Uncategorized

PF prende outro doador da campanha de Gleisi

unnamed

A Polícia Federal prendeu na sexta-feira (27) o empresário Dario Galvão, da Galvão Engenharia. A empreiteira repassou R$ 420 mil para a campanha da senadora Gleisi Hoffmann (PT) em 2014. A prisão preventiva de Dario Galvão foi decretada pelo juiz Sergio Moro, que conduz todas as ações penais da Operação Lava Jato. A PF executa, pelo menos, outros dois mandados de prisão. Com informações da Agência Estado.

A Galvão Engenharia é uma das 16 empreiteiras alvo da investigação sobre propinas, corrupção e carteirização na Petrobrás. Na quarta-feira (25), a Galvão protocolou pedido de recuperação judicial, alegando dificuldades financeiras por causa de inadimplência, inclusive da Petrobrás.

Um dos executivos da empreiteira, Erton Medeiros, está preso desde novembro. Nos últimos dias, dois empreiteiros fizeram revelações à força tarefa da Lava Jato, acerca do envolvimento de outros empresários. Um deles é Gerson Almada, da Engevix Engenharia. O outro é o empreiteiro Ricardo Pessoa, da UTC Engenharia. A UTC repassou R$ 250 mil para Gleisi em 2010 e mais R$ 950 mil em 2014.

4 Comentários

  1. A SENADORA “barbie”, TEM QUE SE EXPLICAR, E PRINCIPALMENTE DEVOLVER A GRANA QUE FOI ROUBADA PELA QUADRILHA DO pt, INSTALADA NA ptROBRAS. OU, QUE SEJA ABERTO O PROCESSO DE CASSAÇÃO DO SEU MANDATO DE SENADORA.

  2. Vigilante do Portão Responder

    Fosse o “primo” do Beto Richa,

    Daria Blocos inteiros dos telejornais de uma poderosa rede de comunicação do Paraná.

    Como é doador da Gleisi,

    Não sai uma linha.

Comente