Uncategorized

O deputado sem votos contra Sérgio Moro

Wadih Damous, ex-presidente da OAB do Rio de Janeiro, conhecido por sua apaixonada defesa dos mensaleiros, não se elegeu à Câmara dos Deputados, mas Lula fez tantas manobras que conseguiu arrumar-lhe uma vaguinha como suplente.

Agora, segundo Lauro Jardim, chegou o momento de retribuir o favor. Wadih Damous vai reunir um grupo de juristas para “discutir um documento em que serão criticados os excessos da Lava Jato”.

4 Comentários

  1. Sergio Silvestre Responder

    O Campana,ninguém arruma vaga de suplente sem o sujeito ter votos para isso,ou estou errado.Não seria alguma vaga em serviço publico,isso é uma pratica tão usual aqui na província né.

  2. Quem acha que o Paraná é provinciano não estudou ou não acompanha o crescimento deste notável Estado, do qual nos orgulhamos, sendo um dos PRIMEIROS entre todos da Federação. É triste ser semi analfabeto para não ter acesso e conhecimento desse progresso que existe no Paraná. Como diz o TIRIRICA: sempre vai ter um ABSTADO defendendo outro.

  3. Essa OAB também tá feia na foto! Esse país tá perdido na corrupção, só bandidagem

  4. Quando se trata de apurar bandidos de colarinho não tão branco assim não pode haver “excessos”, inobstante os fabulosos excessos de dinheiro público carreado para propinas, benesses e recheio de contas secretas …

    O deputado defende o povo que está pagando essa monumental conta de lesa-pátria ou os maracutistas?

Comente