Uncategorized

Tucano contra o impeachment

“Não quero que ela saia, quero sangrar a Dilma, não quero que o Brasil seja presidido pelo Michel Temer.”

Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), garantindo que é contra o impeachment.

7 Comentários

  1. Sergio Silvestre Responder

    Então,isso é comentário de um biltre,um sujeito sem preocupação com o trabalhador,deveria ser escrachado na rua.
    É com esse tipo de pensamento que cada vez mais tenho minhas convicções mais fortes.
    Esse é o retrato de uma oposição sem imaginação,sem poder e prestes a fazer uma loucura e acabar com os ganhos sociais do pobre.

  2. jorge Hardt Filho Responder

    o mensalão houve a mesma postura do PSDB. deixar o Lula sangrar.
    Deu o que deu.

  3. NÃO VAI PRECISAR impeachment POIS ELA VAI PEDIR PRA SAIR….E QUEM VIVER….VERÁ. ALÉM DE INCOMPETENTE, É COVARDE……….E CUBA E BOLIVIA VÃO TENTAR APRONTAR, MAS O GLORIOSO EXÉRCITO BRASILEIRO VOLTARÁ PARA O LUGAR DE ONDE NUNCA DEVERIA TER SAIDO, QUE É AO LADO DO POVO HONESTO E TRABALHADOR…………..VIVA O VERDE OLIVA…………VIVA O BOTÃO DOURADO……….VIVA O BRASIL.

  4. Não confio nesse Aloyzio Nunes, simplesmente pelo fato de ter sido guerrilheiro; portanto do time de Dilma no passado.
    E o argumento é o mesmo de FHC, quando poderiamos tirar o lulla do poleiro, frente ao mensalão, e ele se saiu com a mesma sangria, dizendo que preferia vê-lo sangrar até as eleições, deido a “governabilidade”.
    Pois o maldito sangrou tanto, e sangra até agora, que ganhou as eleições seguintes; e ainda, fincou o poste duas vezes em nós.
    Portanto, essa história de sangramento de petista, por sugestão tucana, é fria.
    Pra mim, petista bom, sangrando ou não, é na cadeia.

  5. cap. nascimento Responder

    Se o Temer assumir aí sim será o caos…vão até sentir saudades da Dilma…o PMDB é o responsável direto pela prática política que reina no Brasil faz tempo.

  6. Pedro Davidoff Responder

    PSDB e FHC mostram mais uma vez o quanto são FROUXOS e fracos de oposição. Tem fundamento jurídico (parecer do Ives Gandra), apoio popular (49% dos votos para presidência não foram pra ela). As delações premiadas estão comprovando que suas eleições foram financiadas por dinheiro desviado da Petrobrás que engordaram o caixa do PT. É um processo político, votado no Congresso, e por isso precisamos de outros líderes da oposição (além do Senador Caiado) com bolas para avalizar o impeatchement. Já vimos o que aconteceu no caso do mensalão, em que o PSDB adotou a mesma postura inerte e amarelona de “deixar o PT sangrar”. Dia 15 vamos pra rua!

Comente