Uncategorized

Dirceu limpou as contas antes do bloqueio

uploads_1440021085657-jd+conta

De O Antagonista

Quando prendeu José Dirceu e sua turma, o juiz Sérgio Moro determinou o bloqueio de todas as contas bancárias em seu nome até o limite de R$ 20 milhões. A ordem judicial incluiu as contas da JD Consultoria, de seu irmão Luiz Eduardo, de sócios e familiares. Mas a Justiça chegou tarde…

Na conta da JD o saldo estava zerado – tudo bem, a empresa foi encerrada em abril. Mas o próprio Dirceu deixou no banco cerca de R$ 100 mil. Muito pouco para quem faturou R$ 39 milhões. Seu sócio Júlio Cesar deixou também cerca de R$ 140 mil.

Mas surpreendente são os saldos de seu irmão (R$ 13 mil), de seu ex-assessor Bob Marques (R$ 500) e do lobista Fernando Moura (R$ 100).

uploads_1440020901778-dirceu+conta

São muito humildes.

1 Comentário

  1. Vigilante do Portão Responder

    A quebra do sigilo deve indicar qual foi o destino da grana.

    De qualquer forma, o companheiro vai se complicando.

    Vai “pegar” + uns 15 anos, sinal de muitos e muitos dias para, quem sabe, escrever um bom livro de memórias.

Comente