Uncategorized

MPF denuncia Vaccari
e Duque por lavagem
de R$ 2,4 mi desviados
da Petrobras

vaccari1_

O ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, o ex-diretor da Petrobras Renato Duque e o executivo Augusto Mendonça foram denunciados pelo MPF nesta segunda-feira (27) pela lavagem de R$ 2,4 milhões. Os procuradores identificaram 24 operações de lavagem de dinheiro entre abril de 2010 e dezembro de 2013. O juiz federal Sérgio Moro deve acatar a ação.

Segundo o MPF, parte da propina paga a Duque enquanto ele era diretor de Serviços da Petrobras foi paga por empresas do grupo Setal Óleo e Gás para a Editora Gráfica Atitude a pedido de Vaccari. A gráfica, segundo apuração dos investigadores, é ligada ao PT.

Para justificar os pagamentos, a Gráfica Atitude firmou dois contratos com as empresas do grupo Setal. Segundo o MPF, porém, os serviços nunca foram prestados e as notas fiscais eram frias.

Na denúncia oferecida nesta segunda-feira (27), o MPF não apontou a responsabilidade de nenhuma pessoa vinculada à gráfica, mas segundo os procuradores, novas investigações devem apurar a participação de pessoas ligadas à Gráfica Atitude.

O MPF pediu a condenação dos réus à restituição de R$ 2,4 milhões, bem como ao pagamento, a título de indenização, de mais R$ 4,8 milhões.

2 Comentários

  1. Vai se fu…tonto, vai ser responsável sozinho, ou entrega a tigrada todo de cima até embaixo

  2. Fabio, o Vaccari vai fazer como o Delúbio no mensalão, assume sozinho a bronca para não entregar os chefes maiores, se abrir a boca….
    o bicho vai pegar para o lado dele .

Comente