Uncategorized

MP investiga deputado Edson Praczyck por contratação de ‘fantasma’

DIPLOMACAO - BRUNNO COVELLO-89-kRTD-U101120031962RhB-1024x683@GP-Web
Entre os supostos fantasmas usados para desviar dinheiro público, estariam mulheres de outros pastores da Igreja Universal do Reino de Deus, à qual pertence o parlamentar

Da Gazeta do Povo

Presidente do Conselho de Ética da Assembleia Legislativa do Paraná, o deputado Pastor Edson Praczyk (PRB) é investigado pelo Ministério Público Estadual (MP) por supostamente empregar funcionários fantasmas na Casa e ficar com o salário deles. Entre os supostos fantasmas usados para desviar dinheiro público, estariam mulheres de outros pastores da Igreja Universal do Reino de Deus, à qual pertence o parlamentar. As informações foram divulgadas no telejornal Paraná TV 2.ª Edição, da RPC TV, nesta terça-feira (26).

Conduzidos pela Promotoria de Proteção ao Patrimônio Público, os trabalhos apontam que as supostas irregularidades teriam ocorrido de 2001 a 2003, quando Praczyk exerceu o primeiro mandato como deputado estadual – atualmente, ele está na quinta legislatura consecutiva. Segundo o MP, ele teria delegado a uma funcionária que de fato trabalhava no seu gabinete a responsabilidade de gerenciar as contas bancárias e ter completo controle sobre a movimentação financeira e sobre os salários dos supostos fantasmas.

ASSEMBLEIA: Conselho de Ética arquiva processo contra Justus por unanimidade

Essa funcionária seria Micheli Borges da Silva, que atualmente está lotada na 3.ª Secretaria da Assembleia e recebe um salário de R$ 10 mil. O posto na Mesa Executiva é comandado pelo bloco PRB/PSL/PV/PPL e ocupado pelo deputado Adelino Ribeiro (PSL).

De acordo com as investigações, Micheli teria em mãos procurações dos supostos funcionários fantasmas garantindo controle sobre as contas bancárias deles. Os documentos dariam plenos poderes para “solicitar extratos, conferir saldos e juros, registrar e alterar senhas, requerer e retirar cartões magnéticos, requisitar talões de cheques, assinar e emitir cheques, depositar e sacar qualquer quantia”. A suspeita do MP é de que os recursos depositados pela Assembleia nessas contas tenham sido sacados por Micheli e entregues a Praczyk.
Outro lado

A reportagem da Gazeta do Povo tentou contato com o deputado Pastor Edson Praczyk no gabinete e pelo celular, mas ninguém atendeu às ligações. Já o celular de Adelino Ribeiro estava desligado.

À RPC TV, um funcionário do gabinete de Adelino informou que Micheli trabalha, na verdade, para Praczyk. No gabinete do Pastor, também foi informado que Micheli presta serviços a ele e o acompanha nas sessões em plenário. O parlamentar não quis comentar a investigação do MP à reportagem da RPC TV.

10 Comentários

  1. Vigilante do Portão Reply

    É denúncia NOVA, ou é da Operação Gafanhoto?

    Caso seja da Gafanhoto, são + de 50 Deputados envolvidos.

  2. Geraldo Martins Reply

    Se investigação for a fundo vai ver que isso é pratica normal dos nossos nobres deputados… esse pastorzim aí é aquele que arquivou a denúncia contra o justus né… há tá então entendi…

  3. Gafanhoto está sob segredo de justiça tramitando em tribunal superior e lá a imprensa não consegue acesso, pois respeitam segredo previsto na lei.

  4. Caro FÁBIO, esse Deputado Estadual PASTOR EDISON PRACZYCK do PRB – 10 é igual aos seus SENHORES da ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA PETISTA. Nós não acreditamos que PASTOR que se preza, possa participar de ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA e que seja MENTIROSO. Pelo que coordenou há 60 dias atrás, poderia ser chamado de PASTOR EDISON PRACZYCK JUSTUS, pois cai-lhe muito bem essa denominação. Sentimos muito pelos que lhe são fiéis, em seus templos, ouvindo os sermões, após todas essas colocações. Que estarão pensando os seus PASTORES subalternos, e como explicar essas informações aos fiéis. Nós nunca ACREDITAMOS em você. Defendo a liberdade de opinião, liberdade de imprensa e liberdade de investigação. Apoio a mobilização dos CAMINHONEIROS e a redução de R$ 0,50 por litro de diesel. Apoio a RENÚNCIA JÁ da DILMA, agora no poder, para evitar que cometa maiores VEXAMES e VERGONHAS praticadas contra a sociedade brasileira. Atenciosamente.

  5. Tem que chamar um EXORCISTA para pegar todos os Fantasmas do gabinete do Pastor ! kkkk…

  6. Beatrix Kiddo Reply

    Mas como pode acontecer isto? Um homem de Deus desonesto? Com certeza deve haver algum engano nisto tudo, um homem devotado a causa de Deus não pode proceder como um “ordinário” qualquer. Só pode ser engano se não for verdade. ká ká ká. Presidente do Conselho de quê mesmo?

Comente