Uncategorized

Sanepar deve aumentar mais 8% na conta da água

Após aumentar em 12,5% a conta de água e esgoto em 2015 para todos os usuários do Paraná, a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) pediu um aumento extraordinário de mais 8% no preços de seus serviços. Este porcentual já foi validado em uma análise inicial do Instituto Águas do Paraná, órgão regulador da área de saneamento do estado. O índice segue agora para consulta pública.

A justificativa para o pedido foi o aumento dos custos com os reajustes de energia. Em sua análise, o Instituto Águas do Paraná concorda com a argumentação da estatal de que o acréscimo de custos supera a inflação e não teve “ingerência da Sanepar”.

Se o aumento se confirmar, será o terceiro do ano. Só em 2015, a tarifa da água subiu duas vezes. O primeiro aumento foi de 6,5% em maio e o segundo venho em junho, de 6%, somando 12,5% só em 2015.

O texto com os 8% de aumento segue para consulta pública até o dia 22 de julho. Depois disso, o pleito será encaminhado para autorização do governador Beto Richa.

9 Comentários

  1. Sergio Silvestre Responder

    Acho que o nosso bom prefeito KiREEF vai dar uma banana para a Sanepar e assumir a água de Londrina.Bem Feito.

  2. Consulta publica???
    onde eu posso ir para dar um sonoro NÃO
    governador sangue suga!!!!!

  3. observador anônimo Responder

    Só falta o governador dizer que é culpa da Dilma … Que caos é nosso governo do Paraná … Volta logo Requião!

  4. Só falta colocar a culpa na DILMA! a desculpa não é a energia,é o lucro dos acionistas.

  5. Faltou grana pra pagar altos salários pros diretores da Sanepar? Todos candidatos não eleitos na ultima eleição.

  6. E o funcionario da sanepar tem o rejuste real so da inflaçao
    parabens Beto Richa tem que restiuuir aos comissionados
    que trabalharam para reeleger .

    O governador Beto Richa (PSDB) deverá autorizar para setembro novo aumento na conta de água em 8%, de acordo com solicitação de revisão feita pela Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar). Neste ano há houve dois reajustes: maio (6,5%) e junho (6%). Acumulado, o tarifaço chega a 20,5%.

    A direção da Sanepar, sempre preocupada com o resultado para os sócios privados, alega que o aumento de 51% na conta de luz, só este ano, pressiona a da água.

    Agora só falta colocar a culpa desse novo tarifaço no governo Dilma Rousseff e no PT, como sempre fez o tucanato paranaense.

    Além da água e da energia, o governador Beto Richa também avançou no bolso dos paranaenses aumentado o IPVA em 40% e o ICMS de centenas de produtos, muitos deles da cesta básica.

    O diabo é que o governador Beto Richa não concedeu reajuste de 8,17% para os professores e demais funcionários do executivo. A reposição ficou em apenas 3,45% no mês de outubro e 8,5% para o longínquo janeiro de 2016.

    Richa acredita que faz um governo exemplar para o PSDB e para o Brasil.

Comente