Uncategorized

Embaixador diferente

unnamed
Traiano recebe o embaixador de Israel Reda Mansour, druso, poeta e diplomata

O presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB), recebeu na manhã desta quinta-feira (26) o embaixador de Israel no Brasil, Reda Mansour, que está empenhado no estreitamento de relações culturais e comerciais com o Brasil. Na presidência da Assembleia trocou ideias com Traiano sobre a situação política do Brasil, de Israel e a situação explosiva do Oriente Médio com os avanços do Estado Islâmico.

Mansour lembrou que os dois países tem uma relação historicamente próxima e importante. O Brasil e Israel tem um intercâmbio comercial de US$ 1,5 bilhão, baseado principalmente na exportação de matérias primas e importação de sistemas de defesa e equipamentos de segurança. O valor desse comércio entre os dois é considerado muito relevante para um país pequeno, como é o caso de Israel, com população de 8 milhões e área de cerca de 20 mil km quadrados de área. Existem 150 mil israelitas no Brasil e 70 mil brasileiros em Israel. O embaixador elogiou e considerou admirável e um modelo a convivência harmoniosa entre os árabes e judeus no Brasil.

Reda Mansour tem uma história pessoal absolutamente incomum. É druso e os drusos são um povo árabe autônomo. Fez doutorado em História do Oriente Médio em Haifa e mestrado em administração pública em Harvard, nos Estados Unidos. Publicou quatro livros de poesia hebraica. Tem três filhos, dois no serviço militar. Foi o primeiro diplomata não judeu e o embaixador mais jovem da história de Israel. O embaixador tem 49 anos, assumiu a embaixada do Brasil no ano passado.

Atualmente existem apenas 15 diplomatas não judeus em Israel. Os drusos são um povo historicamente vítima de perseguições. Eles vivem em Israel, Líbano e Síria. Em mil anos, sempre foram perseguidos. Em Israel, são 120 mil. O grupo é ativo em política e no Exército. No Parlamento anterior, havia seis membros. No Exército, é a única minoria que tem serviço militar obrigatório de três anos, como os judeus. As demais minorias árabes podem servir voluntariamente.

2 Comentários

  1. O EMBAIXADOR OUVIU FALAR DA FAMA DOS POLITICOS BRASILEIROS SEREM CORRUPTOS PENSA QUE SE FICA CORRUPTO PELO CONTATO

Comente