Uncategorized

Reestruturação interna gera demissão em massa no Grupo Marista

da Gazeta do Povo:

A demissão de cerca de 300 funcionários do Grupo Marista anunciada na última sexta-feira (3) surpreendeu o Sindicato dos Auxiliares de Administração Escolar no Estado do Paraná (Saaepar) e tem gerado revolta entre os trabalhadores dispensados. As demissões ocorreram em função de uma reestruturação interna que prevê a terceirização de postos de trabalhos de alguns setores. Segundo informações do Saaepar, foram dispensados trabalhadores dos setores administrativo, de limpeza, manutenção e vigilância.

2 Comentários

  1. antonio carlos Responder

    É fácil condenar as demissões quando estas são feitas pelas montadoras e fornecedoras de componentes. . Os professores do Grupo Marista adoram apontar o dedo para estas empresas, condenado a terceirização. E agora não vão se apiedar dos colegas que foram a rua pelo mesmo motivo? Falar em desemprego quando se está empregado é uma moleza. Vamos ver até aonde vai a coerência dos professores do Grupo Marista.

  2. NA CORDA BAMBA Responder

    O Grupo Marista de antigamente era representada por irmãos
    que não tinham outros objetivos senão ensinar sem dar muita
    importancia à grana. Hoje tudo se transformou em uma grande
    empresa que por sinal só visam lucro. É outra realidade…

Comente