Uncategorized

Investigado da Lava Jato diz que foi levado por Requião para negócios na Venezuela

unnamed

Frente Ampla

Aldo Vendramin, dono da Consilux, empresa famosa pela exploração de radares caça-níqueis, afirma que foi levado pelo ex-governador Roberto Requião (PMDB) até Hugo Chaves, e lá conseguiu contratos para construção de casas populares.

Estas declarações de Vendramin foram dadas durante entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, onde o mesmo tentava explicar aparecimento da Consilux em investigação da operação Lava Jato, na questão relativa a contratos de consultoria, ‘sic’, do ex-ministro José Dirceu.

Veja a citação que Aldo Vendramin faz de Requião e também, trechos da matéria sobre a relação da Consilux com José Dirceu no Leia Mais.

A consultoria também ajudou a ganhar os contratos?
Não, os contratos nós já tínhamos de antes. Em 2005, o [então governador do Paraná, Roberto] Requião levou uma comitiva de empresários para Caracas. Foi quando a gente viu a oportunidade de entrar no ramo de casas populares.

Mas a Consilux é uma empresa de tecnologia de trânsito, radares, lombadas no Brasil.
É, mas vimos a oportunidade de diversificar e entramos bem no mercado venezuelano de habitação. Conseguimos depois dessa essa viagem com o Requião. O Dirceu não teve nada a ver com a nossa entrada lá. Só nos atendeu muito depois, a partir do final de 2011.

Como o sr. encarou o vazamento da lista dos clientes da JD durante a investigação da Lava Jato?
Não tenho nada a ver com Lava Jato. O ex-ministro apenas nos atendeu num caso específico e foi muito bem.

‘Dirceu me levou a Chávez e o dinheiro começou a sair’, diz empresário do Paraná.

Graciliano Rocha – Folha de S. Paulo

No segundo semestre de 2011, o dono da Consilux Tecnologia, Aldo Vendramin, bateu à porta do ex-ministro José Dirceu para ganhar acesso privilegiado ao gabinete do então presidente Hugo Chávez (1954-2013) e tentar evitar os recorrentes atrasos de pagamento do governo venezuelano.

Sediada em Curitiba (PR), a empresa ganhou contratos e aditivos de US$ 416 milhões para construir casas populares numa versão do Minha Casa, Minha Vida na Venezuela. Entre 2011 e 2013, a Consilux pagou R$ 1,22 milhão para o petista desatar o nó político na república bolivariana.

“O José Dirceu me levou três vezes para conversar com o Chávez pessoalmente e depois disso o dinheiro começou a sair mais rápido”, diz o empresário. As atividades de Dirceu entraram no radar da Operação Lava Jato por suspeitas de que pagamentos feitos à a JD Assessoria e Consultoria Ltda., sua empresa, seriam, na verdade, uma forma disfarçada de propina por empreiteiras citadas no esquema de corrupção da Petrobras.

Com a quebra de sigilo autorizada pela Justiça, Receita Federal concluiu que a empresa de consultoria do ex-ministro, recebeu R$ 29,3 milhões entre 2006 e 2013. Em nota, José Dirceu afirmou ter prospectado negócios para seus clientes no exterior e negou ter tratado de qualquer assunto relacionado à Petrobras.

16 Comentários

  1. CLOVIS PENA - E DAÍ ?? Responder

    Não entrei aqui simplesmente para defender o Requião (não sou seu eleitor) mas é preciso ler com cuidado a declaração.
    O texto me faz entender que não há motivo algum para se colocar suspeita de interesse pessoal de Requião no assunto.
    Veja que foi uma comitiva do Paraná em busca de oportunidades .

    ……”Não, os contratos nós já tínhamos de antes. Em 2005, o [então governador do Paraná, Roberto] Requião levou uma comitiva de empresários para Caracas. Foi quando a gente viu a oportunidade de entrar no ramo de casas populares….”

    Vamos com mais cuidado gente !

  2. Pelo que depreende-se da matéria, Requião lervou uma comitiva de empresários à um país vizinho para uma feira de negócios. Nada anormal em qualquer governo.
    Porque tentar desqualificar o Requião?
    Seja menos parcial Campana.

  3. Gente, vocês têm que aprender a ler. Vejam a entrevista e digam onde ele acusa Requião. O máximo é que fez parte da delegação, Será que o Doático, que a época era fiel escudeiro de Requião, não estava nesta delegação?

  4. que REQUIÃO É APAIXONADO PELO PT… NÃO TEM DÚVIDA., HOJE NO BLOG DO ESMAEL, TEM VÁRIAS PIADAS, VAMOS LÁ A PRIMEIRA,,,DILMA BOM PAGADOR… DEP. ENIO VERRI,DO PT, A CORRUPÇÃO DO BETO É DE 500MILHOES ,DEP. E DO SEU PARTIDO QUANDO É QUE FOI MAIOR ROUBO DO MUNDO.,O BETO VAI TER QUE PAGAR SE FOR VERDADE,,,TEM SIM..NÓS TEMOS QUE PASSAR A LIMPO O NOSSO BRASIL ANTES QUE SEJA TARDE DEMAIS………..

  5. ….Levantem o nome do atrelado a requião que trouxe 20 milhões de dólares ao vivo deste negócio….esta por aí leve e solto…!!!!!…
    …Avião fretado….e dá-lhe caixas de dólares….contou aos amigos….

    .pn.-

  6. Renato Britto Barros Responder

    Consilux amiga de Requião e José Dirceu ?
    Tem coisa cheirando estranha nessa matéria ?
    Com $ 416.000.000,00 de dólares será que não foi empréstimo da sogra (BNDES) para os amigos do LULA ? com a intermediação do santo Requião.
    Se a Polícia Federal mexer mais……com certeza vai sair alguns coelhos dessa cartola.
    Quem viver verá.

  7. Caro FÁBIO, o PINÓQUIÃO está sempre presente em negócios escusos, haja visto a presença dos irmãos quando da presença dos mesmos no Porto de Paranaguá. Ainda tem aquele desaparecimento de US$ 500.000,00 desaparecidos do guarda roupa, subtraídos pela doméstica. Se aprofundar mais as investigações aparecerão as digitais do PINOQUIÃO e membros da quadrilha. Atenciosamente.

  8. Doutor Prolegômeno Responder

    Ai de vós, escribas e fariseus hipócritas… a língua é chicote da bunda…

  9. Todo mundo sabe que Requião é bolivariano, tem ligação íntima com Foro de São Paulo, MST, PCC e outros guerrilheiros.
    É um homem asqueroso e sem escrúpulos , todo o cuidado é pouco com gente desse tipo.

  10. ZÉ DIRCEU – CHAVES E REQUIÃO UFA

    SÓ PODE TER SAÍDO NEGÓCIOS DE ALTISSÍMA LINHA!

Comente