Uncategorized

Cobertor curtíssimo

do Painel, Folha de S. Paulo:

Ao tentar agradar ao PMDB da Câmara e do Senado na mudança ministerial, Dilma Rousseff pode ficar sem nenhuma das alas do partido. Ela sustou a ida de Henrique Eduardo Alves para o Turismo, que havia sido confirmada aos deputados, para não melindrar Renan Calheiros. Agora, ensaia nomear o ex-presidente da Câmara para a Aviação Civil, caso Eliseu Padilha assuma a coordenação política. Os deputados reagem: a conta de 4 pastas para o Senado e 2 para a Câmara não fecha.

1 Comentário

  1. Depois ficamos pasmados com o nível de incompetência dos nossos ministros. São cegos guiando surdos, é incompetência e mais incompetência no trato da coisa pública. Haja reforma fiscal para tapar tanto rombo. Ou seria, roubo?

Comente