Uncategorized

GA é Giles Azevedo

giles-azevedo2

A imprensa paulista identificou GA, entre outras siglas nas mensagens de telefone do empreiteiro Marcelo Odebrecht, como Geraldo Alckmin, o governador tucano de São Paulo. Mas, um pouco mais atento, Lauro Jardim, na Veja, corrigiu. GA trata-se, na verdade, de Giles Azevedo, ex-chefe de gabinete da presidente Dilma Rousseff (PT), que ganhou de Dilma duas boquinhas nos conselhos de administração da Itaipu Binacional e da Light, que lhe rendem salários de aproximadamente R$ 29 mil por mês.

4 Comentários

  1. antonio carlos Responder

    Que cara mais azarado, o Alckmin já estava pagando por crime que não cometeu, mas ainda bem que o engano não prosperou, para o azar do ex-chefe de gabinete da Mulher Sapiens.

  2. Mas o endereço do GA é o mesmo endereço do palácio dos bandeirantes, além de ser referido como Governador GA. O que leva a crer somente que a sigla se refere a Geraldo Alckmin. Enfim, Geraldo, Serra, Aécio, e todos os outros que “tentaram” fazer uma oposição até o momento fracassaram, não há um homem forte o suficiente para bancar a oposição, pois todos eles dizem para o povo que irão lutar contra o governo mas ao mesmo tempo se aproveitam do mesmo. Triste realidade, não temos para onde correr.

Comente