Uncategorized

‘É muito cedo para falar em prorrogar o pedágio’, diz Richa

richa-15.07

O governador Beto Richa (PSDB) disse nesta quarta-feira (14) que não houve por parte do Estado qualquer tratativa em relação a ampliação dos contratos das concessionárias do pedágio das estradas federais no Paraná. “Ninguém tratou a ampliação de contrato de pedágio. Temos que tratar este assunto com muita cautela. Todos sabem que é um tema delicado e complexo”.

Richa explicou que neste momento o que está em discussão é a proposta de entidades paranaenses do setor produtivo que pleitearam junto ao governo federal, no Ministério dos Transportes, a ampliação da delegação das rodovias federais ao Estado. “O objetivo é sempre defender o interesse do Paraná. Há a possibilidade de termos investimentos, como estão acontecendo em todas as regiões, na duplicação de rodovias, trazendo segurança para a população e a diminuição das tarifas cobradas no Paraná, que são uma das mais caras do Brasil”.

O governador voltou a criticar as tarifas altas do pedágio reiterando de que da forma que são praticadas “afetam frontalmente o estado no seu desenvolvimento na medida em que os produtos acabam tendo um preço majorado em função do frete e atingindo toda a população”.

Beto Richa reafirmou que o tema sobre os pedágios tem que ser tratado com absoluta cautela. “Quem iniciou está conversa foram as entidades que defendem a ampliação dos prazos dos contratos com as concessionárias para que haja investimentos em obras de duplicação do Anel de Integração e redução das tarifas cobradas em pedágio”, explicou.

“Vamos estudar e vamos conversar, mas sempre com absoluta transparência. Vamos conversar com a sociedade para ver qual é o melhor caminho a ser seguido. Isso ainda está no início e as entidades vão trazer um relatório desta possibilidade. Não sabemos nem se a delegação ao estado vai ser ampliada. Então não adianta discutir uma eventual segunda etapa se a primeira não foi concluída ainda”, completou.

10 Comentários

  1. PEDROCA DO SUDOESTE Responder

    ‘Quem iniciou o assunto foram ENTIDADES,e querem prorrogar contratos”.Cara de pau,Sr.Governador.Querendo tirar o corpo fora..Está doído para renovar,desculpinha esfarrapada………

  2. Chama o Luiz,a Fernandinha Richa,o Marcelo Richa, o Caramori e os demais réus, aí vai dar tudo certo………kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  3. Caro FÁBIO, o governador BETO está tergiversando. Como é do interesse do PARANÁ e dos paranaenses, a duplicação do ANEL DE INTEGRAÇÃO, a delegação será obtida pelo estado, pois do DESGOVERNO FEDERAL não podemos esperar nada, a não ser novas denúncias de CORRUPÇÃO. Do seu 2° GOVERNO esperamos GOVERNANÇA com TRANSPARÊNCIA que não teve no primeiro mandato e AÇÃO, junto as CONCESSIONÁRIAS, pois já estamos no final do ano, e até agora nada. “Lembre-se BETO, o segundo mandato está porvir, e será muito melhor”. MEXA-SE. As concessionárias podem entregar até o final do mandato essa duplicação, contudo as conversas devem estar concluídas nesse 2° semestre. As mortes nas rodovias continuam acontecento diariamente enquanto conversam. O que NÃO podemos admitir são os retornos e entroncamentos em nível, muito menos retorno do tipo PATO MANCO. Atenciosamente.

  4. Conta outra, cara pálida, desde o primeiro dia de governo se trata disso a boca pequena …

    Chega, melhor ficar calado só tirando foto, falou enganou …

  5. Governadorzinho pinóquio, mentiroso e caloteiro. Esta cambada das entidades acompanharam a vice Cida. Faltam ainda 7 anos para vencer o primeiro contrato, no quel nada de bom houve, apenas bijouterias nas rodovias. Falam em reduzir os preços, mas é mais um engodo, pois logo, logo, renovado por mais 25 anos, sobe, sobe, sobe. ´Se havia o Dom Corleone, aqui há o Dom beto richa.

  6. -É cedo para negociar, pois as eleições para governador e senador estão longe de acontecer, logo as supostas doações de campanha, estão fora de alcance!!!

Comente