Uncategorized

Governo empacota medidas para tentar alavancar aprovação
de Dilma Rousseff

do Painel, Folha de S. Paulo:

O governo reagiu com resignação ao novo recorde de rejeição a Dilma Rousseff captado pelo Datafolha e espera que ele caia abaixo dos dois dígitos no início do segundo semestre. Sem muita margem para mudar o quadro, o Planalto empacota uma série de ações para tentar impulsionar a economia. As iniciativas, nem todas novas, incluem o plano de agricultura familiar, a fase 3 do Minha Casa, Minha Vida —que em 2015 quase não teve novos contratos— e o plano de banda larga.

Chegou lá – Os segmentos de renda mais baixa são as que mais reclamam que sua situação econômica piorou nos últimos meses: o índice é de 55% entre quem ganha até 2 salários mínimos por mês.

Andar de cima – Na classe média, de 2 a 5 salários mínimos, a taxa de quem sentiu a piora na pele é de 51%. Entre os mais ricos, tradicionalmente refratários a Dilma, o percentual cai para 41%.

Comente