Uncategorized

MST ocupa fazenda de pesquisa em Londrina

img_1_3_5034

Bonde

Membros do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocuparam, na tarde desta segunda-feira (17), uma propriedade rural no distrito de Paiquerê, em Londrina. O acampamento começou a ser levantado por volta das 15h, na Fazenda Figueira, cuja dona é a Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da Universidade de São Paulo (USP).

A mobilização na zona rural de Londrina reúne 1.390 mil famílias que pertencem ao Movimento. Com área de aproximadamente 3,5 alqueires, a Fazenda Figueira recebe pesquisas da USP.

A assessoria de imprensa do MST confirmou a ocupação, que teria sido motivada por falta de “sinais” de produtividade na fazenda, também conhecida por Mata do Barão, que foi arrendada pela USP, mas não estaria cumprindo com o “papel social”. A Polícia Militar acompanha a ocupação.

img_1_3_5037

12 Comentários

  1. Palhaçada, bando de desocupados, só querem saber de invadir fazendas particulares e produtivas. querem tudo de mão beijada. Nesse caso então eu também quero terra para meus filhos casados, eles também não tem terra e nem casa própria, eles também então são sem terra e sem teto.
    trabalhar que é bom este povo não quer, só invadir , badernar tomar a terra dos outros ai vendem e voa invadir outra. palhaçada.

  2. E Porecatu, hein, com 15 fazendas produtivas invadidas, milhares de empregos em risco, sem que o Estado cumpra as ordens judiciais de reintegração de posse. De cinco mil empregos, hoje tem mil e quinhentos, não se sabe até quando. O Estado, mancomunado com o Incra e grupelhos de criminosos (MST, Contag e outros), não toma qualquer medida, a não ser as encenações costumeiras, que não traduzem qualquer solução.

  3. A Vadiagem e a baderna, além da CORRUPÇÃO tomaram conta do País. Antigamente VADIO ia para a cadeia e baderneiro também. Isso não é um caso SOCIAL e sim POLICIAL, tem que prender esse pessoal que só vandaliza fazendas produtivas. Isso é inconstitucional, pois o direito de propriedade é um direito inalienável de todo cidadão ou empresa.

  4. antonio carlos Responder

    Que povo imbecil este , pretender que uma fazenda experimental, voltada para a pesquisa tenha alta produtividade. Este povo quer que e fiquemos sempre no atraso. Agora só falta porem fogo em tudo. Depois ficamos horrorizados quando os cortadores de cabeça do ISIS degolam os “inimigos”, este vagabundos, não passam disto mesmo, estão fazendo o mesmo com a pesquisa, estão degolando-a. Este será mais um dos exemplos da tal Pátria Educadora? .

  5. MST = gafanhotos em forma de humanos, só destroem. Vão invadir Brasília e destruir a plantação de MANDIOCA DA PRESIDENTA.

  6. Hun, tem caroço neste angu, MST e estas “fazendinhas” de pesquisa que hora é privada, derrepentemente já é de universidade, sei lá muito estranho mesmo, acho que não conseguiremos nunca se desvencilhar do nariz vermelho de palhaço. kkkkkk

  7. Servidora pública Responder

    Hoje são fazendas e propriedades que eles, o MST acha que não produzem, o que eles conhecem de agricultura ? NADA vagabundos que não querem trabalhar, se o governo quer mesmo distribuir terras… abram as porteiras de suas fazendas, Lula, Dilma, Sarney e tantos outros que tem propriedades não produtivas. O MST se não for contido teremos um cenário igual aquele bando de bandidos que invadiu as aldeias e terras produtivas na Russia, expulsou os moradores e o resultado disso todos já conhecemos. Amanhã vão invadir a sua casa que tiver talvez um cômodo sobrando achando que têm direto porque são os sem teto. Ofereça emprego e terra para trabalhar para ver se aceitam? Melhor seria investigar quem financia essas invasões…. quem tem interesse em promover a desordem ? Fiquem alertas ! Leiam nas entrelinhas das mensagens do PT.

  8. A dditadura foi ruim !? Claro que sim, porem pergunte se uma
    baderna como esta que o PT conseguiu implantar definitivamente
    no seio do Brasil perpetuaria na ditadura. Recebem uma verba
    bilionária do governo federal para promover baderna. Fuzilem
    estes caras !!!

  9. NA CORDA BAMBA Responder

    Crimes contra o pratrimonio público ou particular é gravíssimo.
    Em qualquer país do mundo decente é combatido com punições
    exemplares. No Brasil o retrato da indecencia e roubo se institucio-
    nalizou desde que o PT entrou no poder. O Lava Jato prova o roubo
    e a sociedade convive com assaltos, mortes e por fim com o patro-
    cínio bilionário do governo para estes bandos de vagabundos.
    Lugar de bandidos não é diálogo e sim, CADEIA !!!

  10. Me desculpem , mas não consigo enxergar legitimidade nas ações dessas pessoas , que na minha avaliação são usadas como massa de manobra , antes pelo movimentos da esquerda , e hoje pelo governo ! E fato que tem gente que precisa , mas em sua grande parcela são verdadeiros canalhas que manipulam e usam esse pessoal , CUT, MST, ou o próprio PT e seus tentáculos fazem desses ditos movimentos sociais , instrumentos de manipulação politica , criou-se uma maquina de fazer dinheiro com esses pessoal, uma industria de invasão e uma maquina de fazer dinheiro de desapropriação , e quem paga tudo isso somos nós , classe trabalhadora, a salariado que tem seus impostos já retido em folha, impostos esses que temos que pagar com cinco ( 5 ) messes de trabalho , e não tem xixi minha nega , pagamos muito caro pelo serviço que recebemos do governo .

Comente