Uncategorized

APP confirma assembleia, mas ainda não indica fim da greve

da Banda B:

As aulas da rede pública de ensino ainda não têm data certa para voltar ao normal. A APP-Sindicato, que representa os servidores educacionais do Governo, confirmou que haverá uma assembleia na tarde desta terça-feira (5) que pode dar rumo aos novos passos da greve. No entanto, os diretores não dão indícios se as aulas serão retornar ainda nessa semana. Na tarde de hoje (4) está marcada uma reunião com o Conselho Estadual.

A secretária educacional da APP Walquíria Olegário Mazeto afirmou, nesta manhã à Banda B, que uma assembleia com os professores vai decidir o futuro das negociações. “A greve continua e somente a assembleia de amanhã vai definir o retorno ou não das aulas. Hoje temos reunião com o conselho estadual e vamos ouvir todo o estado para que tiremos alguma avaliação”, explicou a professora.

A assembleia está marcada para acontecer a partir das 14 horas de amanhã no estádio Durival Britto e Silva, a Vila do Capanema, no bairro Rebouças. São esperadas caravanas de todo Paraná e a expectativa da APP é reunir cerca de 15 mil professores.

Greve

A nova paralisação em apenas um mês do retorno às aulas aconteceu após uma série de compromissos firmados com o Governo do Estado não ter sido cumpridos, de acordo com a APP-Sindicato, Ainda, o projeto de lei que alterou o ParanáPrevidência dos servidores teria sido o estopim para a nova greve da categoria. Em fevereiro, os professores ficaram 29 dias em greve e o ano letivo começou em março.

Multa

A APP confirmou que recebeu a notificação do Tribunal de Justiça do Paraná, que considerou a greve dos professores estaduais ilegal. O documento foi reconhecido pela diretoria há dois dias. “Nós já fomos notificados, estamos no segundo dia da multa, já recorremos por meio de uma agravo, mas ainda não recebemos resposta judicial”, disse Walquíria. A multa diária, caso as aulas não retornassem imediatamente, é de R$ 40 mil.

27 Comentários

  1. MANOEL BOCUDO. Responder

    JÁ VOTARAM, NÃO FOI O ESPERADO, ENTÃO AGORA VAMOS AO TRABALHO.
    MESTRES, VAMOS LUTAR COM A PALAVRA, E O GOVERNO COM RESPEITO A ESSA CATEGORIA QUE TANTO NOS ENSINA E AOS NOSSOS FILHOS. O GOVERNO FEDERAL DEVIA SE INSPIRAR EM PAISES EUROPEUS ONDE O PROFESSOR É RESPEITADO E VALORIZADO COM SALÁRIOS DIGNOS DA CATEGORIA. SE APOSENTAM E SAEM A PASSEIOS COM SEUS SOLDOS SUFICIENTES, NÃO PRECISAM FAZER BICOS PARA SOBREVIVER.

  2. É hora de terceirizar, achar outros caminhos, ninguém é obrigado a continuar em uma profissão que não esta atendendo a s suas expectativas.

  3. Parreiras Rodrigues Responder

    Decididamente trata-se de manobra petista para enfraquecer governos de Oposição. A APP-Sindicato, mais CUT, MST, UNE, se abraçariam a qualquer motivo para desencadear movimento como o do dia 29. Beto Richa mordeu a isca.

  4. Erros ocorreram de parte a parte, todos erraram e mentiram em algum momento. Não se pode culpar um só por tudo o que aconteceu no dia 29 de abril. Os professores não quiseram invadir a Assembléia, mas alguns quiseram, quem são eles? Amigos dos professores ou oportunistas de plantão movidos a outros interesses? Neste momento creio ser necessário: os professores retornarem às salas de aula porque os estudantes merecem também respeito; o Governo contar a verdade sobre as suas finanças e sobre a proposta da PR Previdência; a APP contar a verdade sobre as suas intenções e assim por diante…

  5. Não sou contra as reivindicações do professores, mas acho que a greve já saturou e seu prolongamento pode reverter os danos causados, pois os pais de alunos também estãcom os professores, mas continuar e prejudicar os ano letivo é um abuso, e como disse pode reverter a situação

  6. Sergio Silvestre Responder

    Tem gente que não sai do Bunker mesmo né PARREIRAS ,que mordeu isca que nada ,foi feito uma greve e se você fosse professor estaria lá,ou é também um avestruz.~]
    Mania de querer passar a responsabilidade para terceiros.

  7. MDBVELHODEGUERRA Responder

    Assim como os brasileiros desinformados cairam no conto do vigário reelegendo a presidANTA,

  8. MDBVELHODEGUERRA Responder

    Assim como os brasileiros DESINFORMADOS, cairam no CONTO DO VIGÁRIO, ao reelegerem a presidANTA, e agora todos estamos pagando a salgada conta da corrupção e incompetência, no Paraná, os professores se omitem a 20 anos de terem uma APP, sem comando partidário, mas que atenda os interesses dos PROFESSORES, e não a ideologia lulapetista, que quebrou o Brasil e esta desmoralizando a classe do magistério.

    PROFESSORES DO PARANÁ, JA É HORA DE LIMPAREM A APP DESTA QUADRILHA QUE OS EXPLORA.

    APP TEM ORÇAMENTO MAIOR QUE MUITOS MUNICIPIOS DO PARANÁ

    PARA QUEM ELA PRESTA CONTAS?

    ACORDEM E LIVREM-SE DESTES SANGUE-SUGAS DO MAGISTÉRIO.

    RENOVAÇÃO JÁ……

    Ao menos que a maioria seja como mulher de policia que gosta de apanhar.

  9. Fabio, para tudo existe um limite.Claro ,A violenta repressão contra os professores comandados pelo PT, que de forma orquestrada se jogaram contra a barreira policia que protegia o patrimônino público , no caso a Assembléia Legislativa, notadamente para provocarem os policiais,sofrerem ferimentos para exporem a opinião pública contra o aparato policial.Só uma pessoa ingênua não vê que este ato promovido pelo PT, usando como cavalo de guerra os professores, é uma cortina de fumaça contra os graves problemas do pais com a corrupção,tirando de foco a persidenta Dilma e sua quadrilha.Eu se não estiver satisfeito, não sou feliz, mal reconhecido em meu emprego, péço conta e vou buscar outros caminhos.porque este movimento em momento algum estão preocupados com os estudantes, que neste ano tiveram muito poucas aulas,tendo seus direitos colocados em ultimo plano.Pura malandragem do comando de greve e de mais alguns políticos oportunistas.

  10. Que professor vai ter em sã consciência, condições psicológicas para lecionar, depois de tudo que aconteceu? Sejam um pouco honestos e, parem de falar tanta besteira. como se fossem um bando de alienados.

  11. Noticiaram no Estadão e no G1.com que, hoje, existe 10 estados com greve dos professores ( estaduais e municipais). Coincidência ou não a grande maioria das greves acontecem em estados ou municípios que são governados pelo PSDB. Por que será? Será que estão usando os professores para destruir o partido!!!

  12. Esses ptralhas não fazem badernas como essa no estado de Minas, comandado pelo PT. O PT. MST, CUT, UNE, sabe que certos ataques têm a duração que leva para o lado oposto reagir, por isso partem pra cima da policia para conseguir o que querem.

  13. clarice franze Responder

    EU DIGO E VOCES NÃO ACREDITAM, A APP E SEUS AGLUTINADOS VÃO FAZER UMA VOTAÇÃO SECRETA PARA ESCOLHER UM MOTIVO PARA ESTA NOVA GREVE.

    AGUARDEM……….ESTÃO TENTANDO ENTRAR EM ACORDO SOBRE O MOTIVO, JÁ QUE TODOS OS MOTIVOS JÁ FORAM USADOS.
    COM DIREITOS À ARCOS E FLECHAS, TACAPES, BORDUNAS ETC

  14. JURAMENTO do PROFESSOR
    “Solenemente prometo no desempenho de minhas funções de EDUCADOR, transmitir lealdade, integridade e honestidade, os ensinos humanos e científicos que façam dos jovens e cidadãos conscientes responsáveis e inteligentes, se criar HOMENS eu conseguir. senti-me-ei realizado.
    Assim prometo”.
    Este juramento no caso do Paraná foi trocado por atos Bolivarianos , que incentivam os alunos a violência,sem se preocupar com o futuro da PATRIA EDUCADORA.

  15. Acho que tem que ser feito como la no metro paulista, comecem a demitir os cabeças. Bando de arruaceiros petistas!!!

  16. Voltando à carga
    Participar na Assembleia, pacífica e democraticamente, respeitando o regimento interno é uma coisa. Agora, querer enfiar milhares de pessoas num local que cabe duzentas (não sei o número exato) é um escracho.
    É verdade que a APP não aceitou enviar representantes, dentro do número possível de lugares para a votação na Assembleia ?
    Se as autoridades ficassem de braços cruzados esperando os fatos se desenrolarem iam ser taxadas de omissas, inconsequentes e coisas piores !

  17. Mírian Waleska Responder

    Só idiota não vê as verdadeiras razões desta greve. Armação política do PT ESTA QUADRILHA QUE NÃO SE CONFORMA COM A PRISÃO DE SEUS MEMBROS.

  18. Existe um movimento de professores em diversos estados movido por sindicatos cutistas, mas o confronto “modelar”, que propiciaria o vitimismo redentor às esquerdas num momento difícil para o PT, do ponto de vista do partido, “tinha” que acontecer em Curitiba. Trata-se do epicentro das investigações da Lava Jato, a cidade onde o esquema corrupto do PT está sendo escancarado e punido e onde a imagem do partido está sendo dia a dia desgastada. Também é capital do Estado de muitos protagonistas do escândalo (Gleisi, Youssef, Janene, André Vargas etc.). É muito simbólico que o confronto que colocou petistas e cutistas como vítimas tenha se dado a menos de três quilômetros do gabinete do Dr. Sérgio Moro, onde as entranhas do esquema corrupto do Petrolão se revelam. Por outro lado, no âmbito da esquerda do Paraná, a APP vivia da mitologia do embate com a polícia em 30 de agosto de 1988, numa longa greve da categoria no governo Álvaro Dias. O evento, porém, já não era significativo para as novas gerações de professores, contratadas recentemente. Assim, a APP precisava de um novo embate simbólico para alimentar o imaginário coletivo da categoria, como “oprimida pela direita neoliberal”. Tudo o que Beto não deveria fazer era evitar num confronto atroz com os professores, mas foi precisamente o que ele fez. Como disse o colega Parreiras, o governador mordeu a isca.

  19. Orlando: perfeita a sua análise.

    É isso!

    Precisava-se “atualizar” o embate, Muito bom!

  20. Porém, o Governador pode ter mordido a isca mas não a engoliu, soltou-a a tempo. Agora é aguentar firme e não recuar, que o povo sabe distinguir o que é certo e o que errado. Logo estará politicamente recuperado.

  21. Do Interior... Responder

    Curiosamente pesquisei hoje quem seriam os governadores dos estados onde há greve. NENHUM é do PT. Isso mostra a força deste mal chamado PT. Acredito também que nenhuma greve nos municípios governados pelos meliantes vermelhos.

    Como já disse antes, tudo saiu como planejado pela APP-Sindicato, mais CUT, MST, UNE.

    A Mocréia e o leãozinho do sindicato foram candidatos pelo PT e levaram uma surra. Tentaram colocar a sociedade contra o governo usando os professores.

    Vi hoje vídeo de um integrante revistando carros para que pudessem entrar no perímetro da Assembéia. O que que é isso? Alemanha de Hitler? Um absurdo um cidadão comum parando o trânsito e revistando carros. Se fosse eu, eu não deixaria!. Depois falam em democracia. São os primeiros a não respeitar o resultado das urnas e o processo democrático.

  22. Vamos fazer o seguinte. Uma avaliação independente, por um instituto independente, em todos os professores do Paraná.
    Aos que lograrem êxito na avaliação, serão dados benefícios além dos reivindicados. Aos que não lograrem êxito, que fiquem em greve pra sempre, fora das salas de aula. Nossos filhos necessitam de um ensino de qualidade sim. Mas este deve iniciar pela qualidade dos professores. Professor sempre ganhou pouco assim como os Policiais. Não são carreiras que deixem ninguém milionário. Portanto, se não estão satisfeitos, que se retirem. Deem aulas particulares ou sei lá o que. Mas comprovem que merecem o que estão pedindo. Pelo que vejo nas lideranças da categoria, os professores querem mesmo é a instabilidade a confusão e a beligerância contra o Estado.
    O ENEM está ai para comprovar a qualidade dos alunos do ensino médio. Muitos sequer sabem interpretar um texto. Me perdoem os abnegados e competentes. Mas a APP não pode ser lideradas por comunas que querem impor o ensino de Fidel em nossas escolas.
    Se querem arruaça, que procurem outras pradarias.

Comente