Uncategorized

Egito diz que voto por sede da Copa de 2010 custava US$ 7 milhões

joseph_blatter
Jamil Chade, O Estado de S. Paulo

O Egito denunciou nesta quinta-feira cartolas da Fifa, alegando que a candidatura fracassada do país para receber a Copa do Mundo de 2010 foi derrotada porque o Cairo se recusou a pagar propinas aos eleitores, todos eles membros do Comitê Executivo da entidade. Segundo representantes do Egito, dirigentes pediram US$ 7 milhões por voto.

Em entrevista à ONTV, do Cairo, o ex-ministro de Esporte do Egito, Aley Eddine, revelou que Jack Warner, vice-presidente da Fifa em 2004, pediu o suborno para votar pelo Egito, em uma prática que seria repetida por outros cartolas.

“Eu não imaginava que a Fifa seria tão corrupta”, declarou Eddine. “Warner nos pediu US$ 7 milhões pelo voto”, contou. Segundo ele, a reunião ocorreu nos Emirados Árabes Unidos e envolveu ainda o presidente da Federação de Futebol do país, El-Dahshori Harb.

6 Comentários

  1. AÍ EU PERGUNTO,QUANTO DO NOSSO SUADO DINHEIRO,O BÊBADO LADRÃO PAGOU EM PROPINA,PARA TRAZER ESSA QUE FOI A MAIS ESCANDALOSA COPA DA HISTÓRIA.

  2. antonio carlos Responder

    E quanto pagamos para termos a Copa das Copas? Sete milhões de dólares por voto não custou. Quantos milhões de dólares o 51 pagou para termos a Copa das Copas?

  3. NA CORDA BAMBA Responder

    O que nos deixa mais enojado ainda é que a corrupção tomou
    conta do mundo. O Brasil ganha longe, porem no caso da FIFA
    porque o Egito não denunciou em 2010 !? São farinhas do mesmo
    saco !!!

Comente