Uncategorized

Revisão da poligonal garante mais empregos e investimentos no Litoral, afirma Barros

unnamed1

A alteração da poligonal dos Portos de Paranaguá e Antonina vai assegurar novos investimentos, mais empregos e o aumento da competitividade no Paraná, afirma o deputado federal Ricardo Barros. O parlamentar participou de uma consulta pública nesta sexta-feira (3), em Paranaguá, que reuniu o ministro dos Portos, Edinho Araújo, representantes do poder público, trabalhadores, empresários e a comunidade litorânea. A poligonal delimita a área do porto organizado para receber investimentos.

“O que nós queremos é que o emprego seja gerado aqui, o comércio se fortaleça e que nós tenhamos a economia de Paranaguá, Antonina e do Litoral reforçada por muitos empreendimentos. Novos portos fortalecerão a sociedade como um todo. Se nós formos eficientes no Porto, os produtores ganham e o Paraná se fortalece”.

Segundo Ricardo Barros, há uma grande necessidade que a sociedade em geral e, principalmente Paranaguá, entendam o papel do Porto como protagonista para o fortalecimento de todo estado. Barros citou a Coamo, uma das maiores cooperativas do Brasil, que comprou área em Santa Catarina para fazer o seu Porto porque não encontrou espaço para se instalar em Paranaguá.

“Queremos que os filhos dos trabalhadores do Porto de Paranaguá não tenham que ir para Santa Catarina para trabalhar no mesmo ramo que seus pais e, se a poligonal não mudar, é isso que vai acontecer. Queremos que os comerciantes de Paranaguá também tenham a chance de prosperar. O Paraná merece crescer e crescer aqui”, enfatizou o parlamentar.

Segundo o ministro, o governo o debate vai permitir ao Governo Federal adequar a realidade presente às necessidades dos terminais para a exportação e para importação.

“O importante é que tenhamos competitividade e concorrência para diminuir custo, vamos fazer a nossa parte em termos de integração da logística, do acesso ferroviário, rodoviário e marítimo. A expectativa é que de até o final do ano nós possamos ter o novo decreto que estabeleça uma nova poligonal”

Comente