Uncategorized

Substitutivo da data base

romanelli11 alep

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PMDB), líder do Governo na Assembleia, acaba de anunciar na tribuna da Assembleia Legislativa, que um substitutivo ao projeto de lei da data base será enviado pelo Executivo ainda nesta segunda-feira (08) à Casa de Leis.

O texto, segundo Romanelli, terá como base a proposta elaborada na última semana com participação de deputados de situação e oposição, acatado pelos servidores públicos estaduais e posteriormente o governador Beto Richa (PSDB).

“Penso que amanhã, na assembleia da APP-Sindicato, será feito um debate franco da proposta negociada e que possibilite o fim da greve”, disse o líder do Governo.

10 Comentários

  1. A APP Sindicato é só um instrumento político, não está aberta a nada, quer somente criar fatos políticos para enfraquecer a situação.

  2. A direção da APP Sindicato são fiéis escudeiros da turma do PT. Não respeitam ninguém. Mudar a data-base, ou deixar como está não mudará em nada.

  3. Essa gente da APP não está disposta aceitar nada, para eles e a turma do PT, a política quanto pior melhor.

  4. Joaquim Zilmer Responder

    Beto Richa foi o governador que mais valorizou a carreira do magistério. Hoje os professores ganham em média mais de R$ 4500,00 reais. Ele sempre esteve aberto ao diálogo. Os dirigentes da APP Sindicatos são todos petralhas. A greve é articula pelo PT que é quem está causando transtorno no PR e em todo o Brasil. O PT quer ver essa greve forte porque é no Paraná que está acontecendo às investigações e o comando da Operação Lava Jato.

  5. essa turma podia colaborar um pouco, mas não, ficam fazendo essas badernas, acusações contra o governador, etc, sujeira em cima de sujeira…

  6. Rebeca Valentina Responder

    Mudar a data-base, ou deixar como está não mudará em nada.A APP Sindicato não está disposta a aceitar nada. Os dirigentes são fiéis escudeiros do PT.

  7. Meus caros Luis Cláudio e Marcelo se o governo estivesse cumprindo a Lei da data base e a Lei do piso vocês estariam cobertos de razão, mas infelizmente ele não cumpri as Leis, logo é um marginal no governo. O futuro deste governo está irremediavelmente condenado ao fracasso e será execrado pelos servidores como um antecessor seu que optou por deixar os professores sem reposição da inflação ou aumento salarial por oito anos. E não adianta por a culpa no PT que a baderna que está o Paraná, hoje, é mérito todo do atual governo.

  8. SÉRGIO FERNANDES STACHESKI Responder

    A greve vai terminar! A APP-Sindicato não tem mais como segurar esta tendência, nem que queira!!!

  9. Caro FÁBIO, nenhum ser HUMANO consciente, instruído é obrigado a cumprir GREVE. No momento em que decide assumir o fato, também assume as consequências desse fato. É INADMISSÍVEL qualquer entendimento de ABONAR AS FALTAS. Caso o governo assuma que irá abonar as faltas, os demais paranaenses poderão assumir a responsabilidade de impetrar ação contra o GOVERNADOR BETO e a SECRETÁRIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, repassando à pessoa física dos dirigentes o compromisso da liquidação do referido DÉBITO. Essa classe de professores e seus dirigentes não possuem credibilidade moral e ética para discutir ou exigir o abono. Entendemos que essas faltas quando recuperadas na sequência do ano, poderão ser quitadas, após comprovação do feito. Fora disso sem qualquer constrangimento, NÃO. Como diria nossa AVÓ, ” quem pariu MATEUS que embale”. Atenciosamente.

Comente