Uncategorized

Zacharow terá que devolver R$ 470 mil desviado do Hospital Evangélico, diz TCE

andréz1 A Folha de Londrina aponta que o Tribunal de Contas do Estado negou provimento ao recurso apresentado pela Sociedade Evangélica Beneficente de Curitiba – entidade que administra o Hospital Evangélico – e pelo ex-presidente da entidade, André Zacharow, contra a decisão do tribunal que julgou irregular a prestação de contas de convênio feito em 2008 entre o hospital e a Prefeitura de Curitiba no valor de R$ 2,7 milhões para manutenção do Centro de Especialidades Médicas do Bairro Novo.

O processo, relatado em 16 de dezembro de 2014, indicou despesas não comprovadas na compra de medicamentos e material hospitalar, no valor de R$ 470.216,29. Inspeção do TCE demonstrou a total impossibilidade de se rastrear a destinação de medicamentos e materiais nesse valor, que não foram entregues na unidade de saúde.

O voto, aprovado pelo Tribunal Pleno, manteve o inteiro teor da decisão anterior e a determinação de devolução, pela SEB e por seus ex-presidentes, Darby Valente e André Zacharow, de forma solidária, dos R$ 470.216,29, ao cofre municipal. O valor será corrigido desde a data dos repasses até a emissão da certidão de débito pela Diretoria de Execuções do TCE, após o trânsito em julgado do processo, no qual ainda cabem recursos.

12 Comentários

  1. MANOEL BOCUDO. Responder

    ATÉ TU ZACHAROW, QUEM DIRIA QUE TRABALHAVA FILANTROPICAMENTE.
    MORRO DE VELHO E NÃO VEJO TUDO.

  2. Este é só o começo….. apurar mais a fundo vão ver que a ladroagem começou muito antes e este Sr. Zacharow nunca assinou nada usou seus “amigos de fé” para encobrir o que ele e a Sra. Zacharow desviavam em nome de …… isto é que me deixa triste os recursos para atendimento de doentes desviado e roubado, isto é crime. O Hospital foi construído com MUITAS doações de várias denominações religiosas e muitos trabalharam e trabalham em prol do Hospital Evangélico e suas mantenedoras. O idealizador do Hospital reuniu muitos e em setembro de 1959 foi inaugurado e, mais tarde criou-se a Faculdade Evangélica de Medicina de Curitiba e demais cursos que hoje sofrem com a intervenção sendo a “Direção” do Hospital a demitir funcionários e a extinção da capelania, feitos a revelia e sem o conhecimento do Conselho ? Será que a intenção é realmente analisar as contas ? estas podem ser resolvidas. Mas denegrir ainda mais a imagem de toda a SEB com que finalidade? porque a Instituição atende mais de 400 leitos só para o SUS r$r$r$. A estrutura do Hospital e demais coligadas é que têm um valor incalculável para quem está de olho em algo que pode dar muito lucro se for bem administrado, mas não vai ser desta forma que vai passar as mãos de grupo interessado em se apoderar de um Hospital referência no Paraná. Foi idealizado e construído com sacrificio e doações de muitas pessoas e continuam trabalhando portanto…. Estamos de olho…..

  3. Este senhor se diz evangélico, vai nas igrejas pedir voto e faz este papelão. Mas o mais grave foi ele ter se vendido para Dilma no final do seu mandato aprovando aquela sujeira sobre a lei de responsabilidade fiscal e embolsando (segundo a Veja) R$ 800.000,00

  4. jose carlos pinto Responder

    OS IRMÃOS DEVEM ESTAR FRUSTRADOS COM A DESCOBERTA DO FALSO MORALISTA, QUE VISITAVA TODAS AS ASSEMBLEIAS DE DEUS PEDINDO VOTO E PREGANDO HONESTIDADE, E AGORA PASTORES .VAMOS
    TER SALVAÇÃO????????? TEMOS QUE ORAR MUITO.

  5. antonio carlos Responder

    Vou dar uma sugestão ao dr. André, siga o exemplo do seu grande amigo, o senador maluco, faça como ele, passe a sacolinha entre os parentes, amigos e o pessoal da igreja. Não sei se consegue levantar toda esta grana, mas pelo menos não vai micar com todo o valor da multa.

  6. A corrupção está impregnada até na alma dos políticos mesmo.
    Triste ver diariamente mais roubalheiras acontecendo entre os
    políticos. Até evangélicos…

  7. Conheço esse pilantra evangelico, foi meu vizinho no bairro rebouças, NAO VALE O AR QUE RESPIRA , NOJENTO

Comente