Uncategorized

No Paraná, 36 escolas retornam às aulas

Trinta e seis escolas e colégios estaduais tiveram aulas nesta quinta-feira, 5 de março. Na quarta-feira (4), decisão da Justiça determinou o início imediato das aulas em toda a rede estadual de ensino, sob pena de multa diária de R$ 20 mil.

Veja a lista das escolas com atendimento total ou parcial nesta quinta:

Colégio Estadual Getúlio Vargas – Assis Chateaubriand

Colégio Estadual Pedro Ernesto Garle – Cascavel

Colégio Estadual Duque de Caxias – Irati

Centro Estadual de Educação Profissional de Irati – Irati

Colégio Estadual Getúlio Vargas – Fernandes Pinheiro

Colégio Estadual João Marques da Silveira – Quatiguá

Colégio Estadual Albano Guimarães – Reserva

Colégio Estadual Castelo Branco – Tapira

Colégio Estadual São José – Tapira

Centro Estadual de Educação Profissional Mohamad A. Hamze – Cambará

Colégio da Polícia Militar – Curitiba

Escola Estadual do Campo Ouro Verde – Tapira

CEEBJA Novos Horizontes – Francisco Beltrão

Colégio Estadual de Segredo – Foz do Jordão

Escola Estadual Indígena Cacique Kofej – São Gerônimo da Serra

Escola Estadual Indígena Indio Rael Vynhkag – São Gerônimo da Serra

Escola Estadual Indígena Cacique Tudja Nhanderu – Santa Amélia

Escola Estadual Indígena Teko Nemoingo – São Miguel do Iguaçu

Escola Estadual Indígena Arandu Pyahu – Turvo

Escola Estadual Indígena Nimboeaty M Awa Tirope – Abatia

Escola Estadual Indígena Valdomiro Tupã de Lima – Espigão Alto do Iguaçu

Escola Estadual Indígena Ko Homu – Laranjeiras do Sul

Escola Estadual Indígena Rio das Cobras – Nova Laranjeiras

Escola Estadual Indígena José Ner-Nor – Nova Laranjeiras

Escola Estadual Indígena Carlos Alberto Machado – Nova Laranjeiras

Escola Estadual Indígena Candoca Tanhtanherag – Nova Laranjeiras

Escola Estadual Indígena Feg Prag Fernandes – Nova Laranjeiras

Escola Estadual Indígena Nestor da Silva – Nova Laranjeiras

Escola Estadual Indígena Nitotu – Clevelândia

Escola Estadual Indígena Segso Tanh As – Palmas

Escola Estadual Indígena Kokoj Ty Han Ja – Mangueirinha

Colégio Estadual Adelaide Prins – São João do Triunfo

Colégio Estadual Giocondo Valdemar Bobato – Imbituva

Escola Estadual Indígena Cacique Crispim Gymu – Ortigueira

Escola Estadual Indígena Nur Fe – Ortigueira

Colégio Estadual do Campo Cecília Meireles – Antônio Oli

11 Comentários

  1. Se os professores continuarem com a greve, o prejuízo será muito grande?
    Qual a produtividade efetiva de cada um deles?
    Fazem jús aos salários?
    O nível dos alunos cai cada vez mais, e não é de agora. Existe, por aí, pelo menos uma geração de analfabetos funcionais, de alunos que pouco ou nada aprenderam.

  2. Do Interior.... Responder

    O DESEDUCADOR acima, além de tudo é um mal educado. Acha-se acima dos outros.

    O melhor currículo não representa, necessariamente, a melhor educação.

    Veja por exemplo as Universidades de curitiba. São fábricas de alienados marxistas inúteis. Embora o nível de algumas disciplinas primam pelo conhecimento, as da área humana, ensinam o marxismo e pregam que o socialismo comunista é a melhor coisa do mundo.

    Em suma, as universidades públicas tem verdadeiros cursos de stalinismo, chavismo e petismo. O exemplo está aí, com o EDUCADOR deseducado. Certamente estuda ou estudou nestas universidades e cursou na área de humanas.

  3. Valmor Lemainski - Cascavel Responder

    O desembargador foi “muito sábio” ao emitir a sentença cobrando multa diária de 10 mil reais enquanto a greve perdurar. Para a APP isso é fichinha, é troco. Assim, o juiz faz média com o governador e com os professores que continuarão ganhando dos cidadãos pagadores de impostos sem trabalhar, só fazendo politicagem para o PT. Se a multa fosse de 100 mil por dia, a resposta seria outra…

  4. Parabéns governador! nesse ritmo, daqui umas 3 ou 4 liminares compradas vc terá umas 110 escolas funcionando, das 2100 escolas do Paraná! Parabéns executivo, legislativo e judiciário do PR!

  5. 10 ou 1000 alunos,índios ou não,isso não importa. Parabéns professores pela lição moral propiciada a essa petezada.

  6. É a primeira vez que vejo um EDUCADOR criticar salas de aula…
    Não sou EDUCADOR, mas acho que uma sala com 1 ou mais alunos já é escola, não importando se forem indios ou brancos…

  7. Fernando José Responder

    Parabéns Fábio Campana braço direito do governo Beto Richa! Por que você defende com unhas e dentes esse governo? Nossa até assustei com o número surpreendente de escolas que retornaram. Levando em consideração que temos aproximadamente 2100 escolas em todo Paraná e que a maioria das escolas que retornaram são indígenas, fiz meus cálculos e contatei que não Chega a 2% a porcentagem de escolas que retornaram! Isso mostra a força da APP e a fraqueza do seu governador caloteiro e mentiroso.

Comente