Uncategorized

Sergio Moro transfere Renato Duque e mais 11 para presídio especial

Sérgio-Moro

Presos deixam Carceragem da PF e vão para ala especial em São José dos Pinhais

de Renato Onofre e Germano Oliveira, O Globo:

O juiz Sérgio Moro (foto), da 13ª Vara Federal do Paraná, determinou nesta segunda-feira a transferência de 12 presos da Operação Lava-Jato da Carceragem da Polícia Federal em Curitiba para o Complexo Médico Penal do Estado, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. O juiz só manteve na carceragem da PF o ex-diretor da Área Internacional da Petrobras, Nestor Cerveró, que passa por cuidados psicológicos, e o empreiteiro Ricardo Pessoa, da UTC, a pedido do Ministério Público Federal. Pessoa é tido como o chefe do Clube das Empreiteiras que manipulavam as concorrências na Petrobras, enquanto que Cerveró é acusado de receber propinas na aquisição de navios-sonda no exterior.

A determinação do juiz atende a pedidos da Polícia Federal, que vinha alegando que a Carceragem da PF estava superlotada. Foram transferidos para o Complexo Médico Penal do Estado, o ex-diretor de Serviços e Engenharia da Petrobras, Renato de Souza Duque e os empreiteiros Erton Medeiros Fonseca, Agenor Franklin Magalhães Medeiros, Gerson de Mello Almada, João Ricardo Auler, José Aldemário Pinheiro Filho, José Ricardo Nogueira Breghirolli, Mateus Coutinho de Sá Oliveira e Sergio Cunha Mendes. Além deles, serão transferidos também Adir Assad e Mario Frederido Mendonça Goes.

O juiz baseou sua decisão em informações transmitidas pelo superintendente da PF, relando “dificuldades na manutenção dos presos da Operação Lava-Jato na Carceragem da Policia Federal por dificuldades de espaço”. Em função disso, a Secretaria de Segurança Pública do Paraná disponibilizou uma ala no Complexo Médico Penal de Curitiba para abrigar os presos, que ficarão longe dos demais presos do local. Segundo a PF, os presos terão espaço até melhor do que dispunham na carceragem da PF.

O juiz disse que a ala diferenciada se justifica pelo fato deles poderem correr algum tipo de risco. “Faço aqui um esclarecimento, não há que se presumir que os presos da Operação Lava-Jato no sistema prisional estadual serão vítimas de alguma violência por parte de outros detentos. Entretanto, forçoso admitir que, pela notoriedade da investigação, há algum risco nesse sentido, o que justifica colocá-los, por cautela, em ala mais reservada”, diz o juiz em seu despacho. Eis a relação dos presos transferidos:

1) Adir Assad;

2) Agenor Franklin Magalhães Medeiros;

3) Erton Medeiros Fonseca;

4) Fernando Antônio Falcão Soares;

5) Gerson de Mello Almada;

6) João Ricardo Auler;

7) José Aldemário Pinheiro Filho;

8) José Ricardo Nogueira Breghirolli;

9) Mario Frederico Mendonça Goes;

10) Mateus Coutinho de Sá Oliveira;

11) Renato de Souza Duque; e

12) Sergio Cunha Mendes.

8 Comentários

  1. Kátia Flávia Responder

    Deveriam deixar mas juntinhos, pois outono/inverno chegando as noites Curitibanas são frias.

  2. o complexo medico fica em quatro barras próximo ao antigo parque castelo branco , já em são jose dos pinhais exite a casa de custodia de são jose dos pinhais

  3. o SECRET. SEGURANÇA deveria dar entrevista mesmo, afinal ele faz a diferença !!

  4. Desculpem minha ignorancia mas, o doleiro está preso na policia federal ou ja foi para casa como foi o Roberto costa? E O BIBINHO ESTÁ LÁ TAMBÉM OU ESTÁ EM OUTRO ALBERGUE?

  5. Digníssimo Juiz Sérgio Moro, não vejo a hora em ver outros nomes compondo essa lista, ex.: Lula, Dilma, Renan etc…

    Cumprimentos pelo excelente trabalho que realiza, PRATICANDO JUSTIÇA. Espero que todos os juízes, acadêmicos de Direito inspirem-se em V. Excelência, para serem bons profissionais do Poder Judiciário que tanto o nosso povo precisa e o País carece de justiça.

  6. Estes presos deveriam ser misturados com outros detentos em pri-
    sões como Papuda. Nada de cela e comida especial. Quando a grana
    era farta viveram nababescamente com o dinheiro alheio e portanto
    o pagamento divino é a famosa “marmitex” e cama de cimento !!!

  7. julio cezar galdi junior Responder

    Prezado Mario Quintana
    No ultimo dia 8/04 (segunda quarta-feira do mês) dia de entrega de “sacolas”(roupas/material de higiene/alimentos) autorizados aos detentos, fui ao COMPLEXO MEDICO PENAL em Quatro Barrras/Curitiba.
    Tenho um amigo dependente químico que esta recluso para tratamento há 5 meses por furto de R$ 30,00 (trinta reais) em uma banca de revistas.Tratamento esse que até hoje não recebeu nenhum atendimento psiquiátrico tampouco medicação.
    Cheguei as 15:05 hs;o horário é até as 15 hs, não quiseram aceitar a entrega, após uma solicitação acompanhada das explicações pelo atraso fui atendido, NOTEI ATRÁS DE MIM UMA SENHORA MUITO CHIQUE COM ROUPAS DE GRIFE ALTO PADRÃO, JOIAS DE ALTO QUILATE, E COM O ROSTO INFLADO DE BOTOX, solicitando também entregar alegando ter vindo de BRASÍLIA exclusivamente para isso.
    Imediatamente deduzi que seria para algum dos integrantes da OPERAÇÃO LAVAJATO. Como pretexto;pois já sabia; questionei um dois cinco agentes penitenciários se já haviam chegado os últimos dez CORRUPTOS DO LAVAJATO, após a confirmação e incentivado por olhares e expressões dos políciais indignados também pela quantidade de produtos em sacolas de grifes internacionais; iniciei uma serie de comentários a respeito da OPERAÇÃO…, e da corja de ladrões em prejuízo ao Pais e diretamente ao povo brasileiro para ver se a “carapuça servia”. Em seguida um dos agentes perguntou se a SRA BOTOX tinha a carteira para visita, a mesma respondeu que NÃO.
    Esta carteira é expedida após analise da documentação da pessoa interessada o que demora até vinte dias, além de que por norma do Sistema Penitenciário nos primeiro 30 dias de reclusão o detento não tem o direito de receber visitas muito menos entrega de “sacolas” .
    Após a negativa do agente a SRA.BOTOX exigiu a presença da Assistente Social. a qual veio de pronto. Acompanhei de perto a negociação, quando percebi a intimidação e a possibilidade de ganho da SRA BOTOX não me contive e intercedi na negociação e EXALTADO
    exigi que a Assistente Social não intercedesse porque o CORRUPTO não tinha Direito Legal para receber e iria denunciar aos Veículos de Comunicação e que ficaria aguardando o resultado.
    Para minha satisfação, e acredito de TODOS OS BRASILEIROS consegui expor nossa INDIGNAÇÃO e presenciar o retorno das “SACOLAS VIP” para Brasília com a ‘SENHORA BOTOX”.
    Gostaria muito que o Sr. publicasse em rede nacional. Estou a sua disposição para maiores esclarecimentos se necessário.
    Com admiração pelo seu trabalho, atenciosamente,
    JULIO GALDI

Comente