Uncategorized

Intercâmbio cultural

do Painel, Folha de S. Paulo:

Sentados lado a lado durante a posse do ministro Edson Fachin no STF, senadores se divertiam com o rito da corte. Quando o presidente Ricardo Lewandowski chamou Luís Barroso de o ministro mais “moderno”, por ter sido o último a ingressar, muitos se entreolharam:

–Moderno? Que diferente, né? –comentou Marta Suplicy (sem partido-SP) com Roberto Requião (PMDB-PR).

Em seguida, se surpreenderam com a rapidez da solenidade, pouco mais de dez minutos.

–Quando não se precisa do voto popular os ritos são diferentes –comparou o líder do governo no Congresso, José Pimentel (PT-CE).

Comente