS ESTRADAS, LÓGICO, INTERESSE PRÓPRIO, COMO VEMOS O SR. PAULO PEREIRA DA SILVA DA FORÇA SINDICAL…………………VENDO O LADO DELE.

  4. VLemainski - Cascavel Responder

    Quando eu esperava que o presidente da câmara fosse cortar 50% das mordomias dos deputados, ele faz o contrário e aumenta as despesas… Baixou no meu conceito…

  5. Como disse, e muito bem Ricardo Boechat (Band News), os políticos não são desse mundo, pois não são semelhantes a nenhum de nós. Eles não pensam como nós, não conseguem se indignar como nós; a leitura deles é outra. Os valores são outros. Eu diria que como a mentira está institucionalizada em todos os níveis, a única preocupação que eles tem é de defender a mentira que eles criaram. Essa é a única verdade.

  6. Do Interior..... Responder

    Nunca estiveram. Principalmente a base alugada, o PMDB.

    Fora PT e seus aliados
    Fora marginais do poder

  7. Cidadão Indignado Responder

    Ninguém está nem aí. Seja municipal, estadual, federal, independente de partido politico e poder ( Executivo, Legislativo e Judiciário ), não estão nem aí. BRASIL….Um País sem Futuro.
    E depois tem gente que fala mal do tempo dos militares. Os Black-Blocks do passado.

  8. Será que o povo terá de contratar o “ISIS” para dar um jeito nesta turma. São mercenários iguais aos nossos governantes.

  9. Cade a porcaria de exercito brasileiro?
    Nao precisam responder, pois ja sabemos que os generais foram todos devidamente comprados.
    Resta entao criarmos vergonha na cara e, dia 15.03, alem de pedir o impeachment da dilmANTA,vamos pefir tambem o fechamento do prostibulo que chamam de vongtesso nacional.
    TUDO MINÚSCULO MESMO.

  10. Servidor Municipal Responder

    PELO ANDAR DA CARRUAGEM, DAQUI A POUCO OS POLÍTICOS VÃO TER ATÉ AUXÍLIO PARA AS AMANTES…..QUE SITUAÇÃO DESSE NOSSO BRASIL….É O CÚMULO DO ABUSO.

  11. Esse sistema falido de administração Pública, a cada dia, só demonstra o quanto a população é frágil e refém do sistema, onde minoria condutores do cotidiano da maioria, agem. A sociedade não deve se iludir ou deixar ser iludida por facções que tentam manobras e ataques pessoais, a dirigentes Públicos, acho que chegou o momento de convocar nova Constituição, pois com o passar dos tempos, criaram tantos mecanismos em BENEFICIO PRÓPRIO, que acabou ficando INSUSTENTÁVEL o SISTEMA.( CRIARAM UM MONSTRO )
    ………. OU SE MUDA DEMOCRATICAMENTE OU TERÁ QUE SER IMPOSTO UM NOVO REGIME, AÍ SIM TEREMOS PERCA DE DIREITO ADQUIRIDO E RETROCESSO, POIS A POPULAÇÃO ESTÁ EXAURIDA.

  12. Infelizmente a coisa esta feia, quando tínhamos inflação alta, era ruim mas tínhamos também reposição, na mesma proporção, hoje esta tudo subindo, menos o salário do povo, que parece estar congelado, se os brasileiros não tomarem uma atitude drástica, a coisa vai ficar pior, chega de políticos incompetentes só fazem demagogia, mentirosos, tudo para se reeleger vamos dar um basta nisso.
    Acabem com reeleição, todos deverão ser eleitos de uma só vez. Uma única eleição para tudo, por 5 anos, como já disse sem direito a reeleger-se…

  13. Quem achou que o Cunha era a esperança de melhorias contra a Dilma é porque não procurou saber antes quem era esse cara. E isso é só o começo. Ainda vai começar o igrejismo do qual ele faz parte.

  14. NILZE BRANDÃO Responder

    Como podem querer respeito, cidadania e produção, quando somos desrespeitados, temos nossos direitos ignorados e o que produzimos é para pagar imposto para sustentar AS BOLSAS E ENCHER OS BOLSOS, DA CORRUPÇÃO!

  15. Caro FÁBIO, ouvindo o CUNHA antes das eleições para presidência de CÂMARA, demonstrava sabedoria, competência, independência e imparcialidade para escapar das cascas de banana que os membros da ORGANIZAÇÃO PETISTA jogaram no chão para pegá-lo. Após eleito, enquadrou-se. Ele parece” MACARRÃO”, duro enquanto está fora da panela, e mole, mole quando está dentro da panela. Demonstrou truculência nas ações. E começou a gastar o que é dos demais da nação. É mais um descalabro. É o fim da picada. Atenciosamente.

  16. Quanto à nós, pobres paranaenses, resta bancar auxílio moradia para quem já mora em palacetes, além de bancar jetons extras para quem já ganha mais de 23.000 reais, e que também não precisa de salários….
    Lá como cá… Farinha do mesmo saco?
    Será o Beto, um Tucano – do – bico – vermelho?

Comente