Uncategorized

É triste ver oportunismo na ALEP, diz Scanavaca

scan-22.06

O vice-presidente da CCJ, Fernando Scanavaca (PDT), lamentou hoje (segunda-feira, 22) o que classificou de “oportunismo” de deputados que apresentaram emenda que descaracteriza o acordo construído pelos deputados há duas semanas para que a greve dos professores chegasse ao fim. “Esses deputados estiveram na sala da Presidência, apareceram na foto com os os deputados da base e os servidores e aí, de repente, vemos que o acordo é descumprido. É lamentável vermos este tipo de oportunismo em nosso Legislativo”, disse o deputado.

Para Scanavaca, esses deputados sabem que este tipo de emenda é inconstitucional, já que a Assembleia, por lei, não pode gerar gastos para Executivo. “Mesmo assim apresentam, atrasando o andamento dos trabalhos e do reajuste dos servidores”, completou.

A CCJ rejeitou a emenda apresenta pelos deputados Requião Filho (PMDB), Nelson Luersen (PDT), Tadeu Veneri e Professor Lemos (PT), entre outros. Em seu voto, o relator Guta Silva (PSC) destacou que a emenda não poderia ser apresenta e que nem mesmo informações de impacto financeiro foram apresentadas pelos oposicionistas.

2 Comentários

  1. Esse Scanavaca é um comerciante de posições e votos na ALEP. Quem não conhece que compre!

Comente