Uncategorized

Em Foz, reforma política e corte de 90% dos cargos comissionados

reni- foz

A medida foi anunciada em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (03)

Depois de 30 dias de férias o Prefeito Reni Pereira está de volta à frente do executivo iguaçuense e na tarde desta segunda-feira (03) anunciou em uma coletiva de imprensa uma reforma política e administrativa, que sendo aprovada pela Câmara de Vereadores, poderá mudar o contexto político de Foz do Iguaçu.

De acordo com o prefeito, a constituição municipal será alterada e a partir desta alteração será criado um limite de cargos comissionados que será inserido na Lei Orgânica Municipal – LOM.

A lei proposta pelo prefeito estabelece a criação de cargos de provimento em comissão de livre nomeação e exoneração na Administração Direta e Indireta, sua denominação e simbologia no limite máximo de 1%(um por cento) do total de servidores ocupantes de cargos efetivos. Uma redução de mais de 90% nos números atuais. A despesa realizada com o pagamento da remuneração de cargos de provimento em comissão não poderá exceder a 1%(um por cento) do total da folha de pagamento dos servidores efetivos do Município.

Reni conversou com o presidente da Câmara, e solicitou que a matéria seja encaminhada para o legislativo em regime de urgência. Ate o final deste ano serão reduzidas de 3 a 4 secretarias, uma já imediatamente e as outras nos próximos meses. No ano de 2016, possivelmente, mais 4 secretarias serão extintas.“Não pensei politicamente, pensei socialmente para dar uma resposta à população. Nós estamos com mais de 170 obras em andamento e parece que isso é irrelevante, a população quer algo mais consistente e permanente para a cidade e acredito que mudando a lei orgânica, nós vamos sim de encontro com os anseios do cidadão. Somos uma gestão que mais priorizou por dar oportunidades aos servidores de carreira, hoje temos 6 secretários e dezenas de diretores que são de carreira” salientou Reni.

Hoje, a prefeitura de Foz do Iguaçu conta com mais de 300 cargos comissionados. Com o projeto de emenda da Lei Orgânica anunciada pelo prefeito, pelo atual número de funcionários resultaria em menos de 60 cargos comissionados. Essa mudança vai alterar o perfil das próximas eleições em Foz do Iguaçu e estimular que os futuros gestores possam aproveitar ao máximo o quadro de servidores do município.

Reni informou ainda que haverá a extinção da secretaria de Gestão de Projetos, que de acordo com o prefeito a maioria dos projetos propostos até o momento já estão em execução, Ouvidoria e a Tecnologia de Informação, sendo que a TI, passará a ser um departamento da Fazenda ou da Administração. Somente nas 3 secretarias serão 10 cargos comissionados a menos.

O prefeito busca o apoio da sociedade. “Estamos mandando essa lei e ela deve vigorar a partir do ano que vem. Depende da aprovação do legislativo e do acompanhamento da população. Temos o apoio da OAB – Ordem dos Advogados do Brasil , da ACIFI – Associação Comercial e Empresarial de Foz do Iguaçu e contamos com o apoio do cidadão iguaçuense”, informou o prefeito. “Vamos mudar nossa constituição municipal, vamos criar um limite de cargos comissionados. Provavelmente, Foz do Iguaçu será um dos primeiros municípios a fazer a sua reforma política, tentando entender o que a população espera da gestão, seja ela estadual, municipal ou federal”, destacou.

“Eu acredito que essa medida é positiva, além do enxugamento da máquina é a valorização do servidor e vem beneficiar o município como um todo. Precisamos adequar às situações para que possamos ter um resultado positivo lá na frente, nos apoiamos sim, acredito que tudo que venha facilitar e melhorar para a comunidade em geral tem que ser analisado e aprovado”,disse o servidor Aldevir Hanke, presidente do Sismufi – Sindicato dos Servidores Municipais de Foz do Iguaçu.

O projeto de Lei que acresce os dispositivos da Lei Orgânica do município foi enviado para Câmara e aguarda votação.

7 Comentários

  1. GRANDE MENTIRA!

    A lei vale para 2017, está lá no artigo 13! É apenas uma medida desesperada para atrapalhar a articulação da oposição. Esse homem é um demônio que acabou com Foz e não quer deixar ninguém arrumar a cagada dele! #ForaReni

  2. -Parabéns prefeito pela sua atitude e coragem. Demonstra que está ao lado dos funcionários públicos e também ao lado da população!!!
    -Seria interessante se todos os prefeitos do Paraná adotassem tais medidas como meta de governa e projeto de lei!!!

  3. MANOEL BOCUDO. Responder

    PARECE QUE ESTÃO SURGINDO PESSOAS SÉRIAS NA POLÍTÍCA,
    NOVOS RUMOS O BRASIL ESTÁ TOMANDO, ACHO QUE TRANCANDO
    ESSES MALFEITORES, A MORAL VAI IMPERAR NO NOSSO PAÍS,
    ACHO QUE MERECEMOS VIVER COM DIGNIDADE E SALÁRIOS
    JUSTOS PARA TODOS, FOZ SAI NA FRENTE, QUE OUTROS GESTORES TOMEM O MESMO CAMINHO. QUE DELICIA OUVIR O HINO NACIONAL
    EM FRENTE A POLICIA FEDERAL, ATÉ PARECE PAIS EUROPEU,
    SENHOR RENI PEREIRA TIRO O CHAPÉU PARA O SENHOR.

  4. “Já é um começo. Tímido, lento, progressivo e gradual. Mas é uma ação que merece elogios. Quiçá não fiquemos apenas nesse único exemplo aqui no Paraná. O Estado existe existe para isso. Ele não é um fim em si próprio. Mas um meio pelo qual os cidadãos se organizam para que haja justiça e paz social. ‘Reles Pública’. Pelo povo. Para o povo. E com o Povo. o País começa a dar sinais de civilidade democrática. Começamos a sair da UTI como País. Ainda estamos respirando por aparelhos. mas o quadro já dá sinais de melhora. Parabéns Prefeito Reni Pereira, e parabéns ao Município de Foz do Iguaçu pela iniciativa de seu gestor…” – Profº Celso Bonfim

  5. Isso ai, vamos começar a colocar essa bagunça em ordem, espero que os outros poderes sigam na mesma linha! Menos gastos, melhores serviços!!!

  6. A viúva do Paulo chamada Fabrício endemonia o Prefeito Reni porque deixou de mamar nas tetas da Prefeitura. Certamente ele acha que seu ídolo é um santo! Esqueceu ou se faz de esquecido que quem quebrou Foz foi o engenheiro que acha que administrar e construir creches e postos de saúde! Construir é fácil, agora fazer funcionar e outra coisa. Gerou dívidas e mais dívidas, concedeu aditivos para os amigos construtores que fizeram a festa. Tratou o funcionalismo como capachos. O bom é que estão se achando! A campanha ta chegando ai. O arsenal está guardado. Foz vai conhecer quem é Paulo MacDonald e sua curiosa!quem viver verá!

Comente