Uncategorized

‘Nenhuma denúncia chegará perto de Dilma’, diz Cardozo

cardozo - o globo

d’O Globo:

Nesta quarta-feira (15), em depoimento na CPI da Petrobrás, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, fez uma defesa da “honestidade” e da “correção” da presidente Dilma Rousseff e a comparou à ex-prefeita de São Paulo e deputada federal Luiza Erundina (PSB). Afirmou que as duas pagam preço em suas administrações por essas qualidades.

— Sempre tive honra de ser dirigido por mulheres. A primeira prefeita de São Paulo, Erundina, e a primeira presidente, Dilma. Aprendi com essas duas mulheres, honestíssimas, que quando você acredita em princípios vá até o final por eles. Erundina pagou um preço alto pela sua honestidade. Acho que da mesma forma a presidente Dilma paga o preço por sua correção e sua honestidade — disse, completando:

— Conheço a presidente há muitos anos. É uma pessoa de honestidade inatacável. Todas as pessoas tem defeitos e virtudes. Não está entre os defeitos da presidente Dilma Rousseff a desonestidade. Seus próprios adversários reconhecem. Tenho certeza que nenhum fato relativo a corrução, desvio de dinheiro público ou improbidade chegará perto da presidente — disse o ministro.

11 Comentários

  1. clarice franze Responder

    SÓ ACREDITA QUEM VE……………..COITADO DO CARDOZO, FALAT NISSO , ESTE NÃO É AQUELE QUE À MENOS DE UM MES ESTAVA LARGANDO O BARCO???????

    VÁ ENTENDER ESSE POVO

  2. Nem tanto assim, Ministro Cardozo. Sobre este tema, no Blog do Josias de Soyza, de ontem, encontramos isto:
    “O delator Ricardo Pessoa, coordenador do cartel que pilhou a Petrobras em R$ 19 bilhões, disse que parte do dinheiro roubado (R$ 7,5 milhões) foi parar no caixa da campanha de Dilma, em 2014”, e que por isto “A corrupção já roça o calcanhar de vidro de Dilma, só Cardozo não percebeu”..

  3. antonio carlos Responder

    Porquê, virou adivinho agora ministro? E se chegar o que é que você vai fazer, fazer de conta que não é com ela? Conta outra, esta não colou.

  4. ser loque gomes Responder

    Prezado ministro (com m minúsculo mesmo), essas colocações que o senhor falou tem dois sentidos: 1º- não chegará em razão dela estra “limpa”; 2º- não chegará nela em razão da “blindagem” que vossa excelência e demais membros já “providenciaram?? Fico com a 2ª ideia, sem sombra de dúvidas! E vocês, qual delas optam?

  5. Esse aí só não fez cocô no ministério da justiça nos três dias em que esteve afastado para operar as hemorróidas!

  6. Parreiras Rodrigues Responder

    Para dar fé à afirmação do ministro Cardoso, nada confiável por sinal, basta que ela prove que as suas posses são compátiveis com os seus ganhos. A sociedade precisa saber se ela é realmente proprietária de casa no valor de cinco milhões de reais em Porto Alegre, por exemplo.

  7. Não vai chegar mesmo, mas o mal cheiro da corrupção não obedece blindagens dos “cumpanheros”. A podridão é sentida por este mundão afora, acho até que em outras galáxias…

Comente