Uncategorized

‘Não sou nenhuma besta fera’ , diz juiz Moro

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil sergio moro- FRP - agencia brasil

d’O Globo:

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelo julgamento das ações da operação Lava-Jato, criticou nesta sexta-feira, em palestra durante o 10º Congresso Internacional da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), em São Paulo, a “demonização” de sua imagem.

— Não sou nenhuma besta fera — disse Moro, quando questionado sobre a pressão de setores insatisfeitos pela maneira com que conduz o julgamento das ações.

No início da semana, a presidente Dilma Rousseff e o ministro da Secretaria de Comunicação Social (Secom), Edinho Silva, criticaram o “vazamento seletivo” do conteúdo da delação premiada do empresário Ricardo Pessoa, dono da UTC.

O juiz fez ainda críticas ao foro privilegiado. Para Moro, o foro a políticos com mandato fere o princípio da igualdade. Ele criticou o uso da prerrogativa como instrumento para causar morosidade aos processos penais.

— Vejo este instituto não muito com viés positivo porque é contrário ao princípio da igualdade. Pensando o foro privilegiado como um forma de maior controle (da administração pública) é positivo. Mas pensando em outra forma, como um mecanismo de proteção (de figuras públicas), eu tenho dúvida da sua validade. Como eu gostava muito de revista em quadrinho, lembro daquelas fases do Homem-Aranha onde dizia “quanto maior o poder, maior a responsabilidade”. Acho que o sistema tem que ser construído em cima disso — declarou o juiz.

Moro defendeu ainda a publicação das informações investigadas na Operação Lava-Jato como instrumento de “democratização do poder”. Para Moro, esta ampla divulgação é um dever constitucional, ainda mais em casos envolvendo a administração pública.

— Defendemos que os processos devam ser públicos, principalmente quando envolve a administração pública, até porque permite um escrutínio da imprensa — afirmou o magistrado, completando: — Quanto maiores poderes, maiores responsabilidades. Os governantes têm mais poder e com isso mais responsabilidades.

O juiz se negou a responder sobre questões relativas ao julgamento da Lava-Jato. Questionado se aceitaria falar do julgamento após a conclusão, ele se mostrou aberto, mas disse que não era o momento para se pensar nisso.

— A única certeza é que quero tirar umas longas férias depois disso tudo.

Em relação às delações, Moro destacou que “toda delação depende de prova” para ser usada como peça de acusação.

No final da palestra, Moro foi questionado pela plateia se um dos seus objetivos das investigações da Lava-Jato seria “pegar” o ex-presidente Lula. O magistrado disse que não cabe a ele dizer quem “deve ou não” ser investigado já que ele não é condutor das investigações. O juiz também não quis comentar sobre os comentários da presidente Dilma Rousseff, que declarou não respeitar delatores:

— Acho que a presidente merece respeito da parte minha e de todas as pessoas. Não me sentiria confortável em rebater um comentário da presidente.

Antes da palestra, Moro defendeu o jornalismo investigativo como instrumento fiscalizador da sociedade. O magistrado afirmou que o jornalista tem a capacidade de antecipar informações relevantes a investigações em curso.

— O profissional de imprensa não tem os mesmos instrumentos da polícia, mas muitas das vezes tem uma certa flexibilidade. Essa flexibilidade dá a capacidade de buscar informações e colher dados antecipando até mesmo as investigações da Justiça — afirmou Moro.

Moro foi um dos convidados a conversar com os jornalistas nesta sexta-feira. A operação, que levou à prisão políticos e empresários, foi tema ainda de duas mesas de debates jornalísticos. No sábado, será a vez do jornalista francês Riss, editor da revista Charlie Hebdo, falar sobre o ataque terrorista que matou 12 integrantes da revista em janeiro passado. Também fará palestra sobre jornalismo investigativo, no sábado, Dana Priest, do Washington Post. Veja a programação completa do congresso.

15 Comentários

  1. Nos últimos anos,depois da Democracia,surgiram duas pessoas,com o respeito dos bons brasileiros.Sergio Moro e desembargador Barbosa,eles sao enviados de DEUS,para acabar a vergonha petista. Que vergonha este PT,por onde passa há roubalheira.

  2. Caro FÁBIO, em mais uma oportunidade esse ilustre JUIZ FEDERAL dá bons exemplos aos agentes políticos do BRASIL, com destaque para os membros da ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA PETISTA. Há necessidade de a sociedade ler e enterder as mensagens proferidas pelo magistrado. Como os CONGRESSISTAS anunciaram uma REFORMA POLITICA para o país, é de dar vergonha ao resultado apresentado. contudo ele anunciou através de colocações a necessidade de eliminar o FORO PREVILEGIADO aos agentes politicos. No DIREITO ROMANO os crimes são punidos pelo grau de representação, “quanto maior o poder, maior a responsabilidade”. Um mesmo crime praticado por um SENADOR e por um SAPATEIRO, ambos condenados, a pena imputada ao senador é consideravelmente maior que ao sapateiro. A sociedade é participe e dá suporte as publicidades e divulgações das investigações. Mais uma vez o JUIZ foi GENTLEMAN, em não rebaixar-se a presidente DILMA A LOUCA, num debate estéril quanto a credibilidade de colaborador delator. Com esse evento os jornalistas investigativos foram enaltecidos pelas suas contribuições a favor da sociedade. Defendo a liberdade de opinião, liberdade de imprensa e liberdade de investigação. Apoio a mobilização dos CAMINHONEIROS e a redução de R$ 0,50 por litro de diesel. Apoio o PEDIDO DE RENÚNCIA JÁ da presidente DILMA A LOUCA, para evitar que cometa maiores VEXAMES e VERGONHAS, praticadas contra a sociedade brasileira. Atenciosamente.

  3. Até o José Dirceu (Pedro Caroço) está se borrando. A Pres. Dilma está com pruridos. Lula está desesperado, não há pinga que chegue para acalmá-lo. Juiz Moro está de parabéns é só ter paciência que vai cair um por um desses petistas.

  4. Moisés Fróes Responder

    Sr. Juiz Moro, és besta fera para: Lula/Lulalau, corruPTistas do PT (todos), Dilma/Dil-má, Zé Dirceu e seu filho Zeca, Pimentel (gov. MG), Hadadd (gov. SP), e todos os corruPTistas que estão com medo de perder a teta federal.
    Para Nós, brasileiros de verdadem V. Excia. é um exemplo de todas as virtudes de um ser humano. Que o Grande Arquiteto do Universo o proteja e siga sempre fazendo bem ao nosso Brasil, expurgando os corruPTos do PT.

  5. Os cães ladram e a caravana passa, não liga não Sergio Moro, continue mandando brasa……da lhes pau

  6. Com certeza este respeitado juiz segue o mesmo caminho do
    ex-Ministro Joaquim Barbosa. Se o país não tivesse homens
    com a determinação e coragem como eles com certeza o Brasil
    estaria em um “M” muito maior. Juntamente com o Ministério
    Público formou-se um paredão contra a impunidade e principal-
    mente contra os crimes do colarinho branco.

  7. Brasileiro graças a Deus Responder

    Sergio Silvestre, vai procurar a sua praia e deixe de tentar desculpar o .indesculpável. Preste mais atenção nas palavras do seu líder maior, o Nº 1 das cervejas e da presidenta. Se você tomar este cuidado não vai dizer tantas bobagens, os dois já estão babando de medo do Sergio Moro.

  8. antonio carlos Responder

    Não seja imbecil SS, o cara é bom mesmo,pelo menos não é ladrão nem corrupto como esta cambada pestista.

  9. O BRASIL CARENTE DE HERÓIS, PODE AGORA DIZER QUE TEMOS UM VERDADEIRO HERÓI, SÉRGIO MORO. ATENÇÃO DEMAIS JUÍZES DO BRASIL: “EXEMPLO A SER SEGUIDO”! SE CUIDEM POLÍTICOS DE ARAQUE, PRINCIPALMENTE A PETEZADA DO PETROLÃO!

Comente