Uncategorized

Não há denúncias contra Beto Richa, há campanha de difamação da oposição

Beto-Richa-736x320
Não há denúncias ou acusações contra o governador Beto Richa no caso investigado pelo Gaeco na Receita Estadual de Londrina, por desvios de receita e corrupção, nem na investigação de fraude em licitação. Muito menos, hipótese absurda, em investigação de favorecimento à prostituição, envolvimento que só os ficcionistas da oposição poderiam engendrar.

Há, sim, funcionários públicos envolvidos. Agentes da Receita, um assessor e um policial civil. Um parente do governador, que nunca esteve no governo e jamais ocupou cargo no Estado, o empresário Luiz Abi, foi preso nas investigações. Outros empresários investigados foram detidos.

Tudo o que se tenha lido ou ouvido até esta data que associa o governador Beto Richa com as investigações em curso são ilações do esforço concentrado da oposição para demonizar Richa, que as venceu com facilidade nas eleições.

Para entender melhor, leia o desdobramento dos casos no Leia Mais.

As operações do Gaeco começaram em 13 de janeiro. Nessa data, prendeu três servidores da Receita Estadual e um da Polícia Civil, acusados de exploração sexual de menores e de favorecimento à prostituição. O ex-assessor da governadoria Marcelo Caramori chegou a ser detido, mas foi liberado após se comprometer a colaborar com as investigações. Estima-se que ao menos 20 garotas foram vítimas de exploração sexual.

Em 5 de março, o Gaeco iniciou outra investigação que envolve a Receita Estadual. Foram cumpridos mais de 50 mandados de busca e apreensão em várias cidades do Norte do Paraná. Além dos servidores da Receita presos no caso de favorecimento à prostituição, outros fiscais, auditores e até ex-delegados do órgão são investigados por suposto esquema de enriquecimento ilícito por meio do recebimento de propina. O Gaeco investiga os auditores por terem cobrado dinheiro para dar baixa em dívidas milionárias de empresas com o Fisco estadual. Para isso, eles teriam recebido R$ 200 mil de cada empresário. Ainda não há uma estimativa de quanto o esquema possa ter desviado dos cofres públicos estaduais.

Na última sexta-feira (20), a investigação teve um novo desdobramento. Foram presas 17 pessoas. Dentre eles, estão fiscais da Receita Estadual, um policial civil, um contador e empresários considerados pelo MP como “testas de ferro”. O inspetor-geral de fiscalização da Receita, Márcio de Albuquerque Lima, está foragido.

Em outra ação, o Gaeco prendeu na segunda-feira passada (16) Luiz Abi Antoum, acusado de chefiar esquemas de fraude em licitações.

27 Comentários

  1. Só cego não vê que a campanha contra Carlos Alberto Richa para desmoralizá-lo é orquestrada por essa quadrilha do PT (Dilma, Lula, Gleisi e ainda nosso Sen. Roberto Requião de Mello e Silva).

  2. Mírian Waleska Responder

    Essa PTzada do diabo que mede todo mundo pela sua régua, os inconformados que não elegeram Gleisi Hoffmann e que hoje a veem com um pé no senado e outro na cadeia, ou os dementes que apoiaram, Requião, apenas este veem o governador envolvido com este escândalo. É tudo parte do plano de demonização articulado pelo bandido de nove dedos.
    Segue a luta governador!

  3. A ausência e a inapetência governamentais fizeram com que as promessas não fossem cumpridas, o orçamento do Estado quebrasse, o “pacotaço” fosse gerado às esconsas e os “maracutistas” de sempre se assenhorassem do que não lhes pertencia mas que estava dando sopa.

    Governar é como gerir sua casa, deixe-a ao deus dará e o diabo toma conta.

  4. Porque tantas explicações, se está tudo bem? Não precisa explicar… eu só queria entender…

  5. Só existiu um cara que condenou o chefe mesmo sem prova, (segundo o voto da Minist. Rosa Weber), que foi o Barbozão, usando a teoria do DOMÍNIO DO FATO.
    Se o Barbozão estivesse na ativa, acho que o Beto ia se ver apertado.
    Quando você nomeia alguém para a Inspetoria Geral de Fiscalização do Paraná, há que se ter cautela e é para isso que serve o serviço de inteligência.
    Nenhum deles lhe era estranho, pois participaram abraçados das festas de final de ano.
    Aí Governador, responda essa, como pode um funcionário público ter como hobby corridas de automóveis? Essa ninguém engole, não tem como! Só se for com patrocínio comprometido sabe Deus com o que!

  6. Corrupção e enriquecimento ilícito são crimes e devem ser punidos todos que os praticam, sejam amigos, parentes ou apenas conhecidos de governador A, B ou C. Este escândalo na Receita Estadual não é recente porque ninguém desvia ou acumula patrimônio de milhões da noite para o dia e com certeza esta história teve início em governos anteriores.
    Em todas as repartições públicas há funcionários simpatizantes de governos A, B e C e não é porque determinado governador é suposto amigo, conhecido, tirou foto, apertou a mão ou deu um abraço em certo funcionário envolvido em irregularidades, estará envolvido nelas também. Isto beira o ridículo.
    O que não pode acontecer são fraudes milionárias de recursos que deveriam ir para os cofres públicos, independente de qualquer governo, ainda mais por servidores do fisco estadual que são bem pagos para zelar pela correta arrecadação dos tributos estaduais.
    A Receita Estadual faz parte da SEFA, Secretaria da Fazenda, que é a Secretaria mais importante porque é o caixa do Estado, tendo em seus quadros inúmeros funcionários sérios e da mais alta competência que também querem ver todo este escândalo esclarecido.
    Se as investigações do Gaeco forem isentas vão constatar que alguns problemas na Receita não se resumem a este governo mas também vem de governos anteriores.
    Portanto é inútil trazer o escândalo da Receita de Londrina para a disputa política porque nenhum time conseguirá marcar gol no adversário.

  7. Todo os paranaenses já sabem de onde vem campanha do mal , do quanto pior melhor
    Já conhecemos e sabemos do seus currículos e suas fichas
    Como sempre será mais um tiro no pé daqueles que querem fazer o mal com pactos com o Diabo mas o bom é que o Diabo sempre os derrota …Taí a prova e o choro dos derrotados

  8. Sergio Silvestre Responder

    O Beto Richa pode até não estar envolvido,mas seus amigos estão todos presos e alguns foragidos.
    Eram amigos fiéis que o acompanhavam nas festas e tinham até uma certa afeição como é no caso do Luiz Abi.
    Quem deve preparar sua defesa é o Próprio governador que vai ter que explicar para os paranaenses se estes seus amigos não eram aquilo que na sua frente demonstra.
    Acho também que tentar via propaganda tentar desviar o foco ou algum orgão dizer que a oposição está arrumando factoides,podem parar,na época do Gaievisk arrumaram para a Gleise e olha que era uma coisa bem menor do que essa patifaria que está no estado.

  9. O mesmo acontece com o governo da presidente Dilma mais a oposição e inclusive seu governo vive tentando envolver a mesma e inclusive vc Fábio vive tentando denegrir a imagem da presidente mais nunca apareceu em corridas de carro junto com os corruptos agora quanto ao governo aparece muito junto com os corruptos. O que faz dúvida da idoneidade dele.

  10. Vigilante do Portão Responder

    Com a colaboração da mídia amiga.

    Outro dia, no telejornal de uma poderosa Rede de comunicação, os apresentadores repetiram 5 (cinco) vezes a informação:

    O “PRIMO” do Beto Richa;

    Foi “COMPANHEIRO” do Beto Richa, na corrida de Kart…

  11. Há quem querem enganar? O amigo de corrida do Beto está correndo até agora. Ninguém acha. O parente está preso por fraudes em licitações. Uma quadrilha da Receita Estadual presa por exploração sexual de menores. É só ligar uma coisa a outra e tudo se explica. É o mesmo que proteger o Lula e Dilma dos crimes de corrupção nos seus governos, como não estar envolvidos? Ora, o Gaeco está apurando as investigações e logo, logo, fatos novos deverão vir a público e então veremos se não tem participação do Califa. É esperar e tudo vem a tona.

  12. Demagogia tem hora, pois bem antes era a Dilma a culpada do estado estar endividado , agora descobre o que realmente esta ocorrendo e se diz nao saber ma que comanda o estado é ou não o que foi eleito pelo povo o qual omitiu a divida do estado
    BETO RICHA.

  13. Luiz F. Guimarães Responder

    Nesse mato tem coelho…..
    À situação do Sr. Beto Richa com todos esses escândalos da Receita Estadual, Licitação Fraudulenta, ( Luiz Abi , homen mais influente e de mais confiança do Governador) , o Sr Richa está para essa Sujeira como o Sr lula estava para o Mensalão……. A coitados, os dois não sabiam de nada, muito menos se beneficiaram destas maracutaias ou roubalheiras….
    O Papa vai canonizar os dois..

  14. O cara recebeu dinheiro para fazer campanha (100 mil reais) de uma empresa fundada pelo seu primo. Desde 2012 ele não é mais dono da empresa. Agora ela é dos seus filhos, os quais são representados por sua mãe.
    Ou seja, a mulher do primo do Beto Richa (PSDB) foi quem doou dinheiro pro Beto Richa fazer campanha, e não o primo do Beto Richa.

    Entenderam?

    A logo logo ele publica que foi doação legal. registrada no TSE e tudo mais, duvidam?

  15. Asdrubal Mahffuz Responder

    As doações das empreiteiras para a quadrilha petista também foram legais…Ah! Mas eu esqueci. Só os petistas roubam e são desonestos. Isso jamais aconteceria num governo tucano. Nunca houve políticos mais honestos e competentes que os tucanos. Ainda mais os paranaenses. Quem disser o contrário está mentindo. Da boca do governador só saem verdades, ensinamentos e pensamentos sábios e lições sobre honestidade e retidão. Nós somos muito felizes por termos um governador assim.

  16. Sergio Silvestre Responder

    Ué,vai postar só os comentários que defendem o Beto Richa e seu primo?????????

  17. sabe o que mais me da nojo em tudo isso é que humildade passa longe nessa turma nunca estão errados é tudo culpa dos outros mas o dedo grosso apontado na cara dos outros(PT)sempre tem, não julgues para não serem julgados mas essas palavras passam longe dessa turma arrogante e prepotente ta certo um delete é mais facil poderão a continuar com essas injustiças mas não a mal que dure para sempre

  18. Temer, acho que se existe justiça, embora ela tenha uma venda nos olhos, e muitas vezes falha, mas está ai, para conferir todos os casos. Se não tem culpa não tem motivos para ficar com medo?
    Os deputados do Paraná, senhores vamos aos fatos…

  19. Roberto Santos Responder

    Uma pena, o “brimo caixa 2” devia saber se controlar.Muita ganância. Mas pior é ter Doático no Governo a pedido do Romanelli, e sem contar dos favores que tem pra como Nelson Justus e Alexandre Khoury, estes sim é que deviam estar na cadeia, porque junto com o Bibinho afanaram mais de R$ 100 mihões.O Luiz Abi é aprendiz de feiticeiro perto desta turma. É o nosso Petrolão. Uma pena Beto, vai ser difícil se recuperar.

Comente