Uncategorized

Motorista com pulseira de balada dorme no carro no meio da rua e não precisa ir para delegacia

bandab121

da Banda B:

Um homem de 52 anos, com pulseira de balada, dormiu dentro do carro que dirigia na faixa do meio da Rua Presidente Carlos Cavalcanti, com a Barão do Cerro Azul, no Centro de Curitiba. A situação inusitada aconteceu por volta das 7h deste domingo (28). O detalhe é que o condutor foi liberado e não precisará ser levado à delegacia.

Segundo o tenente Vieira, do Batalhão de Polícia de Trânsito, o suspeito se recusou a fazer o bafômetro e não foi verificado hálito etílico.

“Este motorista quando chegou no cruzamento com a Barão do Rio Branco acabou dormindo no carro. Fizemos os procedimentos e, por ele se recusar a fazer o bafômetro e não ter hálito etílico, foi liberado”, explicou.

O tenente comentou as brechas na lei que fazem com que o caso não seja passível de encaminhamento à delegacia. “Sabemos que ele pode estar embriagado, mas existem brechas na lei que não me permite encaminhar o motorista. Nós fazemos o que a legislação permite. Isso é questão para nossos legisladores repensarem o código de trânsito”, afirmou.

Nem sequer o carro do motorista será levado ao pátio do Detran (Departamento de Trânsito), porque um advogado do motorista, habilitado, foi até o local para retirar o veículo. Com isso, o caso provavelmente não chegará à Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran). Ao menos, uma multa por estacionamento irregular foi aplicada.

5 Comentários

  1. Sociedade Responde Responder

    Pergunta que não quer calar. É algum figuração? Foi pedido documento para o cidadão? Ou o tal apresentou credenciais e imediatamente fez-se “boca de siri”?

    ** pergunta que não quer calar 2: dessa vez não chamaram a imprensa para acompanhar a viatura?

    ** Pergunta que não quer calar3: Em sendo um cidadão como outro qualquer, da plebe ignara, o procedimento seria o mesmo? Não levariam o carro para o pátio do Detran, não emitia multa e pontos na carteira? Será?

    ** Por que nos demais casos, no passado recente, foi feito um escarcéu com viaturas, RPC, RPT e todo aquele aparato…

    ** É só para entender, nada mais do que entender se a lei é igual para todos, ok?

  2. O problema era o sinaleiro que não estava funcionando , não se pode avançar sinal vermelho

Comente