Uncategorized

Fruet corta parte da antecipação do 13.º

unnamed

O prefeito Gustavo Fruet (PDT) vai reduzir de 50% para 30% a parcela do 13.º salário paga aos servidores municipais em julho. O adiantamento deve ser pago até o dia 10, no valor de 30% do vencimento e demais vantagens, sem descontos. Em nota, Fruet admite que dificuldades financeiras impedem o pagamento de metade do 13.º no meio do ano, como costumava fazer. “Curitiba passa por um momento de contenção de gastos, em razão da queda de receitas causada pelo cenário econômico desfavorável”, informa a prefeitura em nota divulgada em seu site. As informações são da Gazeta do Povo.

12 Comentários

  1. A culpa é sempre da crise econômica. mais fica difícil quando não se faz nada para se ajustar na tal crise. Por ex. Esse prefeito mantém na habitação todo a secretaria, acessoria e cabos eleitorais como comissionados com altos salários, para servir esse deputado federal Bertoldi, só usufruindo, sem fazer nada, tudo por conta do município com todos os benefícios, ocupando espaço. Essa gente não tem vergonha na cara. É esse Prefeito ainda pensa em se reeleger?

  2. É DURO, ANO SEM ELEIÇÃO ELES SE APROVEITAM. VAI VER QUE O METRÔ ESTÁ SAINDO MUITO CARO.
    NÃO ESTOU FALANDO DO METRÔ DA AL. CABRAL.

  3. antonio carlos Responder

    O que o Guguinha está fazendo é o que o amigo dele, Betinho Banana fez no início do ano, está pagando o que a lei dispõe. Se ele está dentro da lei, não está fazendo nada de errado.

  4. Mentira, incompetência e má gestão são resultado desta administração. O ano que vem, as eleições vão mostrar o quanto os curitibanos foram enganados.

  5. Renato Britto Barros Responder

    O nosso prefeito está se saindo muito melhor que o falecido cineasta GLAUBER ROCHA.
    Glauber dizia que para se fazer um bom filme tinha que se ter:
    ” Uma idéia na cabeça e uma camera na mão ”
    O prefeito FRUET tem a secretaria da fazenda ( irma) na cabeça, a CAMARA de vereadores na mão e o SINDICATO dos servidores municipais no BOLSO.
    Antigamente essa notícia era sinal de GREVE.

  6. eu acho que não é para se descabelar, quem paga 13, em junho , ninguém , então 30% esta bom do que nada. como nós só recebemos em novembro.,prefeito GUSTAVO FRUET, sobre o acontecimento no fazendinha, pense nessa idéia, coloque fiscal de tua confiança para vereficar esses posto de saúde,vou dar um exemplo,,,,,,,um amigo meu foi no posto de saúde, e ficou 1hora e meia, levantou da cadeira e foi até o final do corredor, ele viu os medicos e as medicas no sol. com um fiscal isso não vai acontecer mais eu acho.

  7. Servidor Municipal Responder

    Ah tá, e no ano que vem das eleições como num passe de mágica começam a se materializar uma obra atrás da outra. Essa conversa de crise e falta de dinheiro vem desde o primeiro dia dessa administração pífia desse prefeito Suvinil…..

  8. Na prefeitura recebemos a reposição da database integral, receberemos 30% de antecipação do decimo em julho. E no Estado como foi a database e como e quando vai ser o pagamento do décimo? Nem as férias no Estado nós recebemos no período correto. Fácil nao fazer a lição de casa e criticar os outros. Sujo falando do mal lavado, vamos colocar nesse meio ai o Governo Federal para não me chamarem de petista. Baderneiro até aceito, mas petista não neh?

  9. “Curitiba passa por um momento de contenção de gastos, em razão da queda de receitas causada pelo cenário econômico desfavorável”, e quando direito adquirido de trabalhadores é “contenção de gastos” contenção de gastos e corte de despesas não necessárias ao bom funcionamento público e manutenção orçamentária e financeira adequada e não redução de pagamento salarial garantidos por lei. Para isso eu tenho outro nome, mas fica ai um lembrete para 2016, que este grupo não deu nem para o começo, quanto mais para uma reeleição. E a culpa é do trabalhador por falta de planejamento.

  10. Denise M Vilela Responder

    Não é uma simples tradição. Foi uma decisão tomada para evitar a falta de pagamento no final do ano. O provisionamento é feito e paga-se metade em junho. Esta parcela de junho é a maior porque sobre ela não incidem os descontos. A arrecadação no segundo semestre é menor e a parcela do décimo terceiro também porque o desconto de imposto de renda não é repassado para a União (depois é feira a compensação com o fundo de participação ). Esta decisão foi tomada porque, antes disto, a Prefeitura tinha recorrido até a empréstimos para pagar a folha do décimo. Por esta razão os funcionários estão apreensivos. A receira não caiu. Em 6 meses conseguiram pagar 30%. Como vão provisionar 70% nos outros 6 meses? Nem em situação normal isto seria possível! !!

  11. Servidor Indignado. Responder

    Sobre a análise da Denise há de se preocupar com o futuro, pois para pagar hoje os 50% do décimo terceiro salário, se fez necessário o parcelamento para 30% em julho e o restante setembro e os outros 50% em novembro ou dezembro, mas com já não se conseguiu viabilizar está primeira parcela do décimo terceiro como será que irão pagar a segunda metade sem que haja um novo parcelamento ou com disse a Denise os outros 70%. Fica preocupante a nossa gestão financeira, e me preocupo com isso, pois temo pelo bem estar dos nosso familiares que muitos dependem desta única fonte de renda para se manterem. Não quero se masoquista, mas como está não tem condições de continuar a frente da Prefeitura, é muita incompetência para que prometeu mudança na administração e valorização do servidor público.

Comente