Uncategorized

Sem entendimento, não há votação, diz Traiano

noticia_797

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano (PSDB), disse em entrevista coletiva concedida antes da sessão plenária desta segunda-feira (1º) que o projeto de lei nº 421/2015, que trata do reajuste salarial do funcionalismo público estadual, só entrará em votação quando houver entendimento nas negociações entre Governo do Estado e servidores.

“Eu entendo que enquanto não exisitir um acordo feito com as entidades e com os parlamentares, nós não vamos fazer tramitar nenhuma mensagem de reposição salarial. Quer seja do Poder Judiciário, do Ministério Público, do Tribunal de Contas ou do Poder Executivo. Primeiro nós querermos pacificar. Uma nova proposta já está sendo debatida e agora o que deve prevalecer é o bom senso e o diálogo, para construirmos uma iniciativa que possa fazer com que as aulas sejam retomadas e os filhos dos paranaenses voltem a estudar”, afirmou.

5 Comentários

  1. Cidadão ridículo! Sem comentário. Depois daquela foto rodeado de mocinhas precisa dizer mais alguma coisa? Nojento…

  2. Então pra que serve essa caríssima estrutura da Assembléia.
    Se for pra votar só quando há acordo, então nem precisa deputado e deixe que o Executivo negocie diretamente com os setores interessados.

  3. Isto fere totalmente a autonomia e a independencia dos poderes, nao se pode condicional a aprovacao do reajuste de um poder a acordo sobre o mesmo item em outro, ainda mais se ha orcamento proprio.

  4. Boa a festinha de hoje senhor Traiano, enquanto isso cadê o reajuste dos servidores públicos…
    Só comissionados na festinha…
    Secretario da Fazenda não é o governador do Paraná…

Comente