Uncategorized

Petrolão compromete Pauliki e Péricles em Ponta Grossa

paulike e pericles

As revelações da Gazeta do Povo de que as campanhas de Márcio Pauliki (PDT) e Péricles Mello (PT) foram abastecidas com dinheiro sujo do Petrolão podem comprometer o projeto político dos dois deputados que almejam disputar a prefeitura de Ponta Grossa em 2016. Na campanha de Pauliki em 2014, o jornal encontrou R$ 5.759,33 doados pela senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), a principal paranaense arrolada no escândalo e que responde inquérito no STF. Em 2012, candidato á prefeito, Pauliki recebeu R$ 15 mil do diretório estadual do PDT. Sobre o dinheiro repassado por Gleisi, Pauliki disse ao jornal que os recursos são referentes á material de campanha.

Em maior gravidade, e com volume maior, estão as campanhas de Péricles Mello. Em 2014, a Gazeta do Povo disse que Gleisi repassou R$ 165.832,01 para a campanha de deputado do petista. Ao jornal, Péricles disse não questionou o dinheiro doado por Gleisi. Mas no caso de Péricles tem mais, sempre tem mais. Na sua campanha à prefeito em 2012, o petista recebeu R$ 1.698.000,00 de dois partidos (R$ 1.588.000,00 do PT estadual, mais R$ 95 mil do PT e outros R$ 15 mil do PMDB) -, o que significa 87,5% das receitas de sua campanha. Mormente, dinheiro das empreiteiras enroladas no Petrolão representaram 75% das doações dos diretórios petistas.

A irrigação às campanhas Péricles com dinheiro suspeito não param por aí. Em 2010, candidato à deputado, o petista recebeu R$ 133.053,59 através de doações de candidatos e do seu partido: PT (R$ 72.700,00), Gleisi (R$ 3.475,00), André Vargas (R$ 231,34), Anderson Barbosa (R$ 990,00), Roberto Requião (R$ 884,00), Zeca Dirceu (R$ 8.423,25) e Ângelo Vanhoni (R$ 46.350,00). Um volume considerável que representou 47,5% das receitas de sua campanha em 2010.

24 Comentários

  1. humberto martins Responder

    DEUS DO CÉU, QUANTO MAIS MEXE MAIS APARECE AS SACANAGENS DO PT

    DINHEIRO DA PETROBRAS,

  2. Caro FÁBIO, essa é uma grande novidade. Péricles, até tu. Essa nós não esperávamos. A nossa sociedade tinha você como político sério, HONESTO, mesmo pertencendo a ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA PETISTA. Agora temos certeza que você é IGUAL a eles. Lamentável. Nem sei mais o que dizer, apenas que informarei todos os demais. Atenciosamente.

  3. Antonio Alvaro Rosar Responder

    Se as investigações vierem aos pequenos municípios a coisa pega, pois este petrolão é um ciclo vicioso.

  4. Carlos Tramontin Responder

    Eles receberam da Gleise e NÃO diretamente das empresas que estão sob investigação do Lava Jato.Essa matéria é tendenciosa e visa prejudicar e arrolar os deputados.Só para dar um exemplo,essas pessoas investigadas precisaram comer,comprar roupa e etc e não se pode com isso incriminar o dono do supermercado,da loja de roupa,do posto de combustível pelo fato de ter prestado um serviço a uma pessoa que roubou o dinheiro.Teve muitos candidatos que receberam dinheiro de partidos e também de políticos,o que deve ser analisado é a origem direta e indireta.A doação direta mostra uma estreita relação com o esquema,mas no caso deles é uma relação indireta.

  5. Sergio Silvestre Responder

    De onde veio o dinheiro para a campanha milionaria do Beto Richa hein??????????????

  6. Erasmo A. Leandrini Responder

    O pericles até concordo que esteja envolvido com os esquemas do PT. Mas querer colocar o Pauliki na mesma vala é sacanagem. O cara recebeu material de camisinha da coligação que o Pdt fez com o PT e agora querer dizer que ele recebeu dinheiro sujo é muita apelação

  7. Patobranquense Responder

    E PATO BRANCO? PODE-SE INVESTIGAR PATO BRANCO? INVESTIGAR NÃO É CONTRA A LEI! SE PROCURAR BEEEM PROCURADO, SERÁ QUE NÃO ACHA NADA? NADINHA? OS BOATOS DÃO CONTA DE QUE, EM ALGUM LUGAR DO SUDOESTE…, HÁ FAMÍLIAS INTEIRAS QUE FICARAM MILIONÁRIAS VENDENDO ‘MATERIAL MÉDICO-HOSPITALAR’! GENTE QUE NÃO TINHA ONDE CAIR MOOOORTA! ÓÓÓÓIIII!

  8. Heleniton Ferreira Responder

    Para quererem manchar a imagem do Paulik com uma doação legal de material de campanha é porque ele deve estar incomodando muito os governistas putos com sua competência na ALEP!

  9. Antonio Selestano Responder

    Que apelação colocar um cara que recebeu 2 milhões e outro 5 mil. Quem são os concorrentes do tal pauliki em Ponta Grossa? Se forem ligados ao governo tem dedo do palácio iguacu

  10. maria do rosário Responder

    tem gente que não enxerga…o taradinho de ponta grossa nunca foi uma pessoa decente…safado e corrupto sempre foi

  11. Sou de Ponta Grossa e só posso dizer que lamento pelo Paulik, ele mal começou e já está enrolado, complicado…

  12. Pontagrossense Responder

    Como se o Pauliki, dono de uma empresa bilionária (Lojas MM) precisasse de dinheiro sujo do Petrolão. A doação da dona Gleisi é ainda mais simbólica, 5 mil. Pauliki prefeito 2016, em frente!

  13. -Como sempre, as respostas são as mesmas o que não desqualifica o o suposto crime de ter sido beneficiado com o provável dinheiro lavado e levado da Petrobrás!!!
    -De qualquer forma mancharam suas reputações e quase anularam suas chances de conseguir êxito para a disputa do Palácio da Ronda em 2016!!!

  14. COMBATER CORRUPÇÃO É DEVER DE TODO CIDADÃO; POR ISSO TUDO DEVE SER INVESTIGADO. QUEREMOS SABER AS VERDADES; NÃO QUEREMOS POLÍTICOS FICHA SUJA. NÃO QUERO COMENTAR SOBRE NENHUM DESTES ENVOLVIDOS. MAS CONFESSO QUE ESTÁ DIFICIL ACERTAR UM VOTO EM UM CANDIDATO LIDER, HONESTO E REALIZADOR. SEUS PRÓPRIOS INTERESSES ESTÃO EM PRIMEIRO PLANO, E NÓS PAGANDO A CONTA. “a corrupção fede”

  15. PONTA GROSSA TAMBÉM COMEÇA A SE DESTACAR NA CORRUPÇÃO; AGORA TAMBÉM O ROUBO NO MERCADO DA FAMÍLIA; SERÁ QUE TEREMOS QUE ENGOLIR MAIS ESSA ? NÃO É FALTA DE GESTÃO, É FALTA DE PESSOAS HONESTAS E SÉRIAS PARA ADMINISTRAR A COISA PÚBLICA. É UMA VERGONHA… TODOS ESTÃO ENVOLVIDOS E AGORA QUEREM NEGAR PARTICIPAÇÃO, TENTAM PROVAR INOCENCIA; MAS ESPEREMOS QUE OS “NOBRES” VEREADORES MOSTREM SEUS TRABALHOS COM A VERDADE NAS INVESTIGAÇÕES. NÃO DÁ PARA CONFIAR NESTES “SANTOS” QUE SÃO INVESTIGADOS. Um drogado não precisa de muito dinheiro assim, e nem tem capacidade para “roubar” durante tanto tempo… aí tem!!!!

  16. pontagrossense Responder

    Não mesmo, é claro que o Pauliki não será o prefeito de Ponta Grossa em 2016.

  17. Para Pauliki R$ 5.000,00 não pagou nem a gasolina que gasta por mês em seu camaro kkkkk….já Péricles sem comentários, seu partido já diz quem ele é!!!!!

  18. Ben Hur Chiconato Responder

    um absurdo achar que o Marcio Pauliki se sujaria por cinco mil reais. Em Ponta Grossa tem sujeira muito maior, e que a mídia barata e medíocre faz questão de ignorar. É por isso que nossa cidade está quebrada financeiramente. Agora, para os tolos é fácil acreditar que 5 mil reais fizeram a diferença na campanha de Pauliki.

  19. Um recebeu mais de R$ 1.000.000,00 do PT, até concordo que o dinheiro possa ser sujo, mas o outro (Pauliki) recebeu R$ 5.000,00 da Gleisi… o valor é ridículo, simbólico, utilizado pra material de campanha. Do jeito que falam parece que recebeu financiamento diretamente das empresas do Petrolão. Matéria tendenciosa pra tentar colocar algum candidato pró-Beto Richa no governo em 2016. E vindo do blog do cara que disse que professor estadual ganha R$ 8.000,00, não sei se dá pra confiar na notícia…

  20. A questão não está exatamente em quanto? cada um recebeu.Não importa se é 5.000,00 , 1.000.000,00, ou mais.O que interessa é a origem da grana e tudo leva a crer que esta não é das mais puras.

  21. salvador s. ribeiro Responder

    O Péricles e do PT tudo pode se esperar tudo e que e do PT.e suspeito , e Paulik e bom para ele aprender que se encostar no que não presta da nisso.

  22. Luiz Fernando Krause Responder

    Por favor senhores e senhoras, não somos um bando de inocentes.
    Todos sabemos que para ser politico neste país, precisamos nos abraçar com Deus e o Diabo, infelizmente, na maioria das vezes, com o Diabo.
    Só uma pessoa com problemas mentais não acredita que essas campanhas sejam elas de qualquer partido tem dinheiro sujo, sonegado.Falo destes medalhões da politica, os que as famílias se perpetuam no poder, em nosso estado.
    Eles não chegaram sozinhos, tiveram votos de pessoas com eu e você.
    Acreditem, a solução é simples.
    Não reeleger mais ninguém!

Comente