Uncategorized

Sciarra protesta contra deputado do PT

unnamed

O secretário-chefe da Casa Civil, Eduardo Sciarra, conversou nesta quinta-feira (30) com o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, e externou a indignação do Governo do Paraná a respeito das atitudes do deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS), presidente da Comissão de Direitos Humanos.

Segundo Eduardo Cunha, o deputado Pimenta sustentou à mesa da Câmara que viajaria ao Paraná atendendo a um pedido do governador Beto Richa, o que não é verdade. Ele esteve em Curitiba nesta quinta e se reuniu apenas com representantes da APP-Sindicato pela manhã.

Antes de ir embora, Pimenta cancelou a reunião que havia acertado com Sciarra para falar com o governador Beto Richa e receber informações a respeito do confronto entre policiais e manifestantes no Centro Cívico nesta semana. “O deputado veio ao Paraná sob o falso argumento de se encontrar com o governador Beto Richa. Ouviu apenas uma das partes do processo. Fez juízo de valor distorcido sobre os fatos e foi embora”, informou Sciarra.

DESRESPEITO – “Queremos preservar o perfil democrático da Câmara dos Deputados. A atitude do presidente da Comissão dos Direitos Humanos é um desrespeito ao histórico do parlamento, que é um espaço para o contraditório”, destacou o secretário, afirmando que o governo estadual estuda medidas que podem ser tomadas contra o parlamentar gaúcho.

O secretário informou ainda que vai encaminhar um dossiê para a Câmara dos Deputados demonstrando a ação de vândalos no protesto promovido pelo sindicato dos professores estaduais em Curitiba. Treze pessoas que foram presas em flagrante estão sendo identificadas, suspeitas de participar de outros atos de vandalismo.

O Governo do Estado acionou a Polícia Civil para abrir inquérito sobre os fatos ocorridos no Centro Cívico. “Houve nitidamente a participação de pessoas estranhas ao movimento dos servidores. Precisamos saber se houve infiltração ou se a presença destes vândalos foi deliberada”, afirmou Sciarra.

Ele ressaltou que os presos foram detidos por agressão aos policiais e tinham coquetéis molotov, pedras, estilingues e paus com pregos. “Vieram preparados para confrontar as forças de segurança. Tudo foi registrado em fotos e vídeos”, explicou Sciarra ao presidente da Câmara.

O secretário explicou a Cunha que o aparato de segurança foi autorizado pela Justiça a pedido da presidência da Assembleia Legislativa. O argumento utilizado para pedir força policial foi a invasão e a depredação do patrimônio do parlamento estadual em fevereiro.

8 Comentários

  1. O que é que alguém esperaria de um deputado petista? Como sempre eles sempre fazem o que querem, não é novidade. Prova mais uma vez que a APP do Paraná é um braço do PT neste estado. Ficou definitivamente demonstrado com a atitude desse deputado gaúcho.

  2. Só tem aproveitador nesse pt. Eles querem o dinheiro público e só. Não teem limites. Vejam o que fizeram com a Petrobras. Cada repatriação , cada operação da lava jato são bilhões e bilhões. O pt e o pmdb só querem por a mão no fundo do paranaprevidencia. O Requião já acabou com o fundo uma.vez

  3. DIÁRIOS SECRETOS Responder

    ESSE GOVERNO QUE AÍ ESTÁ, DEVE RENUNCIAR ANTES QUE ESSE ESTADO DE BELIGERÃNCIA ENTRE A POLÍCIA MILITAR E OS GREVISTAS ACABE EM MORTES; NÃO ESQUEÇAM DE LEVAR O SECRETÁRIO DA FAZENDA QUE CONHECE O BRASIL, DE NORTE A SUL, POIS AS SUAS ATITUDES DE MUDANÇA QUE ESTÃO SENDO PRECONIZADAS, DEVEM TER SIDO ADOTADAS, TAMBÉM, EM OUTRAS LOCALIDADES POR ONDE PASSOU, COMO SÃO PAULO, SALVADOR E OUTRAS, O QUE NÃO QUER DIZER QUE COMPROVE A SUA COMPETÊNCIA!

  4. Eduardo Sciarra é um homem correto, deputado federal com folha de serviços invejável, não somente ao Paraná mas também ao Brasil. Sua posição com relação aos atos de vandalismo que foram praticados por centrais sindicais e elementos contratados para “”agir” em nome de professores, foi a mais agressiva falta de respeito à Democracia que já assisti.. Este deputado da Comissão de Direitos Humano esteve sempre cercado de petistas e baderneiros. Basta ver a que partido ele pertence, para pensar no resultado da sua viagem.Não esteve em palácio para não ouvir do Governador Beto Richa aquilo que ele já conhecia pois o vandalismo foi patrocinado pelo seu partido, isto todos viram.

  5. Paulo Pimenta é mesmo de qual partido?
    Se mentiu já está explicado. É da turma dos inteligentes e qualificados
    como se auto intitula aquele cidadão londrinense.
    Só não sabem falar a verdade. Aliás como eles sempre dizem que não sabem de nada, acho até que nem a verdade sabem falar.

  6. Sergio Silvestre Responder

    Queria que o deputado viesse com algemas para algemar o governador e outros responsáveis??????????

  7. Concordo plenamente com o Sciarra, a manifestação dos professores era justa, e deveria ser pacifica, mas o que se viu foi atos de vandalismo, ….tem videos mostrando eles se preparando antes do confronto, os policiais estavam em fileira, eles que atacaram os policiais, vândalos.

Comente