Uncategorized

Governo do Paraná anuncia desconto de
dias parados

O Governo do Estado lamenta a decisão da assembleia dos professores do Paraná. Todos os itens acordados em março com a categoria estão sendo cumpridos. O governo determinou hoje que as eventuais faltas a partir de segunda-feira, dia 27, de professores e funcionários da Educação sejam descontadas em folha de pagamento. Diretores e chefes de núcleo estão orientados a fazer as anotações e encaminhar os dados à Secretaria de Educação. A nova paralisação vai comprometer gravemente o cronograma de estudos e, consequentemente, o rendimento escolar os alunos, já que o calendário escolar teve que ser refeito uma vez.

Cabe ressaltar que a Procuradoria Geral do Estado já ingressou com medidas judiciais para decretar a greve ilegal e abusiva. Ao contrário do que ocorreu durante a greve do início deste ano letivo, a partir de agora serão anotadas as faltas para posterior desconto salarial.

Apontado como um dos principais motivos da retomada da paralisação, o projeto de lei 252/2015, que trata da revisão do plano de custeio do Regime Próprio de Previdência Social do Estado do Paraná, foi amplamente debatido durante 50 dias. Ficou claro que o projeto não altera em nada o pagamento de proventos a aposentados e pensionistas do Estado. Não há mais nada que possa ser dito contra a intenção do governo estadual de proteger o sistema previdenciário e equilibrar o caixa do Tesouro Estadual.

14 Comentários

  1. a cara de pau continua grande enorme fala que todas as reivindicações foram atendidas mas vão confiscar a previdência deles que era a principal reivindicação e vão aprovar praticamente no tratoraço reforçaram a policia na assembleia com mais policiais que em esquemas de guerra e se fazem se santinhos???
    muita cara de pau oleo de peroba neles

  2. Do Interios..... Responder

    Estes professores parecem mais o MST. Estão enfeitiçados pela lábia petista-socialista.
    Acoooorrrrdaaaaa meu povo!

    Os professores não estão vendo o que está acontecendo com a educação federam e ninguém fala nem faz nada? Isso não é estranho?

    Fora PT

  3. VLemainski - Cascavel Responder

    Os professores devem entender que não são a cereja do bolo. É triste ver uma classe se depreciando, servindo de massa de manobra para criar fatos que poderiam esconder um pouco os escândalos que se multiplicam do Oiapoque ao Chuí… Voltem a lecionar!!

  4. Parabéns Governador. Já passou da hora, de o sr,usar o rigor da lei pra cima dessa cambada de desocupados, e dos professores que simplesmente não querem trabalhar.

  5. Tem que descontar tudo. Salário é contrapartida de trabalho. Sem trabalho, não há salário. Pagamos impostos para os barnabés trabalharem e não ficarem coçando o saco em greves. Greve é direito, mas, sem pagamento de dias parados.

  6. É brincadeira,só tem greve de professor em estados governados pelo, PSDB.Será que os mestres não se tocam que estão virando massa de manobra pela pelegada?

  7. Caro FÁBIO, os dirigentes do governo BETO têm que deixar de serem frouxos e tratar MERCENÁRIOS como MERCENÁRIOS, portanto chega de intenção, deve orientar e passar à ação. Comunicado realizado não é ameaça. Há necessidade de impor ordem nesse setor, pois, caso contrário esses mercenários dominarão esse governo, que já está fragilizado pelas divisões internas, que estão estraçalhando a administração, e que contrasta com ” O MELHOR ESTÁ POR VIR”. A sociedade não está satisfeita com essas situações, pois esse governo desorientado não é composto por membros da ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA PETISTA. Defendo a liberdade de opinião, liberdade de imprensa e liberdade de investigação. Apoio a mobilização dos CAMINHONEIROS e a redução de R$ 0,50 por litro de diesel, e proponho a RENÚNCIA JÁ da DILMA, agora no poder, para evitar que cometas maiores VEXAMES e VERGONHAS, praticadas contra a sociedade brasileira. Atenciosamente.

  8. A CULPA É DO FHC Responder

    NADA MAIS JUSTO!!

    O CUSTO DA INDIGNAÇÃO TEM SEU PREÇO. AQUELE QUE É MASSA DE MANOBRA DO PT DEVE TER O DIA DESCONTADO DA SUA FOLHA SALARIAL E AINDA CONSTAR NA FOLHA FUNCIONAL PARA QUE NÃO RECEBA A PROGRESSÃO QUE LHE SERIA CONCEDIDA.

    ORA! VAMOS PARAR DE BRINCADEIRA!!

    SENHOR GOVERNADOR!! ESTAMOS EM UM ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO, ALÉM DISSO EXISTEM PEDAGOGOS EM NÚMERO SUFICIENTE PARA SUBSTITUIR AQUELES QUE NÃO CONCORDAM OS ATOS DE GOVERNO QUE ESTÃO SENDO TOMADOS.

    SEM RADICALIZAR, MAS DEVE ABRIR PROCESSO ADMINISTRATIVO DISCIPLINAR CONTRA OS DESCONTENTES, ASSISTINDO O DEVIDO PROCESSO LEGAL E O CONTRADITÓRIO, E EM CASO DE INSUBORDINAÇÃO ADMINISTRATIVA, SUBSTITUÍ-LOS POR NOVOS PEDAGOGOS, ATUALIZADOS, SEM VÍCIOS DOS SINDICATOS.

    MANDE O SEU SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO PARA A RUA!!! É UM INCOMPETENTE DE PRIMEIRA!! DESARTICULADO, PARA DAR CONTA EM SITUAÇÕES DE CRISE COMO ESSA.

    PREZADO BETO RICHA, PRESTIGIE OS PROFESSORES DE VERDADE!! PROFESSORES QUE ESTÃO EM CONDIÇÕES MORAIS E PESSOAIS DE ELEVAR A EDUCAÇÃO DO PARANÁ A NÍVEIS DE EXPRESSÃO NACIONAL.

    COLOQUE OS BADERNEIROS, OS MASSA DE MANOBRA NA RUA, POR FAVOR A EDUCAÇÃO DO PARANÁ PEDE ISSO DO FUNDO DO CORAÇÃO!!

  9. Vão me xingar? vão xingar minha mãe ? Se eu faltar o serviço não vão descontar em minha folha de pagamento ? Então senhores professores por favor vão trabalhar e abandone o PT correto? Ah! sim esqueçam o RR.

  10. Nossa! A maioria dos comentários aqui parece ser de cupinchas do Beto Richa, chamando professores de mercenários, nem sabem o motivo da greve, então lá vai, nenhum professor está pedindo um centavo sequer de aumento, apenas que o governador não se apodere do dinheiro da previdência, dinheiro este que é descontado do salario dos servidores, este dinheiro não pertence ao governo do estado.

  11. Parabéns Governador, se não trabalharem, tem que ficar sem receber, estes arruaceiros não são professores coisa nenhuma, o professor que ama sua profissão, chega até esquecer seus problemas, para passar tudo de bom aos alunos, com muita nobreza e dignidade,atendento ao PT.

  12. Isso aí Governador, tem tomar medidas duras, contra esses que dizem professores, são comunistas vagabundos, e estão a serviços do PT e do MST.

Comente